5 formas simples de aumentar a autoconfiança

· agosto 18, 2018

Confiar em si mesmo não é uma qualidade estática, é um estado mental que requer um esforço considerável para se manter quando as coisas se tornam difíceis. Ela deve ser aprendida, praticada e dominada, assim como qualquer outra habilidade. Por isso, neste artigo vamos mostrar alguns exercícios simples e eficazes para aumentar a autoconfiança.

Quando conseguimos fazer isso, podemos obter grandes resultados. Confiar em nós mesmos vai nos permitir crescer e enfrentar o dia a dia com mais facilidade, favorecendo a nossa saúde emocional.

A autoconfiança pode ser aprendida e treinada. Não é uma qualidade estática, mas se aperfeiçoa através da prática e do movimento.

Conselhos para aumentar a autoconfiança

1. Coloque-se no seu papel

Em um só instante, a sua linguagem corporal pode exibir confiança em si mesmo, ou simplesmente mostrar que você é uma pessoa insegura. Apresente-se de modo que você indique que está pronto para ter o controle de qualquer situação. Se você revelar segurança e acreditar no papel que pretende conseguir, não só vai se sentir mais seguro, mas vai conseguir que as pessoas também confiem em você.

Além disso, vários estudos mostram que adotar uma linguagem corporal própria de uma pessoa com autoconfiança vai fazer você se sentir melhor. Para alcançar isso, mantenha a cabeça erguida, sente-se com o corpo ereto, coloque os seus ombros suavemente para trás até alinhá-los com a coluna, e olhe diretamente para a outra pessoa quando interagir com ela. Além disso, dê um aperto de mão firme e mantenha o contato visual quando alguém falar com você.

Autoconfiança no trabalho

2. Vista-se de forma que se sinta confortável e seguro

Quando você está bem vestido, se sente melhor. Se você selecionar roupas e acessórios que vestem bem, que se adaptam à sua personalidade e estilo de vida e fazem você se sentir atraente, poderá aumentar o nível de confiança em si mesmo.

Apresente-se conforme o papel que deseja desempenhar, ou seja, vista-se para o sucesso. Não tenha medo de que a sua personalidade seja notada com os acessórios que você escolher, já que uma joia, um relógio interessante ou uma gravata chamativa podem ser motivos suficientes para começar uma boa conversa.

3. Fale com firmeza e confiança

Na próxima vez em que você escutar o seu orador favorito, analise a forma como ele faz seu discurso. Um grande orador fala com confiança, em um tom rítmico e constante. Em vez de usar interjeições para pensar, como o “é” e o “mmm”, que interrompem o fluxo da linguagem, ele usa pausas para enfatizar suas ideias.

Adote uma forma de falar assertiva, mas não agressiva, que seja um indicador da sua segurança; deste modo, você sentirá como o nível de confiança em si mesmo vai aumentar. Além disso, para ser levado a sério, evite falar em um tom agudo ou apreensivo e juntar risos nervosos ao seu discurso.

Um bom exemplo de um grande orador é Neil deGrasse Tyson, da série ‘Cosmos: Uma Odisseia do Espaço-Tempo’. Nos episódios desta série, podemos ver, perfeitamente, como o apresentador fala com confiança, se dirigindo em todo momento ao espectador e captando constantemente a sua atenção.

4. Aja e pense de forma positiva

Outra forma de aumentar a autoconfiança se fundamenta em buscar sempre o lado bom das coisas e evitar os comentários negativos. Sorria e rodeie-se de gente feliz e positiva. Você vai se sentir melhor e as pessoas com as quais trabalha vão apreciar a sua companhia.

Para contribuir com essa boa prática, mantenha um diário de gratidão para se lembrar dos momentos agradáveis no seu dia a dia, assim como os seus êxitos. Desta maneira, você vai desenvolver mais paz e confiança enquanto se mantém em um estado de ânimo agradecido.

Mulher com sorriso desenhado

5. Gere a ação

Ter confiança em si mesmo vai muito além de como você se veste e se apresenta: você deve agir como tal. Aproxime-se de uma pessoa completamente estranha em um evento de networking, ou aceite um projeto que você normalmente rejeitaria. Pratique o fato de se mostrar seguro e, logo, você vai sentir isso na própria pele.

A falta de ação provoca dúvidas e medo, enquanto o movimento gera confiança e coragem. Como exercício prático, anote os seus potenciais e fraquezas. A maioria das pessoas vai lhe dizer que trabalhe suas fraquezas, mas, em vez disso, use o que você tem e aproveite seus pontos fortes. Quando você colocar mais energia em suas capacidades positivas, no lugar das negativas, a sua confiança vai começar a brilhar sozinha.

Por último, considere que, faça o que fizer, sempre haverá alguém que não vai estar contente com você. Por isso, concentre-se no que realmente quer conseguir e realizar, sem se preocupar com aquilo que pensarão a seu respeito.