6 dicas para acabar com os pensamentos recorrentes

dezembro 18, 2018

Guy de Maupassant dizia que “as ideias fixas roem a alma com a tenacidade das doenças incuráveis. Uma vez que penetram nela, a devoram, não permitem pensar em nada, nem tomar gosto por coisa alguma”. Todos nós, em algum momento, temos pensamentos negativos. Isso se torna um problema quando eles se tornam fixos. Mas será que podemos acabar com os pensamentos recorrentes?

O que acontece quando eles aparecem de maneira repetitiva, dia após dia e em todas as horas? Nesse caso, tomam conta da nossa mente até ao ponto de poderem se tornar perigosos e afetar a nossa saúde. A boa notícia é que é possível transformar a dinâmica mental com determinadas estratégias para acabar com os pensamentos recorrentes.

Você acorda pela manhã e, mesmo antes de se levantar, já está com uma ideia ou crença negativa que gera ansiedade. Conforme as horas vão passando, ela volta à sua mente várias vezes e seu estado geral é de nervosismo. Bom, você está diante do que se denomina um pensamento recorrente.

O que são os pensamentos recorrentes?

Trata-se de uma reflexão ocasional que, em um determinado momento, passou pela sua mente de forma passageira. O problema acontece quando não a deixamos ir embora e ficamos dando voltas em torno desse pensamento, até que ele se instala definitivamente na nossa cabeça, podendo chegar a ser muito incômodo e prejudicial.

Obviamente, não são ideias que nos trazem felicidade. Caso contrário, seriam sempre bem-vindas. O verdadeiro inconveniente consiste no fato de que sempre estão relacionadas com fobias, medos, preocupações, traumas ou situações de vulnerabilidade que nos afetam profundamente. Evitam que possamos concentrar nossa mente em outros temas.

Mulher com pensamentos recorrentes

Além do incômodo que inicialmente provoca, também se mostra desgastante. Ficar o dia todo dando voltas no mesmo assunto cansa. Além disso, a pessoa se desvincula cada vez mais da realidade, podendo chegar a imaginar uma situação que não tem nada a ver.

Essa distorção da realidade é muito prejudicial para o bem-estar emocional. Aumenta a nossa ansiedade e influencia negativamente o humor. O resultado vai ser que pensaremos do seguinte modo diante de situações que estejam relacionadas:

  • Vai dar errado.
  • Vai ser um desastre.
  • Eu não sou bom.
  • Não sirvo para nada.
  • Sou um inútil.
  • Sou péssimo.

E o pior é que acreditamos em tudo isso. No entanto, é a ansiedade que provocou essa maneira de pensar. Assim, se você quiser acabar com os pensamentos recorrentes, a seguir vamos propor dicas muito interessantes.

“As ameaças à nossa autoestima ou à ideia que temos de nós mesmos costumam causar muito mais ansiedade do que as ameaças à nossa integridade física”.
-Sigmund Freud-

6 dicas para acabar com os pensamentos recorrentes

Você precisa tomar medidas efetivas para tirar esses pensamentos da sua mente definitivamente. Assim, tome nota destas simples dicas.

Não tente parar os pensamentos

Se você tentar pará-los isso não só não vai funcionar, mas será pior, pois nosso cérebro se esforçará mais para se lembrar deles. Esse é um fato que vários estudos científicos apoiam.

Aceite e racionalize os pensamentos

Se você aceitar que a ansiedade está lhe pregando peças e produzindo esse tipo de pensamento, você verá como começará a relaxar e como a ocorrência dos pensamentos diminuirá.

Escreva os pensamentos

Ao escrever seus pensamentos, além de desabafar e relaxar, o cérebro interpreta que os guardamos e, portanto, não fará esforços para se lembrar deles constantemente. Além disso, se depois você ler o que escreveu, verá que não são pensamentos muito racionais.

“Só o que é irracional – o que não é analisável pelos sentidos, mas que tem qualidades sensíveis – pode ser obsessivo”.
-Salvador Elizondo-

Pessoa escrevendo

Pratique esportes e meditação

Com o esporte, os níveis de cortisol e adrenalina se reduzem e são substituídos por dopamina, endorfina e serotonina. Ou seja, substituímos a ansiedade, o estresse e a tristeza por relaxamento, alegria e autoestima. Isso vai nos ajudar a deixar de lado os pensamentos recorrentes por um tempo.

Além disso, a meditação é uma grande ajuda para aprender a controlar a mente e trazer a atenção ao momento presente. Acima de tudo, relaxa bastante.

Deixe o pensamento ir embora

Quando os pensamentos aparecerem, não fique obcecado com eles, não tente eliminá-los. Apenas aceite que estão aí. Tente relaxar e, conforme isso for acontecendo, você verá sua atenção se voltar a outro ponto e a ideia recorrente vai se afastar da sua mente.

Tome vitaminas do complexo B

Essas vitaminas interferem diretamente no bom funcionamento do sistema nervoso. Comer verduras, frutas, legumes, carnes e laticínios vai lhe fazer bem.

Como você pode perceber, são várias as dicas que podem ajudar a acabar com os pensamentos recorrentes. No entanto, há um requisito prévio para que você tenha sucesso: vontade para aplicar essas dicas no seu dia a dia.