Dicas para aumentar a inteligência - A Mente é Maravilhosa

7 dicas para aumentar a sua inteligência

novembro 29, 2017 em Psicologia 429 Compartilhados
Dicas para aumentar a inteligência

Quer conhecer dicas para aumentar a inteligência? Alguns estudos comprovam que ela pode aumentar ou diminuir ao longo dos anos em função do estilo de vida. Embora seja verdade que nascemos com determinações genéticas que nos permitem ser mais ou menos inteligentes, o cérebro é um órgão dotado de grande plasticidade. Isso significa que ele pode mudar de acordo com as experiências vividas.

Não existe um consenso em torno da definição de inteligência. Para alguns, é a capacidade de aprendizagem. Para outros, a capacidade de aplicar os conhecimentos adquiridos. Talvez a definição mais universal seja aquela que a define como a capacidade de encontrar novas soluções para problemas antigos. Por outro lado, existem vários estudos que entendem que a inteligência deve ser compreendida como um conjunto de inteligências: inteligência emocional, inteligência social, inteligência lógica, etc.

“Inteligência é o que você usa quando não sabe o que fazer”.
– Jean Piaget –

Portanto, a inteligência não é apenas aplicável à atividade profissional. De uma maneira ou de outra, ser mais inteligentes também nos ajuda a sermos mais felizes, porque nos torna mais capazes de lidar com as situações difíceis. Vale a pena trabalhar para potencializá-la, por isso neste artigo iremos compartilhar sete dicas para aumentar a inteligência.

Dicas para aumentar a inteligência

Mulher meditando em meio à natureza

1. Meditar

A meditação aumenta a inteligência no sentido de que nos torna mais observadores, mais conscientes do que acontece fora e dentro de nós. Não é uma simples avaliação, mas uma conclusão apoiada por estudos científicos. Em várias experiências monitoradas através de ressonâncias magnéticas, ficou comprovado que o cérebro funciona melhor após uma sessão de meditação.

Não existe pior inimigo do funcionamento do cérebro do que o estresse. Quando estamos estressados o nosso corpo libera o cortisol, um hormônio que prejudica a concentração e a memória. Por sua vez, a meditação reduz o estresse. Você não precisa se tornar um monge, basta que você aproveite todos os momentos de espera. Por exemplo, aproveite os momentos em que aguarda no ponto do ônibus para fazer exercícios de respiração e relaxamento.

2. Permitir-se novas experiências

Tudo o que é novo é um estímulo que ajuda aumentar a inteligência. A novidade cria novas conexões no cérebro. Isso ocorre porque você precisa realizar um processo de pensamento para absorver as novas informações, compreendê-las e incorporá-las ao que você já conhece.

Uma viagem, visitar um lugar que você ainda não conhece, ler um novo livro ou qualquer experiência que não seja frequente é um bom alimento para a sua inteligência. Manter-se na zona de conforto torna o seu cérebro progressivamente mais preguiçoso.

3. Fazer exercícios físicos e mentais regularmente

O exercício físico oxigena o cérebro e melhora o seu funcionamento. É também uma forma de reduzir o estresse e fazer higiene mental. A mente e o corpo estão sempre unidos. Um corpo saudável é a condição essencial para ter uma mente saudável capaz de aumentar as suas habilidades.

Também é importante fazer exercícios mentais regularmente. Estimule a sua memória tentando lembrar números de telefone ou dados específicos. Também é muito bom fazer operações matemáticas simples manualmente, jogar xadrez, palavras cruzadas e atividades semelhantes. Tudo isso é muito positivo para aumentar a inteligência.

Mulher caminhando em estrada vazia

4. Aprender um novo idioma ou tocar um instrumento

Aprender um novo idioma é sempre um grande desafio. Não é fácil, especialmente quando se trata de uma linguagem muito diferente da nossa língua materna. Mas, é precisamente essa dificuldade que ajuda a aumentar a inteligência.

Quando você aprende um novo idioma, exercita muitas funções intelectuais ao mesmo tempo. O mesmo acontece quando você aprende a tocar um instrumento musical. Em ambos os casos colocamos em prática algumas funções como a atenção, a memória, a coordenação, as analogias, etc.

5. Procurar o caminho mais difícil

Quando escolhemos sempre a maneira mais fácil para resolver qualquer situação, podemos economizar tempo, mas também contribuímos para a atrofia de algumas capacidades cerebrais. Em geral, queremos que tudo tenha um “passo a passo”, que não seja necessário pensar, mas que os outros pensem por nós.

Talvez isso seja válido em várias circunstâncias, mas muitas vezes também é positivo escolher o caminho mais difícil. Não procure as instruções, mas deduza o caminho para alcançar um resultado. Isso o torna mais criativo e inteligente. Além disso, aumenta a sua confiança em si mesmo.

6. Conectar-se com todo tipo de pessoas

Assim como é importante se expor a novas situações, também é importante entrar em contato com diferentes tipos de pessoas. Cada relação nos impõe o desafio de ver, captar e compreender o ponto de vista do outro, e isso ajuda a aumentar a inteligência.

Vale a pena ter amigos de diferentes idades, origens, crenças, etc. Se você se relaciona apenas com pessoas que se parecem com você, limitará significativamente o seu campo de experiências. Com isso, você também imprime limites para o exercício cerebral.

Como aumentar a inteligência

7. Descansar o suficiente e de forma adequada

Não há necessidade de insistir em algo que está cada vez mais evidente: o descanso é tão importante ou até mais importante do que o trabalho. Os atletas de elite aprenderam muito bem essa lição, já que eles trabalham com pontos de fadiga muito elevados. O cérebro precisa de pausas para funcionar corretamente. Se não houver descanso, a consequência é um cérebro cansado, que funciona lentamente e tem a sua capacidade diminuída.

No descanso estão incluídos três aspectos: as pausas ativas durante o trabalho, o tempo do sono e o tempo de lazer. Todas essas dimensões têm grande importância. As pausas ativas são uma medida de proteção diária para evitar o esgotamento. O sono é decisivo para que o cérebro possa processar a informação que absorveu. E o tempo de lazer é absolutamente necessário para manter o bom funcionamento do cérebro a longo prazo.

É fundamental construir um estilo de vida que lhe permita estar mais desperto e atento à realidade que o rodeia. Isso também inclui medidas regulares para garantir o bom funcionamento do seu cérebro. Sem dúvida, isso se refletirá no seu bem-estar e na sua inteligência.

Gostou destas dicas para aumentar a inteligência? Comece a aplicá-las em seu dia a dia hoje mesmo!

Recomendados para você