As 7 melhores frases de Tolstói

· outubro 28, 2018

Ler as melhores frases de Tolstói é sempre uma boa ideia. Sem dúvida, além de visualizar um modo de vida, estamos aprendendo com um dos mais importantes escritores da história, tanto de sua terra natal, a Rússia, quanto de todo o mundo.

A figura de Leon Tolstói criou um mito. Falamos de um anarquista convencido e muitas vezes atormentado por suas próprias ideias e pelo realismo que abraçou. Historicamente venerado em muitos cantos do planeta, foi capaz de introduzir um forte componente moral em todos os seus romances.

Frases de Tolstói

Vamos ler juntos algumas das melhores frases de Tolstói que podem nos inspirar. Devemos lembrar que este escritor russo, nascido no século XIX, foi o autor de grandes obras, como Anna KareninaGuerra e Paz, além de um convencido vegetariano e um forte defensor de métodos alternativos à violência para ganhar batalhas.

Sem dúvida, vale a pena fazer uma viagem ao grande trabalho de Leon Tolstói, mas como uma breve entrada ou resumo, podemos ficar com suas melhores frases. Realismo russo em seu estado mais puro a serviço da humanidade de ontem, de hoje e de sempre.

Leon Tolstói

Aprenda a ser feliz

“O segredo da felicidade não é fazer sempre o que se quer, mas querer sempre o que se faz”.

Talvez Tolstói não tenha descoberto nada de novo com essa frase: temos um grau de influência sobre o que acontece fora de nós e, além disso, esse grau é ampliado pelo que temos em nossos pensamentos (e, indiretamente, nossas emoções).

Assim, se não podemos transformar uma determinada situação, em muitos casos o que podemos fazer é transformar o ponto de vista. Procurar outros lugares que revelem oportunidades ocultas onde pensávamos que não havia terreno fértil.

A importância da fé

“Não se vive sem a fé. A fé é o conhecimento do significado da vida humana. A fé é a força da vida. Se o homem vive, é porque acredita em algo”.

Sem dúvida, um homem de fortes convicções como Tolstói guardava um lugar especial para a fé. No entanto, essas convicções não se limitaram à fé em um contexto religioso, se ampliavam a muitas outras áreas onde as crenças desempenham um papel importante, seja como um fardo ou uma motivação.

Tolstói acreditava com grande convicção no anarquismo, no vegetarianismo e na não-violência. Ele era muito firme em suas crenças e nelas encontrou forças para continuar vivendo por 82 anos, até morrer em 1910.

A incompreensão

“Devo me acostumar com o fato de que ninguém nunca irá me compreender. Este deve ser o destino comum de pessoas difíceis”.

Não é fácil ter suas próprias ideias e ser firme nelas. Muitas pessoas, ao se sentirem incompreendidas, preferem deixar de lado seus ideais e fazer parte da sociedade que as cerca. Será melhor isso ou permanecer firme e viver com uma certa solidão diante dos outros?

Abrir a porta para novas possibilidades

A ordem das coisas

“Antes de dar ao povo sacerdotes, soldados e professores, seria oportuno saber se estão morrendo de fome”.

De que adianta a ideologia, a fé, a religião ou o país se você não tem nada para comer? Antes de falar sobre filosofia, literatura e outros tópicos similares, não seria melhor alimentar bem a todos? Esta era a visão de Tolstói.

Questão de prioridades

“Nunca serão as escolas que civilizarão nosso povo. O que as pessoas precisam é de um sistema econômico em que elas aumentem sua riqueza, tenham mais tempo livre e, então, virão as escolas”.

Uma frase que se conecta facilmente com a anterior. Para Tolstói era muito importante a igualdade e a distribuição equitativa da riqueza.

Assim, se queremos pessoas educadas e preparadas, precisamos primeiro ter certeza de que elas têm suas necessidades básicas atendidas, de modo que seu interesse esteja focado em outros objetivos além de cobri-las.

O casamento

“O casamento é um barco que leva duas pessoas através de um mar tempestuoso; se um dos dois faz algum movimento brusco, o barco afunda”.

Para Tolstói, o casamento perfeito e ideal é aquele em que ambos os membros remam na mesma direção. Uma vez que alguém dá um passo brusco ou erra a direção, pode fazer naufragar aquilo que foi construído com muito carinho.

A grandeza

“Não há grandeza onde faltam a simplicidade, a bondade e a verdade”.

Finalizamos com uma das mais belas frases de Tolstói. Pode lhe parecer banal hoje em dia, mas isso não significa que o grande escritor não tinha razão. A grandeza não é obtida com base no poder e no dinheiro, mas através da humildade, da generosidade e da sinceridade.