Uma viagem ao coração da filosofia - A Mente é Maravilhosa

Uma viagem ao coração da filosofia

dezembro 4, 2016 em Curiosidades 232 Compartilhados
Uma viagem ao coração da filosofia

Tales de Mileto é considerado por muitos o pai da filosofia. Na sua frase “a água é o elemento e princípio das coisas” descobrimos que em seu pensamento estava o líquido elemento como coração da vida. Mas, será que também estava na sua mente a sua imagem como coração da filosofia? Ela realmente nasceu com ele?

Nesta viagem ao coração da filosofia proponho entrarmos nas escuras e vertiginosas cavernas de uma forma de pensamento que foi e ainda é a origem de uma infinidade de teorias. A felicidade, a tristeza, o ódio, a raiva, a compaixão… tudo está relacionado com nossas mentes e o exercício filosófico humano que procura dar respostas ao sentido da nossa existência.

“A filosofia é um silencioso diálogo da alma consigo mesma em torno do ser.”
-Platão-

Controvérsias sobre o coração da filosofia

Procurar a origem do pensamento filosófico não é nada fácil. De fato, é uma questão que levantou uma infinidade de controvérsias ao longo da história. Na verdade, os gregos consideraram Tales de Mileto o primeiro filósofo no século VII A.C., mas a questão não está tão evidente.

filosofia

Originalmente, os gregos consideraram a filosofia uma forma racional de pensamento. Desta forma, não necessita recorrer a elementos sobrenaturais que expliquem a realidade. Também apreciavam a rejeição de planejamento às contradições, colocando sempre como elemento principal a lógica.

Observando esta definição grega da filosofia, poderíamos dizer que Tales de Mileto foi o primeiro pensador da história? É possível que não houvesse outro ou outros antes dele ou simplesmente fala-se da sua pessoa porque não chegaram até seus dias os ensinamentos de outros mestres pensadores?

Hipótese sobre a origem da filosofia

Atualmente existem duas correntes de pensamento na hora de estabelecer o verdadeiro coração da filosofia. Uma supõe que a origem pode ter tido seu ponto de inflexão no Oriente, embora outros continuem defendendo que isso aconteceu na antiga Grécia.

A origem filosófica oriental

Para a corrente orientalista, as hipóteses estabelecem que os gregos foram meros transmissores da filosofia. Segundo este grupo de pensadores, os primeiros filósofos helênicos viajaram a Babilônia e Egito. Foi ali onde aprenderam matemática e astronomia, que logo perpetuaram na sua cultura.

Contudo, esta corrente de pensamento foi sustentada pelos filósofos alexandrinos, nos tempos deste imperador. Tal corrente estava abertamente contrária à escola grega, de modo que parece na verdade uma forma de desacreditá-los.

Os apologistas cristãos também procuraram sustentar esta teoria, mas finalmente a escola ocidental descartou as hipóteses que na verdade só procuravam confronto.

Contudo, os estudos históricos mostram na sua maioria que a astronomia babilônica acabava geralmente em astrologia e adivinhação. Enquanto isso, a matemática egípcia carecia de um nível de abstração necessário, de modo que não deixou de ser um pensamento prático para medir terrenos.

A origem filosófica grega

Enquanto isso as correntes modernas, quase todas originadas no século XX, estabelecem o coração da filosofia no mundo helênico. De fato, existem várias vozes acreditadas que assim afirmam:

Origem da filosofia segundo J. Burnet

Burnet estima que o pensamento filosófico aparece de forma radical, fruto da genialidade do povo helênico. Chama-o de o “milagre grego”. Para ele, são evidentes os antecedentes e os elementos conjunturais. É simplesmente uma civilização com grande talento.

livro-filosofia

Origem da filosofia segundo F.M. Cornford

Cornford estabelece o nascimento da filosofia com base no pensamento religioso. Todo o aspecto mítico das suas crenças representa, na verdade, um mundo adaptado à especulação racional, de modo que é uma consequência.

Origem da filosofia segundo J.P. Vernant

Por sua vez, Vernant estabelece os elementos conjunturais como básicos para o nascimento da racionalidade. A falta de castas sacerdotais, a presença do sábio, a busca pela liberdade, a escritura e o predomínio de uma constante necessidade de sabedoria levou ao nascimento da filosofia.

“A esperança é o único bem comum a todos os homens; aqueles que tudo perderam ainda a possuem.”
-Tales de Mileto-

É complexo estabelecer o verdadeiro coração da filosofia, pois a civilização humana remete a milhares de anos. A falta de provas escritas faz com que este exercício seja realmente difícil, mas também apaixonante e maravilhoso. Seja como for, a razão e o pensamento são fundamentais na busca da nossa origem, nosso mundo e nossa verdade.

Recomendados para você