Alianças

· junho 22, 2017

A palavra aliança tem origem no latim aligare, que remete para uma relação de proximidade, de união. Fazer uma aliança com alguém é fazer um acordo, um pacto, uma união.

Desde os tempos mais remotos foram estabelecidos acordos e alianças entre povos, reinos e nações. As pessoas também usam alianças quando firmam um compromisso ou se casam. A aliança tem um formato circular, o que é um simbolismo de eternidade, porque o círculo não tem princípio nem fim.

alianças que não existem mais

Mesmo diante de tanto significado, promessas são quebradas, palavras são levadas, os contratos são anulados, a aliança e o amor eternos são esquecidos. Somos substituídos de uma forma tão rápida que alguns até alegam que tudo não passou de um engano. Como assim um engano? Quer dizer que foi tudo mentira? Quer dizer que acabou?

Embora tudo o que vivemos aqui nesta vida seja repleto de significados e grande parte deles seja de muita importância, eles jamais serão eternos! Alianças são quebradas por diversos motivos, mas a razão mais importante para isso acontecer é quando uma das partes envolvidas não deseja mais mantê-la. Eternas serão as lembranças, estas sim nem o tempo e nem ninguém é capaz de apagar, destruir ou alterar.

Alianças rompidas

A dor de uma aliança rompida é quase insuportável, porque o que até então era considerado sólido, firme e eterno acabou virando fumaça em um simples minuto. Acabou! E o que fazer agora? Pode chorar se preferir, mas não chore a vida inteira que lhe resta, deixando que as lágrimas, a raiva e o ressentimento o impeçam de ver as novas oportunidades e lhe roubem o direito de recomeçar e, quem sabe, de se refazer, ou fazer uma nova aliança.

Afinal, a vida tem dessas coisas, nunca sabemos o que vai ficar e o que vai passar, só vivendo mesmo para saber!