5 chaves para manter um casamento saudável

· setembro 15, 2016

O amor é um sentimento, mas precisa ser cuidado. O amor requer ação, intenção e abertura para poder sobreviver. Não basta sentir, é preciso viver esse amor. O casamento não é um fato consumado, precisa de carinho e atenção para se manter forte e saudável.

Durante muito tempo ouvimos a metáfora de que um amor é como uma planta que precisa ser regada para manter-se viva e crescer. É um clichê, mas nos explica algo muito importante. A planta precisa de cuidados, mas se regarmos demais ou de forma inadequada, a matamos.

Se você não cuida de si mesmo, com que critério vai cuidar do outro? É nesse ponto que queremos chamar a sua atenção: você não consegue amar o outro se não amar a si mesmo, não espere do outro alguma coisa que você mesmo não se dá.

Respeite o seu parceiro e promova os seus objetivos

Esta é a primeira chave para manter um casamento saudável: respeitar o outro e demonstrar isso. Todos nós gostamos de saber que somos necessários e úteis, que o nosso parceiro entende e aceita o que fazemos, que respeita as nossas decisões.

Se um casal não se respeita, não reafirma suas crenças e valores, perde os objetivos, a cumplicidade e a ilusão. Às vezes não é fácil evitar as influências externas e a avaliação das pessoas que veem tudo de um outro ponto de vista.

Se você quer que o seu parceiro o respeite, valorize as suas decisões, respeite-o e respeite a si mesmo.

casal-fazendo-coração-em-casamento-saudável

Entender, reconhecer e apoiar o seu parceiro em suas necessidades e objetivos é uma maneira de mostrar o seu respeito e fazer com que o ouro se sinta amado. Conversem sobre os seus objetivos, progressos e medos.

Transforme os sonhos do seu parceiro em seus sonhos e participe das suas realizações. Isso não significa que você não tem os seus próprios objetivos e deixa os seus sonhos de lado para realizar os dele. Na verdade, o seu parceiro deve fazer o mesmo por você; criem um caminho para avançarem juntos, apoiando-se mutuamente.

Dê prioridade para a intimidade no casamento

A afeição física é essencial em um relacionamento. A intimidade física é uma forma de expressão, um sinal de cumplicidade, uma forma de dar e obter segurança.

A intimidade fortalece os laços do casal, mas também ajuda a manter uma autoestima saudável. Não se trata apenas de sexo, mas também de outras manifestações de carinho e paixão, como beijos, abraços, carícias e palavras sensuais …

Neste ponto não podemos esquecer a importância da intimidade emocional. Na verdade, o sexo por si só pode ser feito com qualquer pessoa, mas somente se houver intimidade emocional a intimidade física colabora para manter um relacionamento saudável e duradouro.

caracteristicas-casamento-saudável

Mantenha a sua privacidade

Compartilhar a vida com o outro é a base de um casamento, mas só se cada um mantiver seu próprio espaço pessoal a relação se tornará saudável. Cada um tem as suas necessidades individuais e evolui de formas diferentes.

Manter um espaço pessoal e privado, abrir-se para novas possibilidades, mudar alguns hábitos, faz parte da liberdade de cada um. Além disso, incentive o seu parceiro a ter o seu espaço, a não ser dependente de você, e a não querer que você dependa dele.

Ter um espaço próprio e independente não significa ignorar o outro, mas ajuda a recarregar as energias e transformar essa relação de forma positiva.

Comunique-se em vez de reclamar

Um dos problemas mais comuns nos relacionamentos é a nossa forma de expressar as divergências: com queixas e xingamentos. Mas isso nunca acaba bem, vai abrindo uma brecha que se aprofunda e dói.

Para manter um casamento saudável é preciso se comunicar, falar sobre tudo, fazer críticas construtivas sem ironia ou sarcasmo, mostrando respeito e desejo de chegar a uma solução. Colocar lenha na fogueira pode ser gratificante em um primeiro momento, mas no final é o fogo quem ganha; transforma tudo em cinzas.

casal-apaixonado-casamento

Aceite o seu parceiro como ele é

Tentar mudar alguém é um jogo perdido. Se você ama alguém deve aceitá-lo como ele é, pelo que é agora, e não esperar que mude porque está apaixonado por você. A segurança que buscamos em um casamento reside no fato de que o outro nos ama como realmente somos, aceita os nossos defeitos e está consciente das nossas limitações.

Saber que somos amados nos torna pessoas melhores. Por isso, é importante conhecer bem o seu parceiro e deixar-se conhecer, mostrando-se como realmente é.

Não tente forçar o outro a seguir o seu caminho para evoluir com você. Deixe que ele decida livremente. Se você acredita que ele pode ser uma pessoa melhor, não force uma situação: inspire-o com as suas atitudes e maneira de fazer as coisas, sem invadir o seu espaço pessoal e sem deixar que ele invada o seu.