A arte da conquista - A Mente é Maravilhosa

A arte da conquista

julho 10, 2015 em Psicologia 9 Compartilhados
conquista

Certamente, em alguma ocasião, você se perguntou “Será que talvez exista a chamada “arte da conquista?”. Bom, em primeiro lugar, devemos ter claro que, no amor, não vale tudo e nem somos iguais. Cada um de nós tem necessidades e aspirações que vão se ajustar ou não a essas pessoas pelas quais nos sentiremos atraídos.

Com isso, queremos dizer que é difícil redigir uma espécie de manual de uso do bom amor ou da arte da conquista. Nesse mundo específico, chegamos sem manual de instruções, e é aí, nesse longo processo de aprendizagem, experiências, erros e acertos, que reside o melhor modo de ir escrevendo a nossa própria história das relações humanas.

Agora sim, na hora de falar de estratégias de sedução, podemos determinar dimensões básicas que podem nos orientar. Devemos indicar, em primeiro lugar, que a sedução não se limita unicamente ao plano romântico e sentimental. Seduzir, potencializar o melhor de nós mesmos ao mundo exterior. Assim, pois, essas estratégias simples podem ser aplicadas ao nosso trabalho e a outros âmbitos da nossa vida.

Porque, no final, uma pessoa sedutora é aquela que conhece seus pontos fortes, aquela que utiliza as suas virtudes para mostrar o melhor de si mesma, para cativar e conseguir proximidade com aqueles que o rodeia. Vejamos:

1. Seja a sua própria marca

Não, não estamos falando de marketing… mas quase. Ser a sua própria marca significa assumir, em todos os momentos, que somos únicos. Dispor de um autoconceito próprio que nos diferencie dos demais. O essencial é não ser determinado pelos demais, dispor de uma personalidade única e autêntica, livre de convencionalismos e determinismos.

Pense por você mesmo, aja de acordo com os seus projetos e com as suas necessidades, escolha quem você quer que lhe influencie e quem não quer. As personalidades únicas sempre são sedutoras. Para se apaixonar, a autenticidade e sua demonstração são fundamentais. Crie a sua própria marca, seja você mesmo.

2. Os papeis mudaram

Pode ser que ainda existam pessoas que acreditem que o habitual é que os homens sejam sempre os que iniciam a arte da conquista, enquanto as mulheres assumem um papel mais passivo. Nas últimas décadas, os usos e costumes mudaram bastante, sem contar com os canais de comunicação: redes sociais, novas tecnologias. A mulher não espera que os outros deem o primeiro passo, e eles podem adotar uma atitude mais passiva para permitir que sejam conquistados. Os papeis agora são mais semelhantes.

Então, qual é o segredo? Simplesmente fazer com que o outro se sinta bem, sendo verdadeiros e evitando qualquer tipo de manipulação. Jamais demonstre ser aquilo que não é, ainda que seja possível fazer isso hoje em dia, principalmente através das redes sociais.

Os papéis mudaram e a sedução pode acontecer por diversos canais, mas para que uma pessoa se apaixone, você deve ser você mesmo, em cada momento. Sempre que puder, gere sentimentos positivos, transmita abertura, sinceridade, senso de humor…

Trate a outra pessoa de igual para igual. Não importa quem inicia o processo de conquista, o importante é confiar sempre em você mesmo, mantendo uma boa autoestima e um bom autoconceito. Você é a sua própria marca, é único e especial, e todos nós somos capazes de cativar. 

3. Psicologia da atração

A psicologia da atração nos diz que, na hora de conquistar uma pessoa, podemos fazê-lo por meio de três dimensões: conseguir uma conexão emocional, demonstrar ao outro que somos o que ele necessita, e desenvolver uma atração física.

Bom, é verdade que, em um primeiro momento, o aspecto físico é importante, mas devemos ter claro que, sem uma conexão emocional, a paixão não será real. Ficar é simples, mas conquistar a pessoa que nos interessa de verdade já não é tão fácil.

Demonstre a essa pessoa que você é o que ela precisa, pergunte sobre as suas necessidades, seus medos, suas aspirações… faça-se necessário para ele/ela, mostre apoio, pratique a escuta ativa, desenvolva a empatia, estabeleça uma boa comunicação… tudo isso formará vínculos fortes. Torne-se imprescindível e terá entendido no que consiste a arte da conquista.

Recomendados para você