As melhores frases de Balzac

julho 10, 2019
As frases de Balzac têm a essência de sua narrativa e o poço de sua experiência. Neste artigo, vamos explorar algumas das mais marcantes. Junte-se a nós!

Escolher as melhores frases de Balzac é uma tarefa árdua. Quase todas as suas afirmações conferem à sabedoria tamanha beleza que é difícil fazer uma escolha justa. Afinal de contas, estamos falando de um dos maiores escritores de todos os tempos.

Um dos aspectos mais interessantes das frases de Balzac é o realismo e a perspicácia com que visualiza a condição humana. Honoré de Balzac foi exatamente isso: um profundo observador do comportamento individual e social. Esse aspecto pode ser encontrado refletido em seus textos.

Outro dos aspectos notáveis da obra desse grande romancista é o respeito pela complexidade humana. Suas ideias e seus personagens nunca são unidimensionais nem simples.

Ele sabia que em uma mesma pessoa atuam forças contraditórias, que originam as maiores grandezas e as maiores misérias. Estas são algumas das frases mais marcantes de Balzac.

“Toda a felicidade depende da coragem e do trabalho. Vivi muitos períodos de miséria, mas com energia e sobretudo com esperança, superei todos eles”.
-Honoré de Balzac-

Livro aberto ao ar livre

Três contundentes frases de Balzac

O gênio do romance realista francês afirma: “Esquecer é o grande segredo de vidas fortes e criativas”. Assim como a memória cumpre um papel definitivo na construção da identidade, o esquecimento também tem um papel decisivo na capacidade de seguir em frente.

Outra das frases de Balzac nos diz: “Não existe um grande talento sem um grande poder de vontade”. Ninguém melhor que ele para afirmar isso. Dizem que trabalhava até 15 horas por dia e passava várias noites em claro. Por isso sua grande obra A Comédia Humana é monumental e eterna.

Outra frase sua nos diz: “Quando você duvida do seu poder, dá poder à sua dúvida”. É um jogo de palavras que encerra uma grande verdade. A insegurança nutre a si mesma de forma voraz. Por isso, é melhor não dar espaço a ela.

Balzac, o pensador

Honoré de Balzac refletiu muito sobre a vida e seu sentido. Sobre os valores e seu significado. A seguinte afirmação é fruto desses pensamentos profundos: “Nossas piores desgraças nunca passam, e a maioria das misérias chegam antecipadamente”.

Em poucas palavras, pensar no mal que está por vir é, muitas vezes, inútil.

Um dos temas recorrentes nas frases de Balzac são os vícios e as paixões. Sobre esse assunto, afirma: “As paixões nobres são como os vícios: quanto mais são satisfeitas, mais crescem”. Ele fala sobre a face e a marca das paixões: as positivas e as negativas. Ambas tendem a crescer na medida em que as deixamos fluir.

Outra das frases de Balzac que é uma condensação de sabedoria diz: “Nas grandes crises, o coração parte-se ou endurece”.

Mulher determinada

As relações entre as pessoas

Esta é uma bela frase de Balzac sobre a amizade: “O que é indissociável às amizades e dobra seu encanto é um sentimento que falta ao amor, a certeza”. Não lhe falta razão. Enquanto no amor romântico sempre há um manto de incerteza, a amizade tem uma solidez que proporciona certezas.

Também sobre as relações entre as pessoas, Balzac afirma: “Enquanto aqueles que não têm vergonha se reconciliam depois de terem se atingido mutuamente, os amantes rompem irrevogavelmente com um simples olhar ou palavra”.

Ele também tem razão. Os vínculos amorosos genuínos são muito mais delicados que aqueles baseados na conveniência ou no costume.

Balzac era francês e, como um bom francês, também dedicou algumas de suas reflexões ao tema do vestuário, da aparência e da elegância. Sua perspectiva sobre esse assunto é muito particular.

Uma de suas frases diz o seguinte: “Elegância é a ciência de não fazer nada igual aos demais, aparentando fazer tudo da mesma maneira que eles”.

Como muitos outros grandes personagens da história, a vida de Balzac não foi fácil. Ele sobreviveu a uma infância e adolescência cheias de maus-tratos e a um colapso ao qual chamou de “congestão intelectual”.

Viveu uma grande história de amor que durou quase toda a vida e desfrutou da admiração de seus contemporâneos, deixando-nos uma fonte de sabedoria em forma de literatura para aqueles intrépidos exploradores que buscam o conhecimento.

  • Benjamin, R. (1962). La vie prodigieuse de Balzac. Union générale d’éditions.