A beleza das carícias na cama

· dezembro 23, 2017

Marcel Marceau dizia com sua habitual sabedoria e humor: “Nunca faça um mímico falar. Ele não vai parar”. Obviamente, ele fazia referência a sua profissão. No entanto, as carícias na cama, no sentido figurado, também não se detêm, nem falam… mas dizem muito.

Trocar mimos, estar abraçados, mostrar com nossos gestos afetividade e intimidade, etc. Tudo isso tem um significado especial. Na verdade, pode se transformar em uma rotina muito positiva e útil.

“Minha pele está gravada com seus sinais e não há vento nem água que possa lavá-la sem deixar meu nome borrado, desbotado e sem sorriso”.
-Gioconda Belli-

Os benefícios das carícias na cama

Um gesto simples, um abraço ou uma carícia, algo que poderíamos considerar como banal ou, inclusive, casual, na realidade é muito saudável. Compõe uma série de vantagens que vão além do mero bem-estar momentâneo. Podem, inclusive, melhorar nossas vidas, já que acrescentam muito a nível psicológico e até mesmo físico.

Casal na cama

Aumentam o nível de oxitocina

A oxitocina é o hormônio que o corpo produz quando experimentamos felicidade e intimidade. Uma simples carícia ou um olhar de cumplicidade pode produzi-la em boa quantidade para experimentar a sensação de estar vivendo um momento de intimidade com outra pessoa.

Esta é a razão pela qual nos sentimos mais relaxados e alegres quando trocamos mimos com nosso cônjuge na cama. Inclusive, ao se transformar em uma prática habitual, associaremos essa pessoa com a intimidade e, cada vez que pensarmos nela, sem importar se está presente ou não, o relacionamento se fortalecerá.

Melhoram a resistência à dor

A oxitocina não é só o hormônio da felicidade, mas também ajuda a suportar melhor a dor. Ela é a responsável por nos fazer sentir “nas nuvens” e experimentar essa sensação agradável quando encontramos o cônjuge.

Ao secretá-la, nossa atenção esquece os estímulos desagradáveis e se centra naqueles que nos produzem de algum modo o bem-estar. Um abraço sincero em um momento de desânimo ou uma carícia de apoio quando estamos desanimados ajudará a nos sentirmos bem melhor.

Enriquecem o relacionamento

As carícias na cama são excelentes “companheiras” adicionais, já que enriquecem a relação.

Associar a cama com dormir e manter relações sexuais é o mais comum, mas também pode ser um lugar de encontro com o outro para reforçar a intimidade e a confiança. Um espaço para trocar e consolidar sentimentos profundos.

A cama não é só para dormir. Na verdade, quanto mais usos dermos a ela, maior será o enriquecimento pessoal e afetivo. Os abraços, as carícias e os mimos fazem parte desse uso extra, além do simples e necessário descanso.

A importância das carícias na cama

Combatem o estresse

O contato físico prazeroso com um ser querido reduz os níveis de ansiedade e estresse de modo significativo. Se, além disso, fizermos isso com calma, junto com alguém amado, não há dúvidas de que o benefício é total.

Hoje em dia vivemos em uma sociedade onde tudo parece passar rapidamente. Na verdade, o cortisol, o hormônio produzido em grande quantidade quando estamos estressados, diminui muito durante o contato com a pessoa amada.

“Um abraço, o tato da pele ou um mimo são gestos excelentes para melhorar o nosso estado mental”.

Melhoram o desenvolvimento infantil

Ao falar de carícias não podemos nos esquecer das crianças e dos bebês. Porque na maternidade, o contato físico é fundamental.

Descobriu-se que o desenvolvimento cognitivo dos bebês que passam muito tempo na incubadora é pior que o resto das crianças. Parcialmente, isso acontece devido à falta de contato físico durante os primeiros dias de vida, por isso é tão importante não esquecer esse detalhe e dar todo o nosso amor ao bebê através do tato e das carícias.

“Leva minha alma na tua pele, eu levarei tua alma na minha pele”.
-Rosana-

Mãe na cama com seu filho bebê

Agora você já sabe que as carícias na cama são muito benéficas. Mais do que isso, poderíamos dizer que são extremamente necessárias. O que você está esperando?