A bissexualidade e as mulheres – A mente é maravilhosa

A bissexualidade e as mulheres

Março 21, 2015 em Curiosidades 12 Compartilhados

A bissexualidade é o estado no qual a orientação sexual de uma pessoa faz com que ela se sinta atraída tanto por pessoas do seu mesmo sexo, como por aqueles do sexo oposto. Porém, tanto a comunidade gay quanto a heterossexual tendem a discriminar ou rejeitar, mais intensamente, as pessoas bissexuais.

A rejeição às pessoas bissexuais

Mas porque há a rejeição? Muitas pessoas remetem a diferentes mitos ou crenças populares, como afirmar que os bissexuais “estão confusos” e “não sabem o que querem”, ou que “só estão passando por uma fase”. Outros juízos de valor ainda mais severos afirmam que os bissexuais são “infiéis por natureza” e que “não são capazes de conservar uma relação a longo prazo”; enquanto um terceiro grupo simplesmente não está disposto a confiar em alguém que não se decide sobre seus próprios gostos.

O irônico disso tudo é que essa rejeição é mais notável nas mulheres do que nos homens. Uma das possíveis explicações para isso segue o argumento de que uma lésbica não pode aceitar que uma mulher que já esteve com outras mulheres também deseje estar com um homem. Além disso, a porcentagem de mulheres bissexuais é maior que a de homens, e é muito mais comum que as mulheres heterossexuais já tenham experimentado fantasias sexuais com alguém do mesmo sexo, em comparação com os homens.

Estudo sobre a bissexualidade e os preconceitos que a rodeiam

Um grupo de especialistas da Universidade Estatal de Boise realizou, recentemente, um estudo que apresentou resultados bastante polêmicos sobre a bissexualidade. Este estudo constatou que as mulheres heterossexuais (numa porcentagem de aproximadamente 60%), se sentiam atraídas por pessoas do mesmo sexo, enquanto um número também alto de mulheres lésbicas, acabava sendo responsável por grande parte do consumo de material pornográfico heterossexual e homossexual masculino. Descobriu-se, em outro estudo, que todas as mulheres se sentiam excitadas por qualquer pornô (lésbico, gay ou heterossexual), independentemente de sua orientação sexual.

Em contrapartida, segundo gráficos do informativo sobre a bissexualidade de The Open University, os homens que sentem atração ou curiosidade por mais de um sexo chegam a apenas 6%. No entanto, muitos estudiosos afirmam que essa diferenças entre as porcentagens se devem à sexualização da mulher na sociedade atual, em outras palavras: devido à indústria do entretenimento adulto, é mais comum ver interações de mulheres com outras mulheres, ao mesmo tempo em que é mais comum que as mulheres se mostrem afetuosas com suas amigas e que tenham contato físico com as mesmas, enquanto os homens tendem a ser mais reservados neste aspecto.

Outro lado deste informativo afirma que a bissexualidade é real, e que a bifobia (fobia e ódio à pessoas bissexuais) é ainda mais real, e isso pesa sobre toda esta comunidade. A verdade é que deveríamos ser capazes de respeitar a ideia de que cada um decide com quem deseja compartilhar sua cama e sua vida.

Créditos da imagem: annonymus

Recomendados para você