Como diferenciar amor e amizade 

· setembro 21, 2018

Você sabe como diferenciar amor e amizade? Pode parecer fácil, mas na verdade, não é. Muitos de vocês podem pensar que pode haver amor e amizade ao mesmo tempo, e que, por outro lado, sem amor não pode haver amizade. Mas o que pode ser dito com relação a estas crenças?

“Amor” é uma palavra carregada dos mais variados sentidos, por isso explicá-la com exatidão não é fácil, já que existe um verdadeiro abuso da mesma. Na palavra “amor” cabe um conjunto de significados que seria preciso esclarecer.

O uso, abuso, falsificação, manipulação e adulteração do termo “amor” exige um esforço especial para evitar que o ato de amar acabe vulgarizado. Por essa razão, devemos voltar a descobrir sua verdadeira grandeza, mas também suas exigências. 

Amor: a palavra das mil faces

O amor é um tema fundamental na vida humana. No entanto, hoje em dia ele se transformou em um produto da indústria e, especificamente, das revistas de relacionamentos. Em tais revistas, fala-se muito de relações afetivas (que não são amizade), físicas e de contatos, mas fala-se muito pouco de amor em seu sentido autêntico.

A palavra “amor” deriva do latim amor, -oris, mas também de amare, por um lado, e caritas por outro. Amare procede do termo etrusco amino (gênio de amor), e se aplica indistintamente aos animais e aos homens, já que tem um significado muito amplo: “amar por inclinação, por simpatia”, pois nasce de um movimento interior. Seu oposto é odi (odiar).

No português, o sentido do vocábulo “amor” demonstra uma grande riqueza: amor, carinho, estima, preferência, paixão, propensão, entusiasmo, arrebatamento, fervor, admiração, efusão, reverência, etc. 

Casal apaixonado se olhando

Em todas elas, há algo que se repete como uma constante. Isso que se repete não é nada mais nada menos que a tendência baseada na escolha de algo que nos faz desejar companhia e bem-estar. Esta dimensão não é nada além de uma preferência: preferir, selecionar, escolher, entre muitas coisas, uma que é válida para a pessoa.

O amor de amizade

O amor também faz referência à relação de amizade ou simpatia que se desenvolve com outra pessoa. Nas palavras de Enrique Rojas, “esta há de ser de certa intensidade, o que supõe um determinado nível de entendimento ideológico e funcional”.

O amor de amizade é um dos melhores presentes que a vida pode proporcionar. Graças a ele, podemos perceber a relação humana como próxima e cheia de compreensão. Laín Entralgo definiu este amor como “uma peculiar relação amorosa que implica a doação de si mesmo e a confidência”. 

De acordo com Laín Entralgo, a amizade fica psicologicamente constituída pela sucessão de atos de benevolência, beneficência e confidência que dão forma à própria comunicação. Na amizade não existe tanta intensidade como no amor. Amar alguém é precisar dessa pessoa.

Como diferenciar amor e amizade

Amar uma pessoa e ser sua amiga é a mesma coisa? Amar uma pessoa é precisar dela, procurá-la, ir atrás, desejar o melhor para ela, ter vontade de compartilhar tudo. O amor tem uma vocação de absoluto, de inabalável. Dessa forma, nasce deste encontro uma comunicação íntima e cheia de mistério, já que amar alguém é se comunicar de forma profunda.

O amor, entendido como paixão, provoca uma espécie de encantamento. A personalidade alheia recai sobre a nossa e começamos a viver dentro do outro e a partir do outro. O tempo parece parar e percebe-se a necessidade de compartilhar tudo: palavras, acontecimentos, lembranças, pensamentos… cada instante com a pessoa amada é intenso, vivo e pleno.

Por outro lado, ter um amigo não é a mesma coisa que ter um parceiro, um amor. De fato, ter um bom amigo é possuir um tesouro muito valioso que é compatível a um relacionamento. Entretanto, é possível confundir os sentimentos de amor e amizade, pois existem relações de amor que surgem a partir de amizades.

Grupo de amigos são amor e amizade

É amizade ou eu estou me apaixonando?

O amor de casal inclui uma amizade, mas a relação de amizade não inclui uma relação de casal. Não é difícil encontrar casais que, além de serem bons parceiros, também nutrem uma grande amizade. 

Quando estamos diante do amor, compartilhamos mais tempo e mais momentos de intimidade do que com uma amizade. Com um amigo, também podemos compartilhar momentos perfeitos como com um parceiro, mas são instantes alheios à convivência do lar.

Por último, podemos afirmar que em um relacionamento amoroso existem inimigos que não trabalham da mesma forma que em uma amizade. No amor de casal existem os ciúmes, a rotina, o medo do abandono, o “ser” sem a outra pessoa, a perda da paixão, o sexo, a infidelidade, etc.

Como vimos, não é fácil diferenciar amor e amizade, pois tudo depende de como definimos o amor. Existem tantas definições para ele que a tarefa acaba se tornando muito complexa. O que ficou claro é que uma amizade não é a mesma coisa que um relacionamento.