Como manter a chama do amor acesa na relação

Como manter a chama do amor acesa na relação

11, outubro 2015 em Emoções 1 Compartilhados
Como manter a chama do amor acesa na relação

Para muitas pessoas, os sinais de graves problemas em seus relacionamentos passam despercebidos. Aparentemente tudo está indo bem e, de repente, tudo acaba. Muitas vezes é difícil identificar como chegamos a este ponto, pois antes tudo parecia calmo e só existia um problema aqui e outro ali, que não pareciam tão importantes.

Mesmo que o fim do amor possa ser difícil de prever, é possível encontrar certos sinais de vão ajudar você a identificar problemas que podem surgir em seu relacionamento, fortalecê-lo e manter acesa a chama da relação.

Respeito: uma palavra mágica

Talvez você não tenha percebido isso ou, talvez, você não tenha dado a importância necessária, mas cada vez que você faz gestos estranhos enquanto seu parceiro faz algum comentário do qual você não gosta, você está faltando com respeito. Você já imaginou como se sentiria se seu parceiro fizesse o mesmo com você? Você interpretaria isso como falta de amor na relação?

Levantar a voz inesperadamente pode ser ofensivo e doloroso. É quase equivalente a um insulto com xingamentos e palavrões. Também é falta de respeito quando o seu parceiro está falando sobre algo e você não presta atenção.

O resultado deste tipo de comportamento pode ser um alerta vermelho para a manutenção de um relacionamento estável.

Superar as experiências negativas com as positivas

Qualquer tipo de relação passa por experiências de todos os tipos. No entanto, quando se trata de armazenar memórias, é sempre bom manter os bons momentos sobre os maus momentos. Parece incrível, mas as experiências ruins permanecem por mais tempo na memória.

De acordo com algumas pesquisas, é necessário ter um mínimo de cinco boas lembranças para esquecer uma má experiência e para superar as más experiências. Experimente, seja honesto consigo mesmo e esforce-se para salvar a relação. Você vai ver que os seus esforços serão recompensados.

Erro ou maldade?

Você deve levar em conta que nem todas as negligências do seu parceiro são intencionais. Pode ser que você tenha se esquecido de algo que o seu parceiro lhe pediu enfaticamente. Mas você não fez isso deliberadamente, só se esqueceu.

No entanto, surgem as alegações, os argumentos e a vontade de vingança. E tudo por uma negligência ou esquecimento que, talvez, você nunca tivesse pensado que traria consequências desastrosas para a sua relação. Já passou por isto? E se você perdoasse o seu parceiro por ele não ser perfeito?

Vale a pena prevenir um rompimento amoroso?

Se seu parceiro tem algo a discutir, o melhor é ouvi-lo e tentar encontrar uma solução para o tema da discussão. Não é iniciar um “debate”, porque com isso você não vai conseguir ir muito além do problema central. Também não se trata de se calar e só ouvir a queixa do outro, ou se é você a se queixar, que não encontre ouvidos surdos para os seus argumentos.

Más interpretações tendem a resultar em rompimento em casos de amor. É melhor falar claramente sobre o que você pensa e sente, e não interpretar o que você vê ou ouve de seu parceiro.

Avaliar seu relacionamento é um tema de muita importância, e é preciso fazê-lo antes que seja tarde demais. Para manter queimando a chama do amor é necessário a energia dos dois envolvidos. E ambos os lados devem estar prontos para agir em conformidade. O amor, quando recíproco, sempre vale a pena.

Imagem cortesia de lightwavemedia.

Recomendados para você