Como superar um aborrecimento com seu parceiro – A mente é maravilhosa

Como superar um aborrecimento com seu parceiro

abril 14, 2015 em Emoções 0 Compartilhados

Os aborrecimentos de casais são situações bastante comuns que surgem por várias razões e que podem desencadear grandes conflitos. Para superar e controlar a raiva surgida de um conflito, é essencial identificar os nossos sentimentos e os sentimentos do outro.

Por que os casais discutem

Antes de determinar como controlar o aborrecimento no casal ou como enfrentá-lo, é importante saber por que nos aborrecemos, qual é a origem das discussões dos casais.

Normalmente os casais discutem por cinco grandes temas: dinheiro, sexo, sogros, problemas relacionados com a casa e com o trabalho e aumento da família (ter filhos). Mas o aborrecimento, na verdade, ocorre quando um dos parceiros percebe que o outro não se preocupa com como ele se sente, e a dor que causa esta desconexão provoca a raiva. Neste sentido, a raiva seria uma expressão de medo e ansiedade diante do temor de não se ligar ao outro, um mecanismo de sobrevivência.

O aborrecimento e a expressão das emoções durante o conflito

Um estudo sobre a comunicação das emoções durante o conflito dos casais, realizado em 2012 por Keith Sanford, professor associado de psicologia e neurociência na Universidade de Baylor, descobriu que os casais são muito hábeis em ler as emoções de seus companheiros durante as discussões. O problema é que o significado dessas emoções, especialmente a raiva, nem sempre são óbvios.

Sanford descobriu que quando um conflito se repete mais de uma vez, os casais expressam raiva em relação a ele, não importa o que realmente sentem, e independentemente do fato de que isso possa levar a mais conflitos, de modo que a situação se torna uma armadilha difícil de escapar.

Sanford também descobriu que quando um parceiro está chateado é muito provável que ele se esqueça de que o outro pode estar triste, inclusive quando ele também o estiver. Outras investigações realizadas anteriormente revelam que expressar a tristeza aproxima as partes e permite que o casal supere a raiva. Ou seja, se a tristeza é expressada durante o conflito, é mais fácil resolvê-lo. O problema é que é muito difícil que se note a tristeza quando também se expressa a raiva.

Como enfrentar um conflito no relacionamento

Quando os casais têm conflitos é importante ter bem claro qual é o propósito da discussão, coisa que a maioria dos casais não fazem.

Chatear-se e provocar uma discussão sem estar consciente dos próprios sentimentos pode gerar raiva como uma reação para nos sentirmos menos vulneráveis, o que torna difícil que o outro possa compreender os sentimentos reais e a tristeza do primeiro, e também reaja com raiva. Isso cria um ciclo de discussões constantes, que não levam a nenhuma conclusão.

No entanto, se os membros de um casal pararem por um momento para tentar identificar os outros sentimentos envolvidos e estiverem dispostos a expressar essas emoções para fazer as mudanças, o resultado será diferente.

Imagem cedida por Vic

Recomendados para você