Curiosidades sobre os beijos

Curiosidades sobre os beijos

2, novembro 2015 em Curiosidades 2 Compartilhados
Curiosidades sobre os beijos

Os beijos nos permitem demonstrar nosso amor, nos fazem sentir felicidade e são importantes em toda relação. Eles acompanham o ser humano desde sempre, e sejam carinhosos ou apaixonados, sempre serão uma parte importante da vida de um casal.

Hoje irei compartilhar algumas curiosidades sobre os beijos e algumas boas razões para beijar com mais frequência.

A origem dos beijos ainda é incerta. Acredita-se que seja um costume dos primeiros grupos de pessoas, onde as mães mastigavam a comida para dar de comer a seus filhos. Da mesma forma como os pássaros fazem hoje em dia.

Cientistas consideram que os feromônios aceleraram a evolução do beijo íntimo. Muitos animais e plantas usam feromônios para se comunicar com outros da mesma espécie. Se os feromônios desempenham um papel importante no cortejo, beijar poderia ser uma boa maneira de transmitir tais feromônios.

Há muitas formas de beijar. Você pode beijar com paixão, com dor, com desespero. Com amor, com desejo ou até mesmo com luxúria. Também há muitas mensagens que podem ser transmitidas ao beijar alguém. Talvez você queira que a pessoa saiba coisas sobre você, mas não se anima a dizer-lhe ou quer que perceba de outra forma. Porque é assim, o beijo é assunto de dois.

O primeiro beijo é sempre inesquecível. O primeiro beijo que damos na vida é uma lembrança que todos nós temos, cheio de amor e romantismo. Mas, ao começar um novo relacionamento, o primeiro beijo também é crucial.

Ao dar o primeiro beijo você está sentindo e julgando muitas coisas. Há determinadas coisas que você observa e avalia, mas há outras que você não percebe. Seu corpo e seu cérebro recebem uma informação invisível e a processam para logo enviarem as sensações que você vai usar para chegar a uma conclusão.

Todos os beijos que você dá transmitem sensações táteis inigualáveis. Motivam, dão um sentimento de intimidade, euforia e até mesmo de excitação sexual. Essa onda de mensagens neurais pode chegar a determinar o grau de compatibilidade que você tem com seu parceiro. E, assim, determinam a duração da relação.

As substâncias que liberam e o prazer que nos produz são similares a aqueles de algumas drogas químicas. Por isso geram vício e, se você encontrar alguém quimicamente compatível, seus beijos serão irresistíveis para você!

Seus lábios têm a pele mais fina de todo o corpo e, além disso, estão densamente povoados de neurônios sensoriais. Isso faz com que a sensação de tato que é gerada seja muito maior, inclusive ao acariciar alguém.

O ato de beijar provoca muitos efeitos hormonais. Estudos revelam que são mais visíveis em homens do que em mulheres. Isso acontece porque, nós, mulheres, precisamos de uma infraestrutura de romantismo e dedicação extra para obtermos os mesmos resultados que os homens.  Estas substâncias químicas estimulam o pulso e a pressão sanguínea.

O beijo pode ser uma prova de fogo para um homem e para uma relação. Embora tenha evoluído como uma estratégia de cortejo, nós, mulheres, o usamos para classificar um possível parceiro.

Se não souber beijar ou simplesmente não tiver impressionado, certamente a relação não será muito duradoura.

Sem dúvidas, o romantismo ainda existe e os lábios que beijam continuam sendo os mais lindos.

Recomendados para você