Dados fascinantes sobre os sonhos – A mente é maravilhosa

Dados fascinantes sobre os sonhos

agosto 2, 2015 em Psicologia 191 Compartilhados
sonhos

“Nós somos feitos do mesmo material que os sonhos, e nossa pequena vida termina dormindo”
William Shakespeare

Pesquisas realizadas sobre os sonhos em todo o mundo são fascinantes e intrigantes. Todos sabemos que o sono é uma necessidade biológica do ser humano, nos ajuda a organizar memórias, informações, etc. O cérebro é incrivelmente ativo à noite, reorganizando experiências e memórias como o computador mais sofisticado que possa existir.

Enquanto o nosso corpo descansa, repõe as forças.

Nossos sonhos, essas salas complexas onde acontecem histórias inexplicáveis, são quase sempre um reflexo das nossas preocupações e ansiedades, de nossos desejos… a noite é quase sempre um mundo onde caímos em uma dimensão que não entendemos completamente. Então, que tal conhecermos mais sobre o curioso mundo dos sonhos?

1. Por que algumas pessoas lembram dos sonhos e outras não?

Com certeza você tem um membro da família ou um amigo que sempre lhe surpreende contando seus sonhos. Como pode ser que se lembrem deles tão vividamente? Há uma explicação simples. Diversos estudos como o publicado recentemente na revista “Neuropsychopharmacology” nos dizem que cerca de 40% da população consegue se lembrar de seus sonhos devido a uma atividade diferente em seus cérebros

Seus ciclos de sono são mais curtos, e elas costumam acordar após a conclusão da fase REM, onde os sonhos muitas vezes surgem. Isto é, costumam voltar à consciência depois de um pesadelo ou um sonho, e isso facilita a lembrança. Se você é alguém que normalmente desfruta de um sono tranquilo, desde que se deita até acordar, você provavelmente não se lembra dos seus sonhos.

2. O sono alivia os traumas ou as lembranças ruins

Dormir é imprescindível para conseguir descansar. O mais curioso é, sem dúvida, o que nos explica um estudo da Universidade da Califórnia. Enquanto estamos no sono REM, o nosso cérebro passa por algumas mudanças a nível químico. O nível de norepinefrina é reduzido, bem como a sensação de estresse e de dor emocional. É uma maneira que o cérebro tem para processar as experiências mais dolorosas. É como se as passasse por um filtro, acompanhando-as de uma pequena dose de anestésico.

3. Sonhos lúcidos: o modo de controlar os sonhos

É incrível pensar que possa haver uma maneira de controlar os sonhos, mas não se trata de mágica. São os chamados sonhos lúcidos, sonhos conscientes que ocorrem quando percebemos que estamos sonhando. Certamente já aconteceu com você alguma vez. Estamos quase a ponto de acordar, mas não o fazemos completamente. Percebemos que estamos imersos em um estado de semi-vigília onde, de repente, podemos tomar a direção e o controle sobre esse vasto mundo de sonho.

Ocorre especialmente no final de um ciclo; termina um sonho e, de alguma forma, dizemos a nós mesmos que o que aconteceu não foi real… sentimos que estamos prestes a acordar, mas não abrimos nossos olhos. Não nos despertamos conscientes, simplesmente seguramos os fios do sonho e os movemos à vontade. Mas temos que ter cuidado com o que desejamos… se você quer por exemplo ter um encontro erótico com sua atriz/ator favorito, a excitação terminará por despertar-lhe.

4. O cheiro do nosso quarto influencia os nossos sonhos

Até recentemente, pensava-se que ao cair no mundo dos sonhos, nos desconectávamos completamente da realidade. Mas parece que não é assim… um estudo da Universidade de Dresden, Alemanha, nos diz que a fragrância presente no quarto determina o conteúdo dos nossos sonhos.

Os experimentos realizados para chegar a esta conclusão foram realmente curiosos: usaram desde ovos podres a lixo e fragrâncias sugestivas como canela ou rosas. Os resultados? Fascinantes. O cheiro ruim causou pesadelos e sonhos cheios de ansiedade… os sonhos mais agradáveis aconteceram, é claro, nos casos em que o aroma agradável de uma flor ou uma essência envolvia os pobres sujeitos do experimento.

Como dado curioso: foi descoberto que o cheiro de rosas melhorava a memória e evocava os melhores sonhos.

Recomendados para você