Deixar fluir: a arte de não ir contra a corrente

· setembro 19, 2018

Quando começarmos a deixar fluir, será mais fácil evitar ir contra a corrente. Cada experiência que vivemos influencia a nossa maneira de agir, sentir e pensar. De certa forma, isso nos transforma, seja pouco a pouco ou aos trancos e barrancos. Tudo depende da importância que damos a elas.

O problema surge quando as circunstâncias em que vivemos nos atingem com tanta força que são capazes de nos surpreender e colocar o nosso mundo de cabeça para baixo. De repente, não sabemos como agir porque gostaríamos que tudo fosse diferente. As expectativas podem nos machucar muito.

Às vezes, ficamos obcecados para que tudo saia perfeito, isto é, como havíamos pensado. Nós nos apegamos a um cenário de futuro ideal onde todas as peças do quebra-cabeça se encaixam perfeitamente, esperando que a realidade aconteça dessa forma.

A questão é que quando a realidade se mostra com as suas imperfeições, percebemos que há muitas peças que não se encaixam, outras que estão faltando e outras que nunca havíamos pensado. Portanto, nos sentimos frustrados, perdidos e desconfortáveis.

Agora, quem nos garantiu que tudo seria perfeito? Ninguém. Foi apenas uma suposição da nossa mente, uma história que ela nos contou para nos deixar tranquilos e livrar-nos daquele sentimento desconfortável de insegurança. A verdade é que a perfeição nem sempre é o melhor caminho. Ficarmos obcecados esperando que as coisas aconteçam como desejamos pode ser um dos maiores obstáculos em nosso caminho. Então, o que podemos fazer?

“O sábio procura não fazer, deixa que as coisas sigam o seu curso”.
-Carl Jung-

Deixar fluir e receber com amor o que a vida lhe traz

Nadar contra a corrente acarreta o risco de afogamento se não tivermos muita experiência. É como se estivéssemos presos em uma tempestade infinita. Por um lado, nos esforçamos demais, ficamos sem energia e exaustos e, por outro lado, esperamos que as circunstâncias mudem e possamos alcançá-la. No entanto, se praticarmos a arte de deixar fluir, tudo será mais fácil.

Deixar fluir significa deixar que o carretel de linha vá se soltando. É aceitar em vez de lutar, aproveitando a corrente para chegar aonde queremos. Isso implica nos deixarmos surpreender com o que acontece em cada momento, em vez de planejar tudo.

Deixar fluir é uma arte, um desafio maravilhoso que nos tornará mais livres.

Deixar fluir. Deixar a vida lhe surpreender e aceitar o que ela traz pode ser uma opção maravilhosa se a vivermos com responsabilidade e compromisso. Mas o que exatamente é essa atitude? Vamos explicar a seguir.

Dente-de-leão simbolizando o 'deixar fluir'

Se tentarmos controlar o que vai acontecer, além de tempo, gastaremos energia porque a maioria das variáveis está além do nosso controle. Agora, se cultivarmos a paciência e esperarmos para ver o que acontece, a angústia e a preocupação desaparecerão, porque deixaremos de nos concentrar no futuro para estar no presente.

Como deixar fluir?

Deixar fluir é a arte de se deixar levar, recebendo as surpresas da vida com gratidão e liberando, por sua vez, os medos que nos impedem de crescer. É viver o presente intensamente. Há muitas maneiras de praticar essa arte maravilhosa. Estas são algumas das mais efetivas.

  • Praticar a aceitação. É o primeiro passo para que ‘fluir’ se torne parte da nossa filosofia de vida. Aceitar o que acontece ao nosso redor, em vez de lutar contra isso, é a premissa básica. Muitas vezes nos empenhamos para que as circunstâncias aconteçam como esperamos e as pessoas ajam como pensamos, mas isso é apenas um engano da nossa mente. Isso pode acontecer ou não. Portanto, não há nada para esperar, mas para aceitar e, a partir disso, decidir o que fazer.
  • Conecte-se com o presente. Viver no aqui e agora, em conexão com cada momento, nos permite fluir porque nos liberta do peso do passado e das expectativas do futuro.
  • Aprender com as circunstâncias. Se você aprender com cada experiência, mesmo que ela não seja muito agradável, será mais fácil deixar fluir. Podemos aprender com tudo e com todos, não se esqueça disso.
  • Abra-se para o inesperado. Cada momento é único. Em vez de rejeitar o que não conhecemos, por que não nos arriscamos? Naturalmente, com responsabilidade e comprometimento.
  • Meditar. A meditação é um exercício poderoso para começar a entrar em contato consigo mesmo, para investigar o nosso interior e despertar. Graças a isso, desenvolveremos muito mais a nossa sensibilidade e, é claro, nos conectaremos com o presente.

Quando começarmos a deixar fluir, será mais fácil evitar ir contra a corrente. Há coisas pelas quais não podemos lutar e gastamos muito tempo, energia e raiva tentando forçá-las para que aconteçam como queremos. Sendo pacientes e deixando que o caminho nos mostre aonde ir, poderemos viver mais plenamente.

Mulher deixando a vida fluir

Os benefícios de deixar fluir

Não ir contra a corrente é uma boa opção para viver plenamente. Além disso, essa prática nos oferece importantes benefícios, como os seguintes:

  • Harmonia. Deixar fluir abre a porta para a tranquilidade e a calma, para a possibilidade de saborear a harmonia de tudo o que nos rodeia, para estar aberto ao que acontece, sabendo que nem tudo depende unicamente de nós.
  • Criatividade. Ao nos permitirmos não nadar contra a corrente, experimentaremos os momentos de uma maneira autêntica. Dessa forma, poderemos ter mais liberdade para gerar novas ideias, para escolher novos caminhos ou tomar melhores decisões.
  • Relaxamento. Deixar-se surpreender pelo que acontece nos ajuda a nos libertarmos da culpa e das expectativas, isto é, daquelas tensões que nos obrigam a permanecer em estado de alerta contínuo.
  • Desapego. Quando deixamos fluir, nos desapegamos das pessoas, situações ou coisas. Nós deixamos de lado o hábito de nos apegar para sermos felizes, soltamos o que nos fere e começamos a apreciar o verdadeiro valor de tudo o que nos rodeia.
  • Felicidade. Deixar fluir, de alguma forma, nos aproxima do sentimento que desejamos e que está dentro de nós: a felicidade. Estar calmo, sem apego e ligado ao presente fará com que seja muito mais fácil ser feliz.

Deixar fluir é deixar as coisas acontecerem, aprendendo e entendendo como elas realmente são, apreciando cada experiência, cada momento. Tudo tem o seu momento em nossas vidas.

Deixar fluir é uma arte e você é o pintor desta grande obra que é a vida. Você decide como quer levá-la. Aprenda a receber cada momento de braços abertos e você será capaz de viver em paz.

“Não se trata de ter todas as certezas, mas de aprender a conviver com as incertezas. Querer controlar tudo adoece. Deixar fluir cura”.
-Anônimo-