Demóstenes, o grande orador gago

· junho 10, 2018

Demóstenes entrou para a história como o maior dos oradores gregos. Isso, por si só, é mérito suficiente. No entanto, a verdade surpreendente da sua trajetória é tudo que teve que fazer para alcançar a glória. A sua é uma das história mais positivas dos grandes personagens.

Demóstenes tinha vários defeitos físicos que teve que superar. Sua saúde era muito frágil e constantemente estava doente, mas o mais grave é que sofria de gagueira. Isso, logicamente, era um obstáculo gigantesco para se converter em uma figura pública, como ele desejava. No entanto, com perseverança e trabalho, finalmente encontrou uma maneira para que sua voz e seu pensamento fossem reconhecidos.

“Demóstenes, cujo talento, recebido pela natureza e desenvolvido com o exercício, foi usado na oratória, chegou a exceder em energia e veemência todos os que competiram com ele na tribuna e no foro”.
 – Plutarco –

Demóstenes nasceu no ano de 384 antes de nossa era, em AtenasFoi filho de uma família abastada. No entanto, seu pai era comerciante e por isso não fazia parte da “aristocracia”. Os membros desta viam o ofício como uma tarefa de pouca consideração. Ainda sim, o pai deste grande orador contava com muitos bens. Entre eles, uma fábrica de facas, outra de móveis e um arsenal.

Quando Demóstenes tinha 7 anos, enfrentou a primeira dificuldade de sua vida. Ficou órfão. A herança foi confiada a três tutores, enquanto o menino ainda não alcançava a maioridade. Dois eram sobrinhos de seu pai e outro um amigo da infância. Os depósitos temporários dilapidaram pouco a pouco a rica herança, de modo que quando Demóstenes chegou à maioridade para administrá-la, esta já não existia.

Estátua grega

A lenda de Demóstenes

Demóstenes foi educado como correspondia à sua posição. Tinha grandes problemas de saúde, mas era um aluno curioso e motivado, que sempre queria aprender mais. Por isso se converteu em um leitor voraz. Chegou a ser um dos jovens mais instruídos de seu tempo. Além disso, ao redor de sua figura foi criada uma história, que ainda não se sabe ao certo se é real ou lenda.

Este jovem ateniense queria se converter no melhor orador da Grécia. Tinha interesse por assuntos de política e desejava que suas ideias chegassem a ter tanta influência quanto outras. Estudava com esmero os discursos dos grandes oradores. Diz-se que sendo muito jovem tentou dar sua primeira “palestra” e esta foi um fiasco.

Contam que durante seu primeiro discurso, foi vaiado pelo público. Isso se devia ao fato de Demóstenes ter um grave problema: era gago. As palavras se atropelavam em seus lábios e ele não conseguia se fazer entender. Diz-se que alguém do público gritou: “Coloque o ar em seus pulmões e não no cérebro!” Isso lhe causou um grave impacto. No entanto, estava decidido a alcançar sua meta e superar este obstáculo que parecia tão grande.

Um processo de evolução

Demóstenes assumiu as chacotas e as críticas como um desafio ao seu caráter. Havia crescido sozinho, e isso tinha fortalecido seu temperamento. Por isso decidiu lutar contra suas próprias limitações para conseguir o que desejava: ser o melhor orador. Ninguém acreditava que pudesse conseguir: um gago querendo ser orador?

Conta a história, ou a lenda, que Demóstenes se impôs um severo regime para superar suas dificuldades. O primeiro que fez foi raspar o cabelo. Naquele tempo era muito mal visto que alguém deixasse ver que não tinha cabelo. Seu propósito era se obrigar a não sair para se dedicar por completo a trabalhar em seu objetivo. Praticava a oratória até o amanhecer.

Demóstenes

Quando surgiam as primeira luzes do Sol, Demóstenes ia à praia. Ali gritava para o astro rei com todas as suas forças. Seu objetivo era fortalecer os pulmões. Tinha aceitado o conselho daquele personagem anônimo em sua plateia inicial. Depois de realizar este ritual, voltava para casa para praticar, e o fazia de uma forma muito particular. Colocava um punhado de pedras entre a boca e colocava uma faca entre os dentes. Assim, se obrigava a falar sem gaguejar.

Depois de vários anos com esta disciplina de treinamento, Demóstenes conseguiu falar normalmente. Desde então, participou ativamente da vida legal e política de sua cidade. Diz-se que seus discursos eram ovacionados por milhares de pessoas. Não só foi o melhor orador, mas também um excelente escritor. Tanto que hoje, mais de 2000 anos depois, ainda figura entre os personagens mais destacados da história.