O diário de uma paixão - A mente é maravilhosa

O diário de uma paixão

junho 15, 2015 em Filmes 16 Compartilhados
paixão

Todo amante do cinema romântico tem um encontro obrigatório com o filme “O Diário de Uma Paixão“, dirigido por Nick Cassavetes. Esse filme começa numa residência de idosos, na qual um homem, de idade avançada, lê para uma mulher também idosa uma profunda e bela história de amor que é protagonizada por Noah Calhoun e Allie Nelson. São dois jovens que, apesar de fazer parte de dois ambientes sociais muito distintos (ele faz parte de uma sociedade mais rural e humilde, enquanto ela vive em uma família de classe alta e com muito dinheiro) se apaixonam perdidamente um pelo outro.

Após um verão juntos, os pais de Allie se dão conta do seu furtivo romance com um rapaz que, para eles, “não era conveniente” por causa da sua origem humilde. Foi a partir daí que começaram os problemas para o casal. Noah também teve que fazer as malas para a Segunda Guerra Mundial. Diante desses dois acontecimentos, era inevitável que a relação acabasse e que cada um refizesse a sua vida.

Entretanto, apesar da distância e do passar do tempo, nenhum dos dois estava disposto a se esquecer um ao outro, já que sentiam que a chama do amor continuava acesa como o primeiro dia. Vão ser capazes de voltar a se encontrar? Ou as suas situações tão adversas farão com que ambos caiam, irremediavelmente, no esquecimento? Somente quem assistir ao filme saberá.

Com esforço e paixão tudo é possível

Pode-se tirar uma reflexão muito clara desse filme: se nos propusermos algo de verdade e colocarmos nosso esforço e dedicação, qualquer coisa é possível. O filme “O diário de uma paixão” é a luta pelo triunfo do amor, de um casal que, apesar das adversidades, vê que a única coisa que importa é que ambos se amam, e que nada na face da terra poderá mudar isso.

Isso pode extrapolar qualquer âmbito da nossa vida. Trabalho, amizade, superação pessoal… qualquer coisa que esteja em nossas mãos e que acreditemos de verdade poderá ser alcançado. Não deixe que nada e nem ninguém lhe impeça de realizae seus sonhos. VOCÊ é o único que pode se colocar os limites.

A vida sempre nos guarda surpresas

Outras belas conclusões também podem ser tiradas do filme. Um exemplo é que, na vida, sempre haverá momentos muito bons, outros mais difíceis e outros onde simplesmente só veremos escuridão e solidão, e a vontade será desaparecer do mundo. Entretanto, apesar das adversidades, apesar de acreditar que tudo vai de mal a pior, a vida pode dar um giro radical que você não esperava.

Os que já viram o filme saberão a que me refiro, certo? E quem ainda não viu… não perca tempo! Com certeza terá uma grata surpresa.

Recomendados para você