Dicas para educar os filhos com amor

Dicas para educar os filhos com amor

junho 25, 2016 em Psicologia 4 Compartilhados
Educar filhos com amor

Uma das tarefas de nossas vidas na qual temos mais responsabilidade é ser capaz de educar e criar com plenitude nossos filhos. Para formar uma verdadeiro ser humano e influenciar sua vida de uma forma completa, ensiná-lo a amar e ser amado é necessário. 

Para isso, é importante lembrar que temos que exigir de forma saudável, buscando desenvolver nele o melhor de sua personalidade. Com este artigo você conhecerá 7 dicas para educar seus filhos com amor. Estas são dicas que você poderá usar para conseguir o bem-estar atual e futuro de seus filhos.

Presenteie-os com as grandezas da vida 

A vida nos permite ser vulneráveis, e também nos facilita o amor como um meio de nos sentirmos inseguros ante o desconhecido. O que nos permite aprender. Compartilhar com seu filho esta forma de entender e desfrutar a vida lhe permite ter ferramentas quando sentir medo, angústia ou dor.

Ele saberá que todas estas emoções pertencem ao seu crescimento. Um crescimento onde podemos gozar do potencial que nos permite sentir-nos desconectados com nosso verdadeiro EU, e nunca pensar que estamos sozinhos perante o mundo.

Ajude-os a expressar verbalmente suas próprias emoções  

A criança deve poder experimentar cada uma das emoções com as quais os seres humanos vivem, tanto as positivas como as que temos conhecidas socialmente como “negativas”.

Neste ponto é essencial lembrar que as emoções em nosso dia a dia são tesouros, por isso devemos explicar que todas são normais e que às vezes em que se apoderam do corpo são necessárias para seu crescimento emocional.

Fale e compartilhe com a criança sobre suas próprias emoções. Assim, ela será capaz de diferenciar entre a ira e o desespero, entre a decepção e a tristeza. A criança terá aprendido a controlar e administrar suas emoções, expressando-as de modo adequado.

Educar filhos

“Podemos deixar somente dois legados verdadeiros para nosso filhos: um, raízes; outro, asas.”
-Hodding Carter-

Ensine-os a cuidar de si mesmos e ter consciência das pessoas que os rodeiam 

É interessante que as crianças participem de forma ativa na hora de realizar as tarefas cotidianas da casa. Dessa forma poderão começar a se sentirem responsáveis, e a seu modo, autossuficientes. Se sentirão úteis e respeitarão a si mesmos, como também as pessoas que os rodeiam.

Podemos compartilhar com eles a importância do cuidado corporal e de saber ter consciência do próprio corpo como um instrumento a ser cuidado. Quando assumimos desde pequenos que nosso corpo é algo mais do que um meio físico, conseguimos revelar todo o nosso potencial. E é bom estar em equilíbrio com nosso ser quando começamos a atingir a maturidade.

Mostre a criatividade

Vivemos em uma era em que tomamos a decisão de nos isolarmos do fascinante poder da arte em nosso dia a dia. Muitos estudos demonstram que a música, o ritmo e a dança são linguagens universais, e nos permitem desenvolver o controle de nosso corpo de forma consciente e equilibrada.

A prática de qualquer atividade artística na rotina de seu filho lhe permitirá um desenvolvimento psicomotor saudável. Para que ele obtenha gosto pela atividade e para que se fortaleça ainda mais o vínculo pais-filhos, anime-o a se sentir livre em cada movimento. Que não tenha medo de estar “feio” e o mais importante, que se sinta ele mesmo realizando sua arte.

Crie um exemplo constante ao seu redor 

Facilite um ambiente onde a criança compartilhe momentos e experiências com pessoas inteligentes, valentes, fortes, talentosas e honradas. Isso a ajudará a crescer como pessoa, e ensinará valores primordiais em sua vida.

Compartilhe com seu filho a vida e os momentos de grandes personagens da história: como viveram, como chegaram a ser o que são e a importância de sua beleza interior para conseguir tudo isso. Mostre que o verdadeiro talento e grandeza estão dentro de nós, não fora.

Ensine a agradecer e ser grato

Educar filhos

Os seres humanos se caracterizam por serem sociáveis, e consequentemente dispor de todas as ferramentas possíveis para ajudar o próximo buscando o bem-estar incondicional de todos. Dizer “obrigado” e “por favor” é um presente em nosso dia a dia. 

Na hora de educar seu filho, compartilhe com ele como o ato de ajudar é vital para poder incentivar seu lado humano, ou seja, sua essência e grandeza como pessoa. Ele aprenderá também a importância da cooperação e do lado amargo do egoísmo, ou a necessidade de condescender de forma automática para se sentir realizado no futuro.

Recomendados para você