Dicas para evitar a postergação – A mente é maravilhosa

Dicas para evitar a postergação

Abril 22, 2015 em Psicologia 0 Compartilhados
postergação

A procrastinação é o hábito de adiar as atividades que precisam ser feitas substituindo-as imediatamente por outras mais agradáveis ou não muito importantes. Este adiamento torna-se uma grande barreira para atingir metas, uma vez que não colocamos em prática as medidas necessárias.

No fundo, estamos agredindo nossos sonhos e nós mesmos.. Assim, entram em cena a angústia e a culpa, enquanto perdemos a autoconfiança acreditando cada vez menos em nossas possibilidades. A proposta de hoje é compartilhar algumas dicas para evitar a postergação.

O engraçado é que, de acordo com inúmeros casos observados, as atividades mais frequentemente adiadas são aquelas que desejamos realizar. Por outro lado, as tarefas relacionadas a ordens alheias são as menos afetados pela postergação.

O que leva a postergar sem fim?

O excesso de autocrítica é o que coloca mais pedras no caminho. O menosprezo em relação a nós mesmos e a ideia de que não somos capazes o suficiente para executar determinadas tarefas fazem com que nos sintamos inferiores. Em alguns casos, dependendo da sua gravidade, este hábito pode até conduzir à depressão. Ao nos dirigirmos mensagens desse tipo, concentramos a atenção no que temos medo de que os outros pensem. Assim, uma mudança profunda implica focalizar energia em nossa participação ativa na situação, de modo também a ir aprendendo com a experiência.

Idealizar objetivos é outro elemento frustrante que muitas vezes acompanha a autocrítica excessiva. Quando imaginamos que o que desejamos é simplesmente perfeito, geralmente, mais cedo ou mais tarde, a realidade nos mostra que, embora possa haver ganhos, as coisas não são perfeitas.

Postergar por medo dos erros só aumenta o medo. É assim que, com a intenção de não cometermos erros, nos convencemos de que somente depois teremos melhores condições para finalizarmos uma determinada tarefa corretamente. Na verdade, o tempo para trabalhar da melhor maneira possível vai diminuindo.

Dentro da grande variedade de motivos para postergar, também se destaca a dificuldade para se concentrar, muitas vezes relacionada com características do ambiente onde se realizará uma tarefa.

Dicas para evitar a postergação

* Compreender que é possível continuar e aprender, para além dos inconvenientes.

* Diferenciar o urgente do importante. O que é importante para nós? Ver isso escrito é mais útil do que parece. É verdade que, muitas vezes, as situações urgentes realmente precisam de atenção no momento, mas em várias outras catalogamos como “urgentes” coisas que na realidade não o são.

* Dividir tarefas. Implementá-las por partes é um passo certo na hora de sermos mais ativos sem nos sobrecarregar, especialmente se for o caso de um projeto relativamente grande, seja a médio ou longo prazo. Começamos hoje com uma parte. Além de avançar, isso demonstra que podemos nos dirigir ao que queremos.

* Premiar-se fazendo algo agradável assim que uma atividade for concluída. Ouvir música, sair para caminhar, etc. Esta é uma maneira de associar o novo comportamento a algo prazeroso, aumentando as chances de recorrência.

* Modificar o ambiente. Que mudanças no ambiente favoreceriam a tarefa? Por exemplo, trabalhar em uma mesa ordenada tende a manter uma sensação de controle e faz com que nos sintamos mais calmos.

* Focar nos benefícios de estar fazendo o que costumava postergar.

Essas dicas para evitar a postergação são um esquema para refletir e atuar sobre a rotina. Nós somos os protagonistas das nossas vidas, e portanto podemos decidir estabelecer um limite para a postergação.

Recomendados para você