Os 4 elementos capazes de matar qualquer relacionamento amoroso – A mente é maravilhosa

Os 4 elementos capazes de matar qualquer relacionamento amoroso

13, março 2015 em Emoções 10 Compartilhados
relacionamento amoroso

Um relacionamento amoroso requer um grande esforço por parte das duas pessoas que a formam. Já havia falado antes sobre como casais inteligentes resolvem seus problemas, agora irei falar dos quatro elementos que podem acabar, inclusive, com aquela que parece ser a melhor das relações. Os quatro elementos são:

A crítica

A crítica é muito comum numa relação, pode-se dizer que, de fato, ela é necessária para abordar os aspectos que nos afetam ou chateiam e, chegar a um acordo para, finalmente, solucionar a situação. No entanto, a crítica que mata as relações é aquela feita com o objetivo de ferir os sentimentos da outra pessoa, ou seja, a crítica destrutiva.

Esse tipo de crítica tem o objetivo de fazer a pessoa se sentir culpada para, então, a outra conseguir o que quer, por exemplo: “Você só chega tarde porque não se preocupa comigo”. Essa situação pode fazer com que a vítima tenha complexos de inferioridade e pode terminar, completamente, com o amor na relação.

O desprezo

O desprezo numa relação pode ser demonstrado de diferentes formas: sarcasmo, apelidos desagradáveis, feições e gestos, indiferença, entre outras situações. Qualquer uma dessas demonstrações acabará levando à falta de confiança e segurança por parte da vítima, o que irremediavelmente, costuma levar à separação e/ ou divórcio.

Estar sempre na defensiva

Uma pessoa que está sempre na defensiva é aquela que não dá importância aos seus erros e sempre procura desculpas para se justificar. Mesmo que essa seja uma atitude bastante comum em muitas pessoas, quando um dos membros de um relacionamento deixa de assumir, por completo, suas responsabilidades, o fim da relação pode estar a caminho.

Isso se deve ao fato de que a pessoa que está sempre na defensiva irá culpar seu companheiro todo o tempo, fazendo com que a outra pessoa sinta que o peso da relação está somente sobre seus ombros. Isso pode terminar na completa morte do amor e na procura pelo divórcio.

Esquivar-se

Quando algum dos pontos anteriores é apresentado, é comum que quem esteja sendo a vítima sinta a necessidade de levantar uma barreira emocional para se proteger. Essa barreira estará formada por situações que busquem minimizar a comunicação, para evitar continuar sendo ferido. Quando as esquivas são apresentadas, ainda existe a possibilidade de salvar a relação através de uma boa comunicação, que leve à resolução dos problemas. No entanto, se essa situação continua sem nenhuma intervenção, o divórcio não irá demorar muito para aparecer.

A relação de casal é um compromisso entre duas pessoas

Fica bastante claro que a razão pela qual acontecem esses quatro elementos citados é que um dos membros da relação deixa de demonstrar interesse e de se empenhar para o bem daquilo que tem. Isso faz com que a outra pessoa tente resolver a situação, mas se não acontecem mudanças visíveis, a pessoa acaba se rendendo e deixando a luta de lado.

Recomendados para você