A emoções são contagiosas – A mente é maravilhosa

A emoções são contagiosas

abril 29, 2015 em Emoções 22 Compartilhados
emoções

O telefone toca. Você olha a tela do celular e vê o nome de quem está ligando. Não atende. Você não quer que “essa pessoa” complique a sua vida neste momento. Sempre tem uma queixa ou problema para lhe contar. Hoje você acordou um pouco chateado. Marcou de almoça com a sua amiga. Você chega ao encontro e em poucos minutos você percebe que o seu humor mudou. Admira o seu entusiasmo e otimismo e, acima de tudo, a capacidade dela de transmitir boas vibrações e fazer você se sentir melhor.

Estas duas cenas descrevem situações diferentes, mas com as quais todos podemos nos identificar. Quem nunca fugiu dessa pessoa que nos transmite “más vibrações” ou quem não procurou refúgio nessa outra pessoa que é capaz de nos contagiar com sua alegria? Fazemos isso porque as emoções são contagiosas, seja para o bem ou para o mal.

As emoções são como um vírus

Tanto as boas quanto as más vibrações se contagiam tão rápido quanto os vírus de um resfriado, como observa David Goleman em seu livro Inteligência Social. Nele, ele menciona uma série de estudos que confirmam que há este contágio emocional. Um desses estudos mostrou como as pessoas submetidas ao experimento iam se contagiando com as emoções que viam nas fotos que lhes eram mostradas, ou dos indivíduos que entravam em contato com elas.

Todos podemos ser portadores e transmissores dessas emoções, mas nem sempre estamos cientes disso. Há pessoas com capacidade de transmitir sua tristeza, seu mau humor, seu ciúme ou egoísmo, assim como há outras capazes de impregnar-nos de sua emoção e entusiasmo pela vida. É mais fácil para nós identificar os efeitos que os outros deixam em nós.

Digamos que você saiba que o melhor seria se proteger daqueles capazes de nos contagiar com suas emoções negativas, sejade forma intencional ou não, e passar mais tempo com aqueles que irradiam energia. Mas nem sempre as emoções negativas são tão nocivas ou inúteis para nós. As emoções negativas, na medida certa, também têm sua utilidade.

Pensemos no medo. Desde os tempos antigos, sentir medo nos protegeu dos predadores e inimigos. A ansiedade é essencial para superar algumas adversidades, para reagir contra eles e para nos manter alertas. A dor ou a tristeza podem ser usadas como um trampolim para superar uma situação.

Logicamente, o saudável não é viver das emoções negativas; de fato é importante controlar o tempo que essas emoções estão conosco. Assim como precisamos nos proteger delas, também precisamos estabelecer mecanismos para nos afastar daquelas pessoas que são capazes de nos contagiar com sua ira, raiva ou angústia e nos criar desconforto.

Por outro lado, mostrar as emoções positivas é sempre mais agradável, assim como recebê-las, pois é gerado um ambiente mais agradável que beneficia a todos. Por isso, é mais favorável cercar-se de pessoas que nos fazem bem, que recarregam nossa energia, do que daqueles que nos sugam as energias. Se o nosso objetivo é aproveitarmos e sermos felizes na vida, teremos que tentar nos cercar de pessoas que nos ajudam a alcançar esse objetivo.

Recomendados para você