Meus espaços pessoais me dão a paz de que preciso

Meus espaços pessoais me dão a paz de que preciso

fevereiro 20, 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Meus espaços pessoais me dão a paz de que preciso

“Concentre-se na viagem, não no destino. A alegria não é encontrada em terminar uma atividade, mas sim em fazê-la”. Esta frase do atleta Greg Anderson lembra-nos que, por vezes, o nosso próprio mundo pode vir abaixo. Nós estabelecemos metas e ficamos obcecado com elas, mesmo às custas do nosso próprio bem-estar; esse é o momento em que devemos procurar espaços pessoais capazes de oferecer paz, tranquilidade e calma.

Gostaria de propor que você veja o seu mundo como uma viagem. Como tal, é geralmente divertida, cheia de novas descobertas, conclusões e lugares para visitar. Mas também há maus momentos, em que nada sai como planejado ou desejável.

Em muitas ocasiões, até mesmo situações desagradáveis nem sequer dependem de nós mesmos. No entanto, encontrar a solução está em nossas mãos. Para fazer isso, nos aproximamos hoje do mundo de Pilar Jericó. Esta escritora propõe a criação de espaços pessoais, os quais ela chama de “spas pessoais”. Gostaria de saber o que são?

A importância dos espaços pessoais

Os espaços pessoais, que Jericó chama com um bom grau de simpatia de spas pessoais, são vitais para cada ser humano. Quando os problemas começam a se reproduzir em alta velocidade e sem controle, e é algo que pode acontecer mais cedo ou mais tarde, temos de aprender a viver com eles e não perder a harmonia.

mulher-cabeça-abaixada

Jericó sabe muito sobre isso, porque como uma empresária, palestrante, escritora e influenciadora nas redes sociais, encontrou todos os tipos de situações ao longo da sua carreira profissional. Por isso, parece importante saber o que ela propõe.

Porque graças aos espaços pessoais podemos observar os problemas como oportunidades de crescimento. Não quer dizer que temos que nos entusiasmar com o conflito. No entanto, se racionalizamos, podemos encontrar a energia para lidar com a situação e até mesmo sair fortalecidos e enriquecidos.

No spa pessoal de Pilar Jericó

Para Jericó, um spa pessoal é um lugar, tanto físico como emocional, no qual pode recuperar forças. Longe de procurar entretenimentos que nos anestesiam diante dos conflitos, é positivo localizar esse lugar que nos conecta com a nossa paz interior para conseguir energia suficiente para enfrentar o problema. Neste sentido, diferenciam-se três lugares distintos.

A amizade

Pilar Jericó fala sobre spas de amizade, uma vez que estas geram endorfinas. Para defender este lugar pessoal, se baseia no estudo de Katerina Johnson, da Universidade de Oxford, que demostrou que essas endorfinas podem ser ainda melhores do que a morfina para anestesiar a dor.

Estar com pessoas que você ama e que o amam gera bem-estar. Portanto, você deve tirar todas as amizades e as relações de compromisso tóxicas desse lugar especial. Ou seja, você tem que estar com as pessoas que realmente fazem você se sentir bem e dão forças para enfrentar qualquer problema.

criancas-balancando-em-arvore

Os passatempos

Jericó estabelece um segundo lugar pessoal, que se concentra nos passatempos. Os esportes, os artesanatos, a leitura, as artes, o cinema … Todos esses passatempos ou entretenimentos são ideais para esvaziar a mente e focar na atividade, não na preocupação.

E não devemos esquecer que a qualquer momento podemos ter uma aprendizagem valiosa para enfrentar os problemas que nos afligem. Através dos seus hobbies, você pode desenvolver novas ideias que ajudem a encontrar novas abordagens para a adversidade.

Os espaços

Por último, Jericó recomenda o que ela chama de spa de espaços. Ou seja, encontrar lugares onde nos sentimos realmente bem. Em plena natureza, em sua biblioteca preferida, na casa de um bom amigo, um certo templo, etc.

mulher-lendo-um-livro

Encontrar os espaços pessoais que nos fazem sentir bem pode ser uma fonte de inspiração. Podemos até mesmo criar um buraco em nossa casa, esse pequeno santuário inexpugnável elevado por sua luz especial ou sua localização privilegiada.

Em suma, Jericó fala sobre os espaços pessoais não como uma fuga dos problemas, mas como uma parada para acalmar, focar e enfrentar. Se formos capazes de impor distâncias, será muito mais fácil encontrar soluções. Então, quando tudo parece correr solto, lembre-se: modere a situação, não perca a tranquilidade, e encontre a melhor saída possível sem perder a harmonia e o equilíbrio.

Recomendados para você