Estratégias para falar de temas delicados – A mente é maravilhosa

Estratégias para falar de temas delicados

12, abril 2015 em Psicologia 1 Compartilhados

Sexualidade, metas de vida, sentimentos, relacionamentos e amizade são alguns dos temas que mais podem causar problemas quando falamos sobre eles. A dificuldade para tratar cada tema é diferente para cada pessoa, pois depende muito da personalidade de cada um. Um tema que não importa para alguns pode ser muito importante para outros.

Prepare-se para a conversa

Há algumas coisas a considerar antes de iniciar uma conversa delicada, desta forma poderemos entender melhor os nossos motivos e ter argumentos mais sólidos. Os aspectos mais importantes a considerar são os sentimentos, crenças e idéias. Este processo é complicado, mas é necessário para ter uma conversa mais fácil e precisa.

AS PERGUNTAS QUE PODEM LHE AJUDAR A ORGANIZAR MELHOR SUAS IDEIAS E ARGUMENTOS SÃO:

Qual é a situação que está me causando essa situação negativa?
Que sentimentos estou tendo?
Como poderia melhorar ou mudar a situação?
Procuro estar bem ou apenas ficar tranquilo/a?
O que pretendo conseguir?
Qual será o impacto desta situação no meu futuro?
Quais são as melhores soluções?
Se eu visse alguém na minha situação, o que lhe recomendaria?

É claro que essas perguntas são muito complicadas de responder e você precisará de tempo para pensar em soluções, mas uma vez que você já passou por esse processo, será mais fácil manter a conversa sobre esse tema delicado que lhe está afetando.

Durante a conversa

Se você está pronto para conduzir essa conversa, o primeiro que você deve fazer é eliminar todas as distrações possíveis. Isto implica desligar celulares, televisão, computador, etc. Quando estiver pronto, comece a expor seus sentimentos. Fale de forma clara e direta sobre o que você está sentindo e pensando. É importante que você se expresse plenamente, fale sobre seus sentimentos (frustração, estresse, tristeza, etc.), mas não tente culpar ou atacar a outra parte. Quando você já tiver se expressado, será o momento de escutar a outra pessoa. Esteja disposto a escutar sem interrupção e com atenção, da mesma forma que você o foi.

Conselhos gerais que você deve considerar

Por último, ainda que essa seja uma conversa que trate de um tema delicado para você, é importante considerar os sentimentos da outra pessoa. Às vezes fazemos comentários com os quais buscamos nos defender, mas que machucam os outros e não ajudam a resolver a situação.

Também é vital escutar ativamente a outra pessoa. Isso significa prestar atenção ao que ela nos diz, em vez de nos concentrar em nosso ponto de vista. Uma conversa deste tipo pode nos ajudar a definir limites e objetivos mais claros.

A importância de falar sobre temas delicados

Temas delicados podem nos provocar insegurança, infelicidade, medo e nos colocar em uma situação que acreditamos que será negativa. No entanto, enfrentar essas conversas pode nos ajudar a assumir o controle sobre certos aspectos que afetam nossa vida. Ainda mais importante, falar sobre temas delicados ajuda a derrubar nossos limites.

Imagem cortesia de Carlos Magariños

Recomendados para você