7 interessantes frases de Terêncio

dezembro 31, 2019
Quando lemos as frases de Terêncio, temos a impressão de que foram escritas ontem. A verdade é que elas têm mais de 20 séculos, mas a sua perspicácia e universalidade fazem com que mantenham sua vitalidade e validade.

As frases de Terêncio vêm da antiguidade romana e ainda mantêm vivo o seu conteúdo e alcance. Públio Terêncio Afro era, principalmente, um autor de comédias. Não se sabe muito sobre a sua vida, mas as seis obras que ele escreveu estão totalmente preservadas.

É precisamente desses seis trabalhos que foram extraídas as interessantes frases de Terêncio que são citadas até hoje. É uma espécie de milagre que os seus escritos tenham sobrevivido à erosão do tempo. A maioria das obras de seus contemporâneos não teve o mesmo destino.

Também é notável que Terêncio tenha sido um simples escravo. De fato, o seu nome é o mesmo do senhor que ele serviu na escravidão. O mesmo que, vendo as suas incríveis qualidades, lhe concedeu a liberdade.

Isso permitiu que ele se dedicasse à escrita e que mais de 21 séculos depois continuássemos falando sobre ele. Estas são algumas das frases mais citadas de Terêncio.

“Aquele que não é dotado de razão, não há razão que possa governá-lo”.
– Terêncio –

7 interessantes frases de Terêncio

1. Nada é alheio a nós

Essa é uma das frases mais bonitas e profundas de Terêncio. Apresenta várias traduções do latim, mas em todas elas o sentido essencial é preservado. Ela fala, precisamente, da essência que todos os seres humanos compartilham.

Ao dizer que nada humano é estranho para nós, ele declara que todo ser humano é capaz de qualquer coisa. Tanto no sentido positivo quanto negativo, todos nós temos o mesmo potencial.

“Sou um homem; nada humano é estranho para mim”.

Perfil de mulher com a mente iluminada

2. Uma das frases de Terêncio sobre a servilidade

“O servilismo produz amigos; a verdade produz o ódio”.

Esta é uma afirmação que tem um traço de amargura, mas também um realismo avassalador. Mais ainda se considerarmos que Terêncio viveu na época imperial romana, um ambiente em que a conveniência e a traição eram a norma.

Ser solícito e agradar aos outros gera “amigos”, entre aspas. Assim, ganhamos a boa vontade dos outros, mesmo que superficialmente. Por outro lado, muitas pessoas não toleram a verdade. Isso costuma produzir animosidade e rejeição.

3. Agarrar um lobo

“Segurar um lobo pelas orelhas é uma coisa ruim, porque você não sabe como soltá-lo ou como continuar segurando-o”.

Essa é uma daquelas frases de Terêncio que revelam a sua faceta do autor de comédia. Além disso, é sarcástica e aplicável a muitos fenômenos que ocorrem dentro da estrutura do poder. É uma metáfora que fala sobre os problemas que certos relacionamentos podem nos causar se não soubermos como lidar com eles.

O lobo capturado pelas orelhas é uma representação de ter controle parcial sobre um agressor ou um ataque. Nesse caso, quem fica preso é quem segura o lobo pelas orelhas, porque ele não pode deixá-lo ir, mas também não quer tê-lo por perto.

4. Nada em excesso

“Excesso em nada. Considero essa norma a mais útil na vida”.

É uma frase retirada do estoicismo e uma afirmação da moderação como a virtude máxima da vida. Tudo que há em excesso se torna algo prejudicial. Não importa se é positivo ou negativo, em excesso é sempre ruim.

Os estoicos não rejeitavam nada, especialmente nenhum prazer. No entanto, eles enfatizavam que o excesso sempre levava a dores e danos. Assim como na frase de Terêncio, eles simplesmente defendiam a moderação e o equilíbrio.

5. A ‘boa sorte’ e os fortes

“A boa sorte é sempre propícia aos fortes”.

Também é uma frase que tem muitas variantes e da qual encontramos diferentes versões. Fala sobre o que comumente chamamos de “sorte” e que parece sempre acompanhar aqueles que têm maior força.

Na verdade, não tem nada a ver com a sorte. A força espiritual gera cadeias lógicas nas quais as circunstâncias acabam se colocando a favor, embora inicialmente pareçam adversas.

6. O risco

“Sem risco, não se faz nada de bom e memorável”.

Este é um chamado não para deixar de sentir medo, mas para enfrentar as diferentes situações mesmo que você tenha medo. Manter-se em um local seguro e sem riscos só o conduzirá à mediocridade.

Por isso, Terêncio ressalta que, se buscamos algo memorável e grandioso, precisamos nos expor aos riscos. Isso também significa estar preparado para perder, ou não conseguir algo, pelo menos no primeiro momento.

Homem diante de mar revolto

7. O que é imposto e o pacto amigável

“Está profundamente equivocado quem acredita que a autoridade mais duradoura é melhor estabelecida pela força do que por um pacto amigável”.

Nesta frase de Terêncio, vemos uma clara afirmação pacifista. A autoridade não se impõe à força. E se for imposta dessa maneira, certamente será uma autoridade odiosa e transitória.

O pacto, por outro lado, tem maior poder. Envolve a união de vontades, com a qual os seus efeitos serão mais duradouros. Além disso, o pacto amistoso reflete os interesses e necessidades de todos os envolvidos, e é isso que lhe dá força.

Terêncio era um intelectual dedicado e um escritor brilhante. A sua popularidade era imensa, tanto na Idade Antiga quanto na Idade Média. Há centenas de gerações que beberam de seus textos, e ele continua nos ensinando até hoje.