O espiritual vai mais além do psicológico - A Mente é Maravilhosa

O espiritual vai mais além do psicológico

23, março 2017 em Psicologia 3780 Compartilhados
O espiritual vai mais além do psicológico

Não é fácil definir o espiritual. Essa é uma palavra muito usada na religião, onde é definida como o âmbito da vida onde está a presença de Deus. No entanto, a religião não é a única que fala do espiritual e, a partir do ponto de vista filosófico, essa palavra pode ter outros significados. Vamos nos concentrar precisamente nestes outros significados.

Fora da religião, é comum pensarmos que o espiritual é o mesmo que o psicológico. Partindo deste ponto de vista, o que forma esta espiritualidade seriam todos os pensamentos, sentimentos e emoções que nos habitam. No entanto, isso não é verdade: o espiritual vai mais além do psicológico.

São muitas as filosofias e as práticas que definem o espiritual como sendo tudo aquilo que nos dá uma sensação de transcendência para a vida. Nessa perspectiva, o espiritual tem a ver com a prática da virtude, com o propósito de alcançar um estado de liberdade ou de libertação ou, no fim das contas, de maior evolução.

Ser espiritual por fora da religião

Não é necessário acreditar em Deus para ser espiritual. Há quem não se conforme em simplesmente ser boas pessoas ou bons cidadãos, eles querem ir mais além. Desejam que sua vida se transforme em um reflexo das grandes virtudes humanas ou dos grandes propósitos da humanidade.

mulher-despertar-espiritual

Isto, é claro, envolve o mundo do psicológico, mas vai mais além dele. O âmbito do espiritual é o que poderíamos chamar de esfera do ético. Não da moral, atenção! Mas do ético. A espiritualidade não procura cumprir mandatos sociais ou morais, mas levar os valores à sua máxima expressão.

Muitos dos que exaltam a espiritualidade em suas vidas falam de “um poder superior”, mas não necessariamente o entendem como um ser específico. Esse poder superior eventualmente é a própria natureza, a liberdade, o entendimento, a humanidade e uma infinidade de conceitos elevados.

A importância da espiritualidade

A espiritualidade vai mais além de uma busca do bem-estar psicológico. Não se trata de um método ou de um caminho para superar a depressão, a ansiedade e todos esses problemas que tanto acometem a mente de muitas pessoas hoje em dia. No entanto, um dos resultados da espiritualidade é um estado psicológico de maior equilíbrio.

espiritualidade-cores

O espiritual tem um papel importante na reabilitação das pessoas viciadas em drogas, por exemplo. Quem vive preso com esse tipo de problema tende a sofrer um processo de decadência em seus valores, em sua ética. Podem chegar a um ponto em que são capazes de qualquer coisa para obter a droga. Por isso, boa parte de sua reabilitação consiste em voltar a dar valor às grandes virtudes humanas.

A espiritualidade tem um poder enorme: ela dá força para alcançar conquistas ou metas. É muito mais do que força de vontade. Ela se baseia mais na convicção e no desejo de superar níveis e de alcançar uma maior transcendência.

Muitos dos grandes homens e mulheres da história encontraram no espiritual a força para realizar verdadeiras façanhas. A adesão dessas pessoas a certos princípios é tão forte que são capazes de vencer obstáculos para alcançar objetivos que consideram transcendentes.

O espiritual na vida cotidiana

Para estabelecer uma conexão genuína com aqueles valores em que você realmente acredita não é preciso fazer um curso de ioga nem marcar um encontro com o Dalai Lama. O seu propósito também não deve ser o de mudar a humanidade ou ser um modelo de bondade. A única coisa que você tem que fazer no início é ouvir a sua voz interior.

espiritualidade

Por fim, a ideia é propiciar um despertar da consciência de si mesmo e do seu lugar no mundo. Além de ser pai ou mãe, você é um educador de um novo ser. Além de ser um trabalhador, você é uma peça no progresso de uma comunidade, de um país, de um planeta. E além de ser um cidadão, você é uma parte de uma história em que as consequências do amanhã são fruto das suas ações de hoje.

Ser espiritual é uma forma de ver, mas se traduz em uma forma de ser. Abrir os olhos para ver você e o mundo que o rodeia é algo que lhe dá uma força tremenda. Isso não é alcançado da noite para o dia, é o fruto de reflexões longas e de confrontos profundos com você mesmo. Mas também é, sem dúvida, o caminho mais seguro para dar um sentido real e profundo à sua passagem por este planeta.

Imagens cortesia de Carl Stephan, Nosticc.