Geração floco de neve e suas características - A Mente é Maravilhosa

A geração floco de neve

agosto 1, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Geração floco de neve e suas características

A geração floco de neve é a daqueles que atingiram a idade adulta no início dos anos 2010. É um termo aplicado pela suposta “volatilidade” ou “volubilidade” que caracteriza aqueles que pertencem a ela. Segundo os meios de comunicação, essa geração difere de todas as outras em sua instabilidade emocional, sua suscetibilidade e sua escassa resiliência.

A denominação da palavra surge como uma confluência de fatores: a palavra ‘floco de neve’ (do inglês snowflake) foi escolhida pela sua originalidade, já que os flocos de neve são únicos em sua forma. A geração floco de neve é, segundo algumas fontes, uma geração que vem de uma infância em que prevaleceu a superproteção.

Quando surgiu a geração floco de neve?

Durante a década de 2010 toda uma geração (até mesmo mais de uma) atingiu a maioridade, e isso os classifica como “a geração do milênio”. Eles cresceram em paralelo com o rápido desenvolvimento de novas tecnologias e são praticamente nativos digitais. O termo foi cunhado por Chuck Palahniuk, autor de O Clube da Luta, onde explica que “ninguém é especial, ninguém é um floco de neve”.

Jovem nas redes sociais tomando um café

Chuck Palahniuk define a geração floco de neve como uma nova era vitoriana, caracterizada pela facilidade de ofensa daqueles que pertencem a ela. Fala, por exemplo, que cada geração se ofende por certos fatos, mas é surpreendente a facilidade com que se ofendem os alunos de seu amigos professores na faculdade, um espaço geralmente livre para a discussão e a opinião crítica.

O que a geração floco de neve tem de especial?

Em geral, as pessoas pertencentes à geração floco de neve têm um senso exagerado de sua condição única. São acusados ​​de serem mimados, sensíveis, e têm um senso exagerado do que é politicamente correto (de alguma forma a sociedade parece encontrar nesta geração o espírito revolucionário que parece ter sido sempre a bandeira da juventude). Também são acusados ​​de ser uma geração de conflitos, já que, de acordo com certas opiniões, não toleram facilmente as críticas, especialmente se sua forma de pensar for atacada de forma inteligente.

Apesar disso, eles também parecem ter outras vantagens ou virtudes em comparação com outras gerações. Como vimos, são nativos digitais, o que significa que conhecem ou aprendem muito mais rápido qualquer aspecto tecnológico de nosso tempo. Graças à sua “falta de paciência”, os millenials geralmente encontram maneiras criativas de resolver problemas, o que os faz se adaptar mais rapidamente às mudanças. Esta facilidade de adaptação é um requisito cada vez mais exigido no mercado de trabalho.

A geração floco de neve também tem problemas únicos que, muitas vezes, são negligenciados pelo resto das gerações. A ansiedade diante de novos desafios nunca antes vistos na sociedade ou no mundo do trabalho (em relação às redes sociais ou à comunicação instantânea, por exemplo) é muitas vezes ridicularizada.

O verdadeiro problema

Os millenials são realmente tão característicos ou vivem numa sociedade que não está pronta para eles? Até meio século atrás, não se concebia o computador ou a tecnologia avançada como uma parte do ecossistema doméstico/diário, para não mencionar os smartphones ou tablets. Para a geração floco de neve essas invenções, de uma forma ou de outra, sempre fizeram parte de sua interação com o mundo. Assim, para o restante das gerações, é difícil entender o que isso significa e como esse processo de maturidade acompanhado pela tecnologia pode afetar a configuração mental.

Amigos tirando selfie em grupo

É compreensível, por exemplo, que alguém acostumado com a velocidade da comunicação atual possa não encontrar significado em uma carta. Não podemos desaprender processos naturais, mas podemos aprender a tolerar outras formas de ver o mundo. Afinal de contas, essa geração é chamada de intolerante mas muitos meios de comunicação apontam apenas os aspectos negativos que parecem defini-la.

Recomendados para você