Grafologia: o que a escrita é capaz de dizer sobre você

Grafologia: o que a escrita diz sobre você

8, abril 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Grafologia: o que a escrita diz sobre você

A grafologia é definida como a técnica que estuda as características psicológicas das pessoas através da forma e dos traços da escrita. São analisados trechos da escrita espontânea e/ou a assinatura dos indivíduos. Isto pode dar informação aos especialistas sobre os traços de personalidade ou seu estado emocional no momento em que escreveu. Também é usada para autenticar a autoria de um texto.

Todos escrevemos de uma forma diferente. A letra de cada pessoa se distingue das outras. Existem características que são únicas. É um tipo de “impressão digital”, já que é quase impossível que de forma natural sejam repetidas as mesmas características entre dois indivíduos.

Inclusive quando queremos modificá-la propositadamente, é muito difícil ocultar os traços que saem de forma natural. Isto faz com que a grafologia seja uma ferramenta muito útil em alguns julgamentos para determinar a autoria de diferentes crimes. Além disso, a escrita revela traços da nossa personalidade que podem ser analisados pelos especialistas.

 escrita

Características a observar

Na análise dos traços da escrita existem características precisas nas quais os grafólogos se baseiam. São 8 os principais traços que eles observam:

  • Tamanho: autoconceito e autoestima.
  • Inclinação das letras: a afetividade, a iniciativa, capacidade de reflexão e a tendência a usar a intuição ou a lógica.
  • Forma: nível cultural, nível intelectual, o sentido estético de uma pessoa.
  • Pressão: vitalidade e saúde.
  • Velocidade: agilidade mental, quociente intelectual.
  • Sentido das linhas: estado emocional.
  • Ligar ou desconectar as letras: comunicação, afetividade, forma de se relacionar com os outros.
  • Ponto sobre a letra i: atenção e precisão.

Graças a uma análise minuciosa de todas estas características da escrita, os grafólogos são capazes de elaborar um perfil. Além disso, consideram-se outros aspectos como o uso das maiúsculas, as margens e a assinatura.

Traços de personalidade através da escrita

A análise dos traços da personalidade se baseia em técnicas de projeção que supõem que a escrita revela aspectos inconscientes de conduta. Considerando o modelo dos 5 traços principais da personalidade, diferentes tipos de escrita podem apontar a um traço ou outro.

  • Abertura para novas experiências (Fator O): este traço indica criatividade e flexibilidade. A escrita desorganizada e desproporcional, pressão profunda, rápida e ascendente pode apontar este traço.
  • Responsabilidade (Fator C): indica um alto grau de compromisso, alguém disciplinado, pontual e reflexivo. A escrita que pode indicar este traço é clara, proporcional, organizada e com uma letra tamanho médio-pequeno.
  • Extroversão/introversão (Fator E): as pessoas com alto grau de extroversão são sociáveis, falantes e assertivas. A letra que caracteriza esta pessoa é clara, grande, ascendente e conectada. Ao contrário, a escrita de pessoas introvertidas costuma ser concentrada, pequena, com tipografia simples, lenta e com pouca pressão.
  • Amabilidade (Fator A): uma pessoa respeitosa, tolerante e tranquila. A letra que leva a pensar neste traço é clara, legível, organizada, grande, de média pressão e ligeiramente ascendente.
  • Estabilidade emocional (Fator N): informa sobre a gestão dos problemas com tranquilidade e de forma resoluta. A letra que pode indicar estabilidade emocional é organizada, cuidada, apertada, angulosa, lenta, de alta pressão, retilínea e com lapsos de conexão.

Apesar de existirem diretrizes para realizar a análise, apenas um especialista pode tirar conclusões.

duvidas-perguntas

As assinaturas e rubricas na grafologia

A assinatura é pessoal e inimitável. Contem traços que são muito difíceis de plagiar de forma precisa. A assinatura é nosso “selo de identidade”, e segundos os especialistas também pode trazer muita informação sobre a nossa personalidade. O fato de não escolhermos a nossa própria assinatura de uma forma 100% consciente pode contribuir para que tenha elementos que informem sobre nosso jeito de ser.

Uma das características importantes na hora de analisar uma assinatura é se o nome é legível ou não. Se pode ser lido com clareza, isto pode significar que a pessoa é alguém que tem seus objetivos bem definidos, é responsável, tem alta autoestima e é equilibrada. Se a assinatura é lida com dificuldade, pode indicar que trata-se de uma pessoa ansiosa, impaciente e que foge as suas responsabilidades.

escrita

As assinaturas indecifráveis indicam que são pessoas com dificuldades para admitir autoridade e confusas nos seus atos. É significativa também a velocidade com a qual a assinatura é feita. Se é de forma rápida, pode refletir a personalidade de alguém que não gosta de esperar, impaciente, que gosta de acabar logo com as coisas. Uma escrita lenta seria mais própria de alguém reflexivo.

Diferentes aplicações da grafologia

Esta disciplina pode ter diferentes utilidades em vários âmbitos profissionais. Dentro do campo da psicologia é uma ferramenta que, juntamente com outras, pode ajudar a desenvolver um perfil psicológico do paciente. Na medicina, pode ser usada para detectar logo cedo patologias neurológicas como o Alzheimer.

Também pode ser útil no âmbito educacional. Através da análise da escrita, é possível observar transtornos da aprendizagem como a disgrafia. No âmbito judicial, pode ser de grande utilidade para analisar cartas suicidas, determinar a autoria de um crime ou observar se existem traços como a violência nos suspeitos.

A grafologia cada vez é mais usada de forma habitual. Os juízes demandam mais perícias de especialistas para observar características da personalidade ou tendências agressivas e violentas.

Recomendados para você