Os 7 hábitos mentais das pessoas infelizes - A Mente é Maravilhosa

Os 7 hábitos mentais das pessoas infelizes

18, outubro 2016 em Psicologia 67 Compartilhados
Os 7 hábitos mentais das pessoas infelizes

A felicidade pode se apresentar de tantas maneiras diferentes que pode até ser difícil de definir. No entanto, a infelicidade é fácil de identificar. Quantas pessoas infelizes você conhece? A felicidade tem menos a ver com as circunstâncias da vida do que parece, porque a felicidade está sob o controle de cada um muito mais do que pensamos. A felicidade é o produto dos nossos hábitos e da nossa visão da vida.

Quando a gente é infeliz é mais difícil estar próximo dos outros e mais ainda trabalhar com eles. A infelicidade leva as pessoas a se manterem longe, criando um círculo vicioso que as impede de conseguir tudo aquilo do que são capazes.

A infelicidade pode surpreendê-lo. Grande parte da sua felicidade é determinada pelos seus hábitos, tanto mentais quanto comportamentais. Portanto, cabe uma pergunta, o que é preciso observar para garantir que os seus hábitos não o arrastem para o abismo?

Hábitos das pessoas infelizes que perpetuam a infelicidade

Alguns hábitos conduzem à infelicidade mais do que outros. Por isso, é preciso ser especialmente cuidadoso com alguns deles. São os seguintes:

Culpar a todos exceto você mesmo

Em vez de assumir a responsabilidade de ação com a finalidade de criar uma vida melhor para si mesmo,  a pessoa infeliz constantemente critica os outros, colocando toda a responsabilidade sobre seus ombros e culpando-os por tudo de errado na sua vida.

mulher-culpando-a-outra

Reclamar ao invés de tomar atitudes

As pessoas infelizes gostam muito de reclamar. Além disso, elas constantemente focam no quão grandes são os seus problemas ao invés de tentar encontrar uma maneira de superá-los.

Enxergam-se como vítimas do seu destino

Na vida podemos escolher entre ser criadores ou vítimas. As pessoas infelizes optam pelo vitimismo. Elas acreditam que não têm o que precisam para criar uma diferença positiva em suas vidas, e por isso deixam de trabalhar pelos seus objetivos e se enchem de remorso e angústia.

Perdem o presente pensando no futuro e no passado

O momento presente é o único momento que realmente importa. O passado já foi e o futuro está por vir. É aqui e agora que realmente podemos viver. As pessoas infelizes sempre se preocupam com o futuro e não deixam de lado seu vínculo emocional com experiências passadas.

Ficar preso no jogo da competição

As pessoas são seres profundamente sociais, o que quer dizer que a alegria pode nascer da cooperação e do compartilhamento. No entanto, os que não são felizes não percebem que estão imersos na competição, sempre tratando de superar os outros com a finalidade de se sentirem melhor consigo mesmos. A única coisa que conseguem é tornarem-se miseráveis e estressados.

Dificuldade em confiar nas pessoas

Todos nós precisamos de amizade e amor nas nossas vidas para sermos felizes. Mas para termos relações íntimas ou amizades, precisamos ter um coração aberto e confiar nas pessoas. Quem é infeliz se sente inseguro porque não confia nos outros por medo de ser ferido ou ficar decepcionado.

mulher-arrependida

Buscar constantemente a aceitação dos outros

A liberdade é um direito de nascimento de todos, mas devido à forma como fomos educados muitos de nós somos condicionados a acreditar que temos que ter a aceitação dos outros antes de fazer algo que desejamos.

Esse é o caso das pessoas infelizes que nunca pensam por si, nem agem por conta própria, mas seguem uma trajetória criada pelos outros, esforçando-se para cumprir certas expectativas. Isso apenas faz com que elas sintam um imenso sofrimento.

Ser pessimista

O pessimismo é o maior combustível da infelicidade. O problema em ter uma atitude pessimista é que ela se transforma numa profecia auto-realizável: se você espera que coisas ruins aconteçam, é provável que elas realmente ocorram.

Não se esforçar para melhorar

Devido ao fato das pessoas infelizes serem pessimistas e se sentirem fora do controle das suas vidas, elas tendem a sentar e esperar que a vida passe diante dos seus olhos. Ao invés de estabelecer objetivos, aprender e melhorar, elas avançam penosamente e logo se perguntam o porquê das coisas não mudarem nunca.

Recomendados para você