Hot zone, o lugar do cérebro onde se originam os sonhos

março 12, 2019
Sem dúvida, esta é uma descoberta fascinante que parece sugerir que a consciência não está localizada nos lobos frontal e parietal, como se acreditava anteriormente, mas em uma região posterior específica.

As pesquisas e novas descobertas da ciência do sono são sempre fascinantes. Para muitas pessoas, o fato de sonhar é uma fonte importante de descoberta pessoal. Uma pesquisa conjunta de vários neurocientistas dos Estados Unidos, Itália e Suíça descobriu o que recebeu o nome de hot zone.

A hot zone é uma área do cérebro com um padrão de atividade que parece nos dizer o momento em que os sonhos são produzidos. Também foi descoberto que os sonhos não ocorrem apenas na fase REM. Além disso, esse padrão poderia revelar algo sobre o conteúdo dos sonhos. Uma descoberta fascinante para o conhecimento da consciência humana.

A pesquisa

A equipe de pesquisadores monitorou a atividade elétrica do cérebro de 32 pessoas em um laboratório de sono em períodos de 5 a 10 noites. As pessoas foram frequentemente despertadas para relatar suas experiências durante o tempo em que estavam dormindo. Relataram informações sobre se haviam sonhado ou não. Respondiam se lembravam de partes do sonho, o sonho completo ou se não se lembravam de nada.

A diferença entre este estudo e pesquisas anteriores é que, neste caso, a atividade cerebral era monitorada com um dispositivo contendo 256 fios. Esse monitoramento ofereceu uma visão muito mais completa do que os realizados até então nos laboratórios do sono.

Mulher dormindo representando Hot Zone

Os resultados

A equipe descobriu que, embora os participantes tivessem experiências oníricas, uma parte do cérebro tendia a ser ativada de maneira muito significativa. Encontraram uma “zona quente” durante as experiências de sono. Esta área está localizada na região parieto-occipital do córtex cerebral. Inclusive, parece indicar que poderia ser o correlato neural dos sonhos.

Quando essa área é estimulada durante a vigília, induz a “sensação de estar em um mundo paralelo ou em estado de sonho”. Sem dúvida, uma descoberta fascinante. Isso, por sua vez, parece sugerir que a consciência está localizada em uma região posterior específica. Até agora acreditava-se estar localizada nos lobos frontal e parietal.

“Quando as pessoas tinham experiências de sono, havia uma região na parte posterior do cérebro que tendia a ficar muito ativa, como se esta região estivesse um pouco mais desperta”, Francesca Siclari, pesquisadora do sono no Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça, que fez parte deste estudo.

Hot zone: as opiniões

Nem todos concordam com a teoria de que esta técnica pode nos oferecer uma ideia do conteúdo dos sonhos. O professor de psiquiatria da Escola de Medicina de Harvard, Dr. Stickgold, não acredita que a detecção dos sonhos será um resultado dessa pesquisa.

O Dr. Stickgold acredita que é provável que os sonhos lembrados e os sonhos esquecidos possuam uma assinatura elétrica diferente. No entanto, ele afirma que o potencial mais interessante desta pesquisa deriva da compreensão de um dos grandes mistérios que o ser humano sempre perseguiu: a natureza e a origem da consciência.

A ideia de que durante o sono existem diferentes partes do cérebro que atuam de forma distinta é uma visão compartilhada por muitos pesquisadores há quase uma década. Era uma suspeita, embora não houvesse evidência empírica suficiente.

“O poder dessa técnica é que ela torna possível se centrar na ideia de áreas locais ou regiões específicas do cérebro serem responsáveis ​​por certas atividades, em vez de o cérebro inteiro estar na profundidade do sono”.
-Dr. Danny Eckert de NeuRA (Neuroscience Research Australia) –

Hot zone do sono

Estudos futuros da Hot zone

Em estudos futuros, contempla-se a ideia de estimular esta hot zone em pacientes em coma, com crises epilépticas ou sob anestesia geral.

Inclusive, todos concordam que pesquisas futuras poderiam dar acesso a outros tipos de estados de consciência, além de ajudar a esclarecer quais outras regiões do cérebro estão envolvidas em diferentes tipos de estado de consciência. Ou talvez o que descobriremos seja em que área e como nos conectamos com a Consciência, em letra maiúscula. Depende de quem e como você queira interpretá-la. Um tema apaixonante e cuja compreensão parece estar mais próxima a cada dia.

“Essas regiões parecem oferecer uma integração multissensorial que está bem adaptada para suportar a simulação virtual de um mundo que caracteriza os sonhos”.
-Dr. Lampros Perogamvros. Universidade de Wisconsin-Madison. Coautor do estudo-