A importância de seguir em frente

A importância de seguir em frente – Primeira parte

março 24, 2015 em Emoções 430 Compartilhados
seguir em frente

Enfrentamos situações em algum momento da nossa vida, que se pudéssemos jamais viveríamos. Quem não sentiu uma dor imensa e o coração dilacerado ao ouvir em algum momento: “não te amo mais”, “já não sinto o mesmo que você”, “estou apaixonado por outra pessoa”. Nesse instante o nosso mundo desaba, perdemos o interesse pelo trabalho, amigos, família…Pensamos que nunca mais iremos nos reerguer e seguir em frente. Mas a realidade é diferente.

Você já se sentiu assim? Eu já, algumas vezes, e isso infelizmente quase me destruiu. Naquele momento de desolação e dor, pensei que deveria enfrentar a situação como uma oportunidade de aprendizado, me conhecer, me tornar uma pessoa melhor e aprender a viver sozinho. Quando minha mãe me disse: “filho, sinto que você está mais carinhoso comigo e com mais interesse pela vida”, percebi que tinha conseguido superar a separação. Achei que poderia seguir adiante, que a vida me reservava momentos maravilhosos e que tinha muitas experiências para viver.

Como se recuperar depois de uma separação

Como se recuperar após uma separação e seguir em frente

Mesmo que você conheça outras pessoas logo após a separação, perceberá que não é bem assim, e que esse processo é mais demorado e doloroso do que você esperava. O ditado “só se esquece um amor com outro amor” não é tão verdadeiro assim; pelo menos a curto prazo.

Quando somos abandonados, nossa primeira reação é tentar recuperar o nosso relacionamento e trazer de volta a pessoa amada. Ficamos vulneráveis e tentamos encontrar um motivo para o término. Nos sentimos culpados achando que fizemos algo de errado, que não somos bons o suficiente, e que poderíamos ter dito mais vezes “eu te amo”. Mas somente o tempo pode curar as feridas e amortecer a dor.

Depois vem a aceitação. “O que vou fazer, já que ele não me quer mais? Claro, encontrarei outra pessoa”. É bom pensar assim, mas agir com calma é primordial, pois muita gente pensa ter superado e acredita poder manter uma relação de amizade com o ex, mas quando o vê caminhando de mãos dadas com outra, o choque emocional e psicológico pode ser devastador. Esse caminho pode ser longo, doloroso e tedioso. É o momento de investir todo o tempo em benefício de si mesmo, recuperar as amizades e se realizar tanto pessoal como culturalmente.

Não é possível determinar quanto tempo demora, pois cada pessoa reage de forma diferente. Quando conseguir isso, todas as dificuldades e dores estarão superadas. Você irá pensar em seu ex-companheiro de uma maneira saudosa, recordando os bons momentos que passaram juntos. Encontre um novo amor e permita-se seguir em frente. Caso você acredite que nunca poderá superar a perda, pense e se questione: eu respirava, comia, sorria e vivia normalmente quando estava sozinho e antes de encontrar alguém? Com certeza! Nunca se esqueça de que nós somos nossa melhor companhia.

Recomendados para você