De porta em porta: a inspiradora história de Bill Porter

De porta em porta: a inspiradora história de Bill Porter

Março 15, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Bill Porter

Bill Porter foi uma daquelas pessoas que veio ao mundo para dar a todos uma grande lição de vida. Teve a infelicidade de nascer com paralisia cerebral, algo que trouxe bastante dificuldade para sua vida pois afetou no seu caso o movimento de seus braços e pernas. Também afetou sua fala, o impedindo de falar de maneira normal. Nasceu em São Francisco, nos Estados Unidos, mas desde muito novo viveu sua vida em Portland, Oregon, também nos Estados Unidos, com sua mãe.

Desde criança teve que suportar um bullying constante de seus colegas de escola. Isso principalmente porque quase toda a parte direita de seu corpo era muito atrofiada, com um sistema nervoso deficiente. Estamos falando da década de 30, época em que ainda existia um grande preconceito com pessoas que se encontravam nesse tipo de situação e em que não se falava de inclusão. Poucos compreendiam que a limitação evidente para algumas atividades não o limitava para a ampla gama de opções da vida.

Só havia uma pessoa que confiava cegamente no seu potencial: sua mãe. Ela sabia que a criança era totalmente consciente, e que tinha grande interesse em aprender e evoluir. Por isso, desde muito cedo sua mãe sempre o incentivou a seguir adiante.

“O que pode medir nosso valor é o que fazemos com as oportunidades que temos”.
-Vince Lombardi-

A paixão que trouxe a motivação para Bill Porter

Bill Porter não queria passar a vida condenado a não fazer nada. Sua mente era inquieta e ele sonhava em ser útil para o mundo, empreendendo um caminho de evolução. Mesmo com a sua condição, adorava a área de vendas. Ele gostava do contato com as outras pessoas e via nesse trabalho uma grande oportunidade para evoluir. Foram muitas as pessoas que disseram a ele que seria impossível ser um vendedor devido a suas limitações físicas.

Bill Porter quando jovem

Já sua mãe nunca duvidou dele. Por isso, ela o incentivou a buscar um trabalho como vendedor. Bill Porter felizmente a escutou. Mesmo com muito medo, foi até as lojas da empresa Watkins Incorporated, que comercializava itens de higiene. Ao ver suas deficiências, o gerente negou qualquer emprego a ele. Não acreditava ser possível que um menino com todas as limitações que ele possuía conseguisse vender qualquer coisa.

Bill Porter se sentiu imensamente frustrado. Novamente, no entanto, sua mãe o incentivou a continuar procurando. Desse modo ele voltou para a mesma empresa no dia seguinte, e pediu para falar com o gerente. Ele propôs ao gerente fazer um teste. Pediu que desse a ele a pior rota de vendas que a empresa tinha. Aquela que nenhum outro vendedor queria fazer.

O gerente hesitou, mas já que o menino não iria se dar por vencido, deu-lhe a pior rota de vendas. Sua suposição era de que ele logo ia desistir, depois de um ou dois dias, pois não iria aguentar a pressão. Desse modo, se livraria dele mais facilmente.

Uma história que se transformou em uma lenda

No dia seguinte, Bill Porter se apresentou logo cedo no seu novo trabalho. O gerente havia designado uma rota muito longe para ele, em um lugar de difícil acesso e com perspectivas de venda praticamente nulas. Ele deveria percorrer um total de 16km diariamente. Naquela época, as vendas eram feitas de porta em porta. Isso não intimidou Bill, que se dispôs a realizar seu trabalho com grande animação. No entanto, como era de se esperar, ninguém queria comprar nada.

Chegou a hora do almoço e Bill Porter foi comer o lanche que sua mãe havia preparado em um parque. Era um sanduíche, mas não um sanduíche normal, este tinha um detalhe muito especial. Duas palavras estavam escritas com ketchup no sanduíche: paciência e persistência. Ao ver essa mensagem que sua mãe havia lhe deixado, Bill recuperou a esperança que havia perdido em sua manhã de portas fechadas atrás de portas fechadas.

A história de Bill Porter

Pouco a pouco ele começou a conhecer as pessoas da rota de vendas que haviam lhe designado. Ganhou a simpatia de muitos deles com sua simplicidade, seu carisma e seu entusiasmo. Conseguiu fazer sua primeira venda. Depois a segunda. Depois vieram muitas mais! No mesmo lugar que todos os outros vendedores depreciavam, Bill Porter traçou um caminho de sucesso, tanto financeiro quanto pessoal. Em pouco tempo ele se tornou o melhor vendedor da empresa.

Bill trabalhou por 40 anos para essa companhia. Durante todo esse tempo ele ganhou prêmios, medalhas e admiradores. Em 1995 um jornal local se interessou pela história dele e quis publicá-la. Foi assim que as pessoas passaram a conhecer esse homem maravilhoso, quando ele já estava a ponto de se aposentar. Graças ao jornal, Bill recebeu milhares de cartas e ligações de todo o mundo. Ele se tornou uma grande celebridade. Sua história foi até levada ao cinema no ano 2000. Ele morreu aos 81 anos, no ano de 2013, como um homem completamente realizado.

Recomendados para você