O que é Inteligência Emocional? Descubra a importância das emoções

· abril 21, 2016

Alguma vez você já pensou no que é inteligência emocional e em como ela influencia o seu dia a dia? É possível que estejamos dando muita importância ao nosso intelecto e ao uso da lógica, e não tanto às emoções.

No entanto, as emoções são vitais no nosso desenvolvimento. Além da criação de toda uma estrutura de pensamento, a inteligência emocional pode formar verdadeiras pautas de comportamento capazes de definir a forma de agir de uma pessoa.

O que é inteligência emocional?

Se avançarmos no sentido estrito da definição de inteligência emocional, devemos citar Mayer, que foi o primeiro a pesquisar sobre ela.

Mayer define a inteligência emocional como uma habilidade humana que permite perceber, compreender e regular as nossas próprias emoções e as daqueles que nos rodeiam. Este fato provoca um crescimento intelectual e emocional que serve para transformar o nosso próprio comportamento e pensamento.

“O grande descobrimento da minha geração é que os seres humanos podem mudar suas vidas ao mudar suas atitudes mentais.”
-William James-

A importância das emoções

Pensando no poder que as emoções têm como agentes de mudança, visto que afetam diretamente o comportamento e o pensamento, é óbvio que elas cumprem um papel essencial na formação da personalidade.

Neste ponto, é interessante observar alguns indicadores importantes que apontam para a necessidade de uma inteligência emocional saudável, sincera e bem desenvolvida.

Não se esqueça de que reprimir as emoções é um sinal muito negativo para a nossa saúde mental. Neste caso, estaremos transformando o nosso próprio intelecto de forma artificial, com base em imposições e não em necessidades naturais.

Ser observador

Aquelas pessoas que são observadoras e ficam contentes pelo que acontece com os outros, especialmente com os entes queridos e as pessoas mais próximas, mostram uma inteligência emocional saudável.

Se você é uma pessoa observadora, vai descobrir todos os dias que pode melhorar ou motivar uma melhoria no mundo dos outros. Desta forma, você também pode encontrar motivações para si mesmo. A linguagem corporal, os tiques ou o próprio comportamento humano podem ser fonte de riqueza para você.

“A verdadeira compaixão não significa só sentir a dor de outra pessoa, mas estar motivado a eliminá-la.
-Daniel Goleman-

Mulher observando uma borboleta

Preze pelo exemplo

Se você dá conselhos aos outros, por que não os aplicar a si mesmo? Uma parte muito importante da inteligência emocional é saber dar exemplos.

Neste caso, não basta fornecer soluções que ajudem os outros, mas é preciso saber adaptá-las ao seu próprio comportamento. Se você acha que isso é bom para os outros, provavelmente também vai ser bom para você.

Estar ciente de si mesmo

Uma chave importante da inteligência emocional é que ela te permite estar ciente de si mesmo. Ninguém é perfeito. Como tal, todos nós temos pontos fracos e fortes com os quais temos que conviver. No entanto, não há nenhuma razão pela qual não possamos lutar todos os dias contra as nossas fraquezas e reforçar aquelas habilidades em que somos mais competentes.

O passado ficou para trás, viva o presente

Uma pessoa que já desenvolveu uma inteligência emocional saudável e eficiente sabe que o passado ficou para trás. Não se deve viver naquilo que aconteceu, porque isso não vai voltar. Devemos aprender com a forma como aconteceu, aplicar essa lição ao presente para melhorarmos como pessoas e olharmos para o futuro sem medo e com esperança.

Ser um bom ouvinte

Outra característica das pessoas com uma alta inteligência emocional é que elas sabem escutar. Elas são ouvintes ativas, que aprendem tudo o que lhes pareça útil e proveitoso sobre os outros. Elas irão aplicar este conhecimento a si mesmas para serem mais ricas e plenas.

Você se sente confortável no meio das pessoas

Amigas tomando café e comendo biscoitos

Um aspecto muito positivo e importante dos seres humanos com uma boa inteligência emocional é que elas se sentem confortáveis com outras pessoas. Quer sejam pessoas estranhas ou amigos, elas são seguras de si mesmas e de suas emoções, e por isso não têm problema em marcar encontros com pessoas de outra raça, cultura ou orientação sexual.

Uso da ética

As pessoas com uma boa inteligência emocional também sabem da importância da ética em todos os seus atos. Quer seja no âmbito laboral ou nas relações familiares, elas regem seu comportamento por padrões que lhes permitem diferenciar o bem do mal.

É evidente que a inteligência emocional, dada a sua importância para as emoções humanas, é uma habilidade que permite nos conhecer melhor e sermos mais ricos e plenos em todos os níveis.