O TDAH também tem um lado positivo - A Mente é Maravilhosa

O lado positivo do TDAH

16, janeiro 2017 em Psicologia 1421 Compartilhados
O lado positivo do TDAH

Quando falamos de qualquer tipo de transtorno, acreditamos que ele é negativo em todos os seus aspectos. Mas nem sempre é assim. Mesmo que os transtornos tenham várias características que causem dificuldades e problemas, eles também têm o seu lado positivo. Hoje vamos nos concentrar no TDAH, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, que é cada vez mais diagnosticado entre as crianças.

Um transtorno não significa “doença”, um transtorno não nos define. Por exemplo, uma pessoa com depressão não é o mesmo que uma pessoa depressiva: o transtorno é diferente do sintoma. Então, acredite ou não, há um lado positivo no TDAH que vai mudar a nossa perspectiva sobre essa falta de atenção, essa incapacidade de concluir uma tarefa ou a impulsividade que consideramos sempre negativa.

Eu não estou abaixo do “normal”, não valho menos, nem sou menos capaz, apenas ajo de forma diferente.
Compartilhar

Antes de mergulharmos no assunto em questão, é preciso mencionar que nem todas as crianças apresentam os aspectos positivos desse transtorno, assim como os aspectos negativos podem não afetá-las com a mesma intensidade. Talvez, por falta de conhecimento, as pessoas não estimulem esses aspectos e foquem o tratamento na minimização dos sintomas. No entanto, o tratamento é necessário, podemos ver o seu lado positivo e, se possível, reforçá-lo.

A criatividade das crianças com TDAH

Você acredita que a desatenção e a incapacidade para terminar as tarefas sejam um aspecto muito negativo? Talvez você não tenha notado que o seu filho é muito criativo. Por isso, age com espontaneidade, explorando tudo o que tem ao seu redor, prestando atenção em coisas que os outros iriam ignorar.

As crianças com TDAH procuram maneiras diferentes de se divertir. Algumas delas são muito curiosas, fruto das suas habilidades criativas. Além disso, uma criança com TDAH tenta experimentar, pesquisar por conta própria. Nesse aspecto, elas são muito independentes.

crianca-com-tdah

Talvez a parte mais negativa seja a frustração que as crianças sentem quando são “obrigadas” a ficar quietas, a se comportar, não explorar seu ambiente e soltar toda essa criatividade. Isso as aborrece, as deixa inquietas e pode causar reações negativas.

As crianças com TDAH não toleram a rotina.
Compartilhar

Então, se uma criança com TDAH gosta de fazer algo, é essencial que o faça. É verdade que muitas vezes saem da “norma” e não fazem as coisas como deveriam, mas algo que as faz  felizes estimulará a sua criatividade e poderão se transformar, no sentido mais amplo da palavra, em jovens apaixonados pelo que fazem.

Esquecem os episódios negativos

E quanto a nós, adultos? Quando experimentamos um episódio negativo nos preocupamos, às vezes nos culpamos, nos sentimos magoados por um longo tempo, guardamos rancor… Isso acontece com menos frequência com as crianças com TDAH.

É muito raro que uma criança ou uma pessoa com TDAH saiba o que é rancor.
Compartilhar

Esta forma de encarar as situações mais complicadas pode ser positiva para o seu futuro. Ao contrário das pessoas que não têm esse transtorno, elas conseguem esquecer e o seu mundo não ficará preso aos fatos que a magoaram.

Isto acontece porque elas vivem o presente e se adaptam às circunstâncias. Por causa da sua rejeição ao tédio, diante dos dias que seguem um após o outro, as crianças com TDAH apreciam tudo de novo que acontece na sua vida, mesmo que não seja totalmente positivo.

menina-feliz-com-tdah

Para uma criança com TDAH uma mudança de planos “de última hora”, uma circunstância que os obrigue a tomar outro caminho na vida, jamais será um drama. Esta capacidade de adaptação e esquecimento é algo que para muitas pessoas seria muito útil: as livraria de preocupações inúteis.

A sua energia é contagiosa

As crianças com TDAH são cheias de energia. Tanto é assim que são elas que propõem novos tipos de jogos e desafios para brincar com os seus amigos. Essas crianças gostam de fazer amigos, observá-los e perceber as diferenças como aspectos divertidos e inspiradores.

Essa energia, por vezes, resulta em impulsividade. As crianças não ficam pensando em fazer alguma coisa; “fazem e pronto”. Isto deixa os pais loucos porque não conseguem ver esta impulsividade como algo positivo.

Falamos anteriormente do tédio, mas o que acontece quando uma criança encontra alguma coisa de que gosta? Uma criança com TDAH concentra toda a sua energia para executar essa atividade. Ela nunca deixará para amanhã o que pode fazer hoje, se de fato é o que gosta.

menino-com-tdah
Essa característica permite que ela se esforce ao máximo para concluir a tarefa que chamou a sua atenção, para dar o melhor de si mesma, para colocar a sua criatividade em cima da mesa … Talvez no dia seguinte seja outra atividade o que mais lhe interessa, mas agora é esta e ela vai aproveitar o momento ao máximo.
As crianças com TDAH são extremamente observadoras. Há muitas coisas das quais não estamos conscientes, mas que elas não deixam escapar.
Compartilhar
Apesar de estarmos acostumados a ver os transtornos do ponto de vista negativo, o fato é que existem vários transtornos que têm o seu lado positivo. Nós simplesmente precisamos olhar de uma outra perspectiva para que o aspecto positivo seja potencializado e faça pender a balança a seu favor.
Recomendados para você