Ler é uma forma de aumentar a inteligência emocional

outubro 7, 2019
A leitura pode ajudar a aumentar a nossa inteligência emocional. Neste artigo, vamos explorar os seus benefícios. Além disso, também vamos falar sobre como o gênero influencia a inteligência emocional.

Em 2017, um estudo da Associação Americana de Psiquiatria indicou que ler Harry Potter permite aumentar a inteligência emocional. Mais especificamente, esta leitura aumenta a abertura da mente e diminui os preconceitos com as minorias.

Outro estudo, publicado na revista Science (2013), chegou à conclusão de que ler ficção científica contribui para o desenvolvimento da teoria da mente.

A leitura – não apenas da saga mencionada, mas de muitos tipos de livros – parece favorecer o desenvolvimento emocional. Esse desenvolvimento emocional, por sua vez, parece prever o sucesso pessoal, social e profissional do indivíduo.

Mulher lendo na cama

Existem diferenças de gênero em relação à inteligência emocional?

Em relação ao gênero, os estudos demonstram que não há diferenças significativas no que diz respeito à inteligência emocional global.

No entanto, encontramos diferenças ao analisar os componentes que a constituem. As principais diferenças estão expostas na seguinte tabela:

Mulheres Homens
Maior consciência das emoções Melhor tolerância ao estresse
Maior habilidade quando se trata de perceber, compreender e expressar as emoções. Maiores habilidades de controle de impulsos
Maior empatia Mais segurança em si mesmo
Maior aptidão nas relações interpessoais Maior independência
Maiores oportunidades de interação social Mais otimismo

O desenvolvimento da inteligência emocional

A inteligência emocional é descrita como um tipo de inteligência social que permite às pessoas lidar com suas próprias emoções e com as dos outros, discerni-las, e usar e compreender essa informação emocional para orientar seus pensamentos e suas condutas” (Del Pilar Jiménez et al., 2019).

Existem dois pontos de vista principais em relação ao desenvolvimento da inteligência emocional. O primeiro estabelece que ela vai aumentando progressivamente com a idade e a experiência. O segundo, que se desenvolve durante a infância e se assenta no princípio da idade adulta.

Seja como for, começar a treinar as pessoas desde cedo pode ser muito benéfico para o desenvolvimento desse tipo de inteligência.

Em crianças que estão em idade escolar, foi comprovado que trabalhar a inteligência emocional por meio de programas específicos ou de um tratamento transversal tem as seguintes vantagens:

Que tipo de livro permite aumentar a inteligência emocional?

Quando se trata de escolher livros ou leituras que ajudem a potencializar nossa inteligência emocional, encontramos várias opções. Vamos imaginar, por exemplo, que estamos em uma livraria.

A primeira opção consiste em caminhar pela ampla seção de romances e escolher um cujo enredo nos chame a atenção. Ao fazer isso, é praticamente inevitável desenvolver um certo vínculo com um ou vários personagens. Com esse vínculo, estaremos desenvolvendo nossa empatia.

Colocar-se no lugar do protagonista, entender seus estados emocionais, compreender o porquê de suas ações, etc. Em última instância, tomar um personagem como referência para aprender com ele é uma maneira não direta, mas muito divertida, de desenvolver a inteligência emocional ao ler um livro.

A segunda opção é se dirigir à seção de psicologia ou autoajuda da livraria. Embora não seja tão extensa quanto a seção de romances, podemos encontrar muitos livros dedicados ao desenvolvimento de habilidades, capacidades ou atitudes pessoais, entre elas a inteligência emocional.

Essa tipologia de livros se caracteriza por proporcionar ao leitor conhecimentos diretos ou orientações de como agir, muitas vezes utilizando personagens como exemplo, mas sem que eles sejam protagonistas do livro.

Se você quer saber mais sobre quais desses livros ler para aumentar a inteligência emocional, recomendamos a leitura do artigo “5 livros de Inteligência Emocional que vale a pena conhecer

Por fim, se o que você quer é combinar as vantagens de ambas as tipologias, pode optar por uma terceira alternativa.

Há uma vertente dos livros de autoajuda que narram histórias curtas. Elas são criadas para mostrar, por meio das ações e das vivências dos personagens, as atitudes ou habilidades que o autor quer propor desenvolver desde o início.

Pessoa lendo um livro

Desenvolver esse tipo de inteligência em crianças

Para trabalhar a inteligência emocional, é possível utilizar duas estratégias fundamentais: a primeira inclui técnicas, métodos ou ações diretas que funcionam como modelos e que os pais realizam. O artigo Segredos para a educação emocional infantildesenvolve essa ideia.

A segunda, menos direta mas igualmente efetiva, é por meio da leitura. Seja em forma de contos, fábulas, histórias em quadrinhos, romances etc., todos esses recursos ajudam os pais a trabalhar as competências sociais e emocionais dos filhos.

De fato, a leitura de livros ajuda a desenvolver a teoria da mente. Esta é uma capacidade muito importante, já que nos permite refletir e compreender nossos estados mentais e os dos outros.

  • Del Castillo Guevara, J., & Martí Lahera, Y. (2007). Lectura, inteligencia emocional y sociedad: reflexiones desde el contexto informacional. Acimed16(4), 0-0.
  • Del Pilar Jiménez, E., Alarcón, R., & de Vicente-Yague, M. I. (2019). Intervención lectora: correlación entre la inteligencia emocional y la competencia lectora en el alumnado de bachillerato. Revista de Psicodidáctica24(1), 24-30.
  • García, P. Á. C., & Ibañez, V. G. L. (2010). La lectura como determinante del desarrollo de la competencia emocional: un estudio hecho con población universitaria. Revista de Investigación Educativa28(2), 345-359.
  • Ramírez, G. G. (2011). Los procesos de lectura y escritura en la inteligencia emocional. Poliantea7(13), 6.
  • https://www.antena3.com/se-estrena/harry-potter/universo-potter/estudio-cientifico-revela-que-seguidores-harry-potter-son-mejores-personas_201706195947ab410cf22592e32093dd.html
  • https://www.psicolibertad.com/2013/11/18/leer-novelas-de-ficci%C3%B3n-mejora-la-inteligencia-emocional/
  • https://www.newschool.edu/pressroom/pressreleases/2013/CastanoKidd.htm
  • https://es.wikipedia.org/wiki/Teor%C3%ADa_de_la_mente