Mania de perseguição: em que consiste?

A mania de perseguição é um sintoma que ocorre no contexto de certos transtornos mentais. Quem sofre com isso acredita que está sendo perseguido.
Mania de perseguição: em que consiste?

Última atualização: 27 junho, 2022

Os alienígenas estão me perseguindo, eles querem me sequestrar, não posso sair de casa porque eles vão me pegar.” Esta é a afirmação de uma ideia persecutória . Do lado de fora soa muito incoerente, mas para as pessoas que sofrem com isso, as situações que descrevem são reais e, portanto, a tensão que vivenciam é muito grande.

A mania de perseguição afeta a pessoa que mantém ideias semelhantes à do exemplo – podem parecer mais realistas no início, como alguém perseguindo-o ou querendo prejudicá-lo no trabalho.

Aqueles com mania de perseguição podem sentir esses tipos de ameaças, mesmo quando não estão realmente em uma situação perigosa ou não há evidências para fazer sua história parecer real. Além disso, eles nomeiam grupos de alto perfil como: o FBI, a CIA, os alienígenas, Deus, o diabo, entre outros, como perseguidores.

Mulher com medo devido à mania de perseguição
As pessoas que sofrem de mania de perseguição sentem-se ameaçadas e com medo porque acreditam que estão sendo perseguidas.

Mania de perseguição: doença ou sintoma?

O que alguns chamam de mania de perseguição, para outros é delírio, conforme descrito no DSM-5 (um dos mais importantes livros de diagnóstico em saúde mental). O termo “mania” está associado ao estado maníaco que alguns pacientes diagnosticados com bipolaridade podem apresentar. Entendendo isso, vamos esclarecer o que é mania de perseguição.

Pessoas com mania de perseguição, embora não demonstrem deterioração intelectual, tendem a associar ideias de forma inusitada. Essa associação geralmente tende a confirmar a ideia de que estão sendo seguidos ou perseguidos.

Esse sintoma geralmente dura pelo menos mais de um mês. A mania de perseguição é um sintoma caracterizado pelo medo de perseguição ou sequestro. Sendo um sintoma, como tal, pode estar relacionado a muitos tipos de distúrbios ou distúrbios a nível psicológico. Assim, um paciente com esquizofrenia ou transtorno bipolar pode ter ideias persecutórias.

Causas da mania de perseguição?

Embora as causas sejam desconhecidas, as estatísticas mostram que pode ocorrer com mais frequência em pessoas de meia-idade ou mais velhas. Alguns especialistas acreditam que a aparência pode estar associada a traços narcisistas, juntamente com altos graus de angústia e frustração.

Por outro lado, mais do que causas, existem vários fatores de risco que são uma combinação de história familiar ou biológica. Dentro do ambiente ou situacional, estão os seguintes fatores:

  • Eventos de alto estresse.
  • O uso de drogas, por exemplo, os efeitos de certas drogas recreativas são conhecidos por precipitar um episódio de mania de perseguição.
  • Isolamento social.
  • Distúrbios do sono.
  • Circunstâncias biográficas do paciente, por exemplo: alguém pertencente a uma minoria étnica que sofreu uma situação de assédio.
Homem olhando pela janela
Quem tem mania de perseguição precisa verificar constantemente se está sendo perseguido.

Como identificar os sintomas?

Uma pessoa com mania de perseguição pode dedicar toda a sua atenção, tempo e até dinheiro por sentir que está sendo perseguida. Nesse sentido, características comportamentais podem indicar que alguém tem mania de perseguição. Algumas delas podem ser:

  • Estar preocupado com a lealdade de pessoas próximas: em um casal romântico pode acontecer que elas suspeitem que seu parceiro tenha um amante e seja infiel, o que pode causar muito desconforto e brigas.
  • Em situações normais, elas interpretam significados ameaçadores: tendem a ser obsessivas com essa ideia de estar em perigo e ser atacada, assim podem passar horas ruminando conversas e pensando que havia um significado oculto por trás de uma frase comum que alguém lhe disse.
  • Se sentem espionadas ou perseguidas: essa é a principal característica, pois o levam ao extremo.

Nesse ponto, todos os comportamentos podem ocorrer em pessoas sem patologias que passam por uma situação difícil que excede seus recursos emocionais e cognitivos. Portanto, se você suspeitar que alguém próximo a você tenha esses sintomas, é melhor consultar um profissional.

Se você acha que alguém sofre de mania de perseguição, a primeira tentação que você pode sentir é tentar convencer o outro de que sua mente está trabalhando em uma realidade paralela. Fazer isso pode ser muito complicado – eles percebem muitos indícios que apoiariam sua hipótese – e também é contraproducente, por isso a primeira recomendação que fazemos é que você consulte um profissional. Não apenas para tratá-lo, mas para que seja ele quem o oriente na hora de facilitar a pessoa afetada a ir à terapia.

Pode interessar a você...
Hipomania: sintomas e relação com o transtorno bipolar
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Hipomania: sintomas e relação com o transtorno bipolar

A hipomania é um estado caracterizado por um humor dominado pela efusividade, a exaltação, e um dinamismo no qual as emoções são intensas.



  • Bernal et al (2020) Subtipo Persecutorio Del Trastorno Delirante:Estudio De Series De 129 Casos. REV. CHIL NEURO-PSIQUIAT 58 (2); 116-126
  • Espinosa López, R., Valiente, C., & Bentall, R. P. (2014). El concepto de self y de otros en los delirios persecutorios.
  • Flores, E. (2021). Psycopathia lascasiana: un “delirio paranoico”. Literatura Mexicana, XXXII (01), 39-68 | doi.org/10.19130/iifl.litmex.2021.1.26852
  • Salavert, J., Berrospi, M., Miralles, M. L., Dueñas, R. M., Tiffon, M. L., & San Molina, L. (2003). El trastorno delirante. Revisando los aspectos de la paranoia. Revista de Psiquiatría de la Facultad de Medicina de Barcelona30(6), 304-313.