O mito da Hidra de Lerna

O mito da Hidra de Lerna é uma passagem fabulosa da mitologia grega. Fala sobre a luta eterna entre o homem e os segredos que são impostos desde o reino da morte. É uma história povoada de seres sombrios e de coragem.
O mito da Hidra de Lerna

Última atualização: 14 Novembro, 2021

O mito da Hidra de Lerna fala sobre um monstro de água terrível e implacável que fazia parte do submundo grego. Na cultura antiga, havia divindades celestiais e também deuses das trevas. Este ser pertencia à segunda categoria.

O mito da Hidra de Lerna diz que esta criatura tinha muitas cabeças. Uns dizem três, outros atribuem cinco e há quem fale em cem ou dez mil. Um de seus poderes era justamente regenerar suas cabeças quando fossem amputadas. Para cada uma que ele perdia, duas cresciam.

Esta fera vivia no Lago Lerna, perto de Nafplio. Sua forma era de uma cobra e se escondia debaixo d’água. De acordo com o mito da Hidra de Lerna, uma das entradas para o submundo ficava nas profundezas do lago e a missão do monstro era protegê-la.

“A morte é doce; mas sua antessala, cruel ”.
-Camilo José Cela-

A origem do mito da Hidra de Lerna

O mito da Hidra de Lerna começa com o pai da besta, que era Tifão. Este era um deus que controlava os furacões. Era um monstro alado, tão alto que alcançava as estrelas. Seus dedos eram cabeças de dragão e em suas coxas havia um enxame de cobras.

Tifão cuspia fogo e lava, e dava origem a terremotos e furacões quando batia suas asas. Ele enfrentou Zeus depois de derrotar os Titãs. Em um combate feroz, ele arrancou os tendões do rei do Olimpo. Mais tarde, Hermes os recuperou e os devolveu a seu pai, que desta vez lutou contra Tifão até derrotá-lo.

O mito da Hidra de Lerna diz que a mãe desta criatura era Edquidna, uma ninfa assustadora que nasceu do sangue no pescoço da Medusa. Ela tinha olhos pretos assustadores e um corpo de cobra. Ela concebeu vários filhos com Tifão, como Cérbero, Quimera, o Leão de Nemea, a Águia de Prometeu e a Porca de Cromo.

Titanomaquia, os deuses gregos vs. titãs gigantes

Hércules e a Hidra de Lerna

De acordo com o mito da Hidra de Lerna, este monstro exalava um halo venenoso. Quem o inalava morria na hora. Hera, esposa de Zeus, impôs a Hércules 12 tarefas que eram praticamente impossíveis de realizar. A segunda delas era matar o monstro que, além disso, estava devastando os campos e diminuindo os rebanhos.

Em sua missão, Hércules teve a companhia de Iolau, seu sobrinho, companheiro fiel a quem o herói confiou a tarefa de conduzir o automóvel em que viajava. Assim, ambos vieram ao pântano de Lerna para procurar a besta.

Os dois cobriram o rosto muito bem para evitar o hálito venenoso da Hidra. Depois, Hércules começou a atirar flechas em chamas em direção ao refúgio do terrível monstro. Seu plano era provocá-lo nas profundezas para que pudesse enfrentá-lo. Sua estratégia foi bem-sucedida e a hedionda criatura emergiu do seu esconderijo. Ele quase conseguiu vencê-la.

Hércules matando a Hidra de Lerna

A morte da terrível criatura

O mito da Hidra de Lerna diz que Hércules pegou sua espada e começou a cortar as cabeças do monstro. No entanto, toda vez que ele cortava uma, mais duas apareciam. A besta agarrou-se a suas pernas e limitou seus movimentos. Vendo que a Hidra havia encontrado um rival à altura, Hera enviou sua ajuda.

De repente, um caranguejo gigante apareceu, investiu contra Hércules e mordeu seus pés. O herói esmagou o crustáceo; compadecida pelo seu destino, Hera o enviou ao céu. Desde então, tornou-se a constelação de Câncer. Enquanto isso, Hércules chamou seu sobrinho para ajudá-lo.

Desta forma, enquanto Hércules desmembrava as cabeças do monstro com sua espada, Iolau queimava o ferimento para cauterizá-lo e evitar que uma nova nascesse. Diz-se que, entre os dois, conseguiram derrotar a criatura, acabando com todas as suas cabeças.

Após a luta, o herói enterrou a última cabeça e encharcou algumas flechas com o sangue envenenado da besta para aumentar sua capacidade de dano. O mais desconcertante é que, mais tarde, soube-se que Iolau havia ajudado Hércules, invalidando assim o desafio.

Pode interessar a você...
Dédalo: o grande inventor da mitologia grega
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Dédalo: o grande inventor da mitologia grega

Na mitologia grega, diz-se que Dédalo construiu, entre outras coisas, o paradigmático Labirinto para o rei Minos, de Creta. Saiba mais sobre ele.



  • Soliveres Codina, J. (2017). Interculturalidad del mito de la hidra de Lerna y su recepción contemporánea en la cultura popular.