Mude o hábito... fale de suas alegrias!

Mude o hábito… fale de suas alegrias!

19, setembro 2015 em Emoções 0 Compartilhados
cachorro

E se nós começássemos hoje a mudar alguns pequenos costumes? Vamos começar o dia com o simples propósito de falar só de coisas boas, dos aspectos positivos da vida e deste presente que agora o envolve.

Você acha isto complicado? Mas é possível, ainda que em certas ocasiões falar sobre as coisas negativas seja algo bastante comum entre todos nós. Comum e até mesmo funcional. “Você vê como as coisas estão ruins?” “Eu não sei o que fazer com fulano, cada vez mais ele faz da minha vida um inferno”, “Você está certo, é muito difícil mudar a minha situação”.

Algumas vezes parece que os problemas de alguns e os dramas diários de outros unem forças para criar uma espécie de círculo vicioso, no qual promover a mudança e a melhoria parece ser impossível, o que acaba por distorcer a realidade ainda mais. E isso não é saudável.

Falar de suas alegrias e das coisas boas em sua vida não é ser egoísta ou fechar os olhos perante as dificuldades; é uma atitude, uma visão mais construtiva e que pode nos ajudar mais no nosso dia a dia. Vamos tentar entender isso um pouco melhor.

Falar de suas alegrias não significa ignorar a tristeza

Falar das suas alegrias não significa ignorar a tristeza.

“Eu assumo a minha realidade, compreendo todos os aspectos que me causam dor, e, no entanto, eu escolho ver a vida com mais força e otimismo, porque dessa maneira, posso viver um dia mais cheio de alegria. Além do mais, isso também proporciona bem-estar aos que me rodeiam”.
Compartilhar

“Olhe o lado bom das coisas”. Isso não é apenas o slogan típico de qualquer manual de autoajuda. É também um apoio diário que não nos deixa cair nos tropeços da vida e nos ajuda a ficar em pé nas mais diversas situações do nosso cotidiano.

Vamos pensar nisto por um momento: é possível que muitos de nós tenhamos passado por tempos difíceis, e até podemos estar passando agora. No entanto, se você focar o seu dia-a-dia na negatividade, não haverá nenhuma maneira de seguir em frente, não haverá nenhuma solução.

E nós temos que ter cuidado, pois a negatividade é como uma doença que adere e que asfixia. E não é só isso, às vezes ela é até contagiosa. Quantas vezes tivemos de fugir daquele familiar ou daquele amigo que costumava nos fazer uma lista interminável dos seus problemas? Manter uma distância “segura” dessas pessoas não é ser egoísta, é um simples ato de sobrevivência.

Focar nossa visão no positivo e falar das nossas alegrias nos cauteriza por dentro e, ao mesmo tempo, traz positividade para aqueles com quem nós conversamos e convivemos. É possível que às vezes isso pareça difícil; há dias em que falar das nossas alegrias é quase uma tarefa impossível, mas eu garanto que é um exercício verdadeiramente saudável para o corpo e também para as emoções. Os pesares machucam, a tristeza afoga e no negativismo existe uma dose de raiva muito danosa. Temos que ir com cuidado.

pequenas coisas

Como focar minha realidade nas alegrias, todos os dias

Como posso definir meu dia a dia no lado positivo e alegre quando, na realidade, não me sinto assim? Não é fácil, temos que ser honestos, por isso é importante que você tente aplicar estas estratégias mais simples primeiro.

  1. Mergulhe em suas preocupações, em suas tristezas. Compreenda-as e veja qual é a “forma” delas, o que as causa e o que você pode fazer para lidar com elas. Se você não pode resolvê-las, por exemplo, em casos de perda, decepção, traição ou um de simples “adeus”, deixe-as ir tão logo quanto for possível, então… desapegue.
  2. Elimine a conversa negativa. Todos nós, ocasionalmente, caímos nesses pensamentos obsessivos que nos fazem pensar em coisas negativas e fatalistas. Evite-os; eles não servem para nada!
  3. Construa afirmações positivas: hoje vai ser o meu dia, hoje vou deixar as coisas muito melhores, hoje eu vou me sentir bem…
  4. Transforme as declarações negativas em positivas: De “Eu sou um perdedor” para “Eu sou alguém que merece o melhor”.
  5. Concentre-se no presente: não postergue o seu bem-estar e a sua felicidade para amanhã, ou para “quando eu tiver isto…”. Não espere, aproveite o seu momento presente, seja feliz aqui e agora, desfrute de suas alegrias todos os dias e em todos os momentos.
Recomendados para você