Nasce Uma Estrela: o outro lado da fama

fevereiro 16, 2020
Nasce Uma Estrela é uma história de sentimentos, de descida ao inferno, de amor... Uma história difícil, mas muito real, que nos convidará a refletir sobre várias questões relacionadas ao mundo do entretenimento. Tudo isso, juntamente com momentos musicais excepcionais, faz com que seja um filme cheio de emoções.

O filme Nasce Uma Estrela tem as suas raízes no mundo da música: de músicos sonhadores que dão os seus primeiros passos em bares noturnos às garras afiadas da poderosa indústria musical.

Trata-se de um cenário que Lady Gaga conhece em primeira mão e que lhe permite brilhar com a sua própria luz, oferendo-nos alguns momentos musicais espetaculares, de arrepiar.

Nasce Uma Estrela: silenciando críticas

Quando alguém decide fazer um remake, se a obra original for muito conhecida e respeitada, a nova versão receberá críticas negativas antes mesmo da sua estreia.

Nesse caso específico, a sombra do passado era enorme, uma vez que não havia apenas uma única versão. Já haviam sido feitas duas versões anteriores. Um total de três filmes que narravam a mesma história pesava sobre Nasce Uma Estrela

Desde o original de 1937, a história contada variou um pouco; as estrelas deste filme não eram dedicadas à música, mas ao cinema. No entanto, a trama amorosa e o drama comovente estão presentes em todas as suas versões. A mudança de indústria não foi uma invenção de Bradley Cooper; em 1976, Frank Pierson nos trouxe essa história pelas mãos de Barbra Streisand e Kris Kristofferson.

Nasce Uma Estrela gerou expectativas porque, além de ser um remake, significava a estreia de Cooper na direção e de Gaga nas telonas. Dois rostos conhecidos que decidiram explorar novas mídias, novas formas artísticas.

Lady Gaga já havia dado os seus primeiros passos no mundo da atuação com um papel pequeno e como protagonista na quinta temporada da série American Horror Story. No entanto, um longa-metragem é algo mais complicado, por isso surgiram as dúvidas.

Contra todas as probabilidades, o filme recebeu muitos aplausos da crítica. Cooper e Gaga fizeram um trabalho excepcional, e ela conseguiu aliviar, com a sua voz, o drama e a escuridão que o filme abriga.

A pessoa por trás do artista

Muitas vezes, idealizamos tanto os artistas que esquecemos que, por trás da máscara, há uma pessoa de verdade que sente e vive como nós. A indústria e a mídia de massa, em parte, contribuem para essa idealização. Assim, os artistas deixam de ser pessoas e se tornam produtos, objetos de consumo.

Superar o estresse de uma turnê, dormir cada noite em um lugar diferente e ter que render 100% diante de um grande público que espera ver o seu melhor não é, de maneira alguma, uma tarefa fácil. Por esse motivo, muitos artistas se envolvem em problemas como o alcoolismo, drogas, depressão, etc.

Tudo isso está ligado a uma exposição inimaginável: tudo que você faz e diz pode ser questionado, inclusive a sua aparência física. O mundo da imagem parece andar de mãos dadas com a música e o cinema. Transformamos os artistas em modelos, quando essa não deveria ser sua função. Tudo isso é mostrado minuciosamente em Nasce Uma Estrela.

Cena do filme 'Nasce Uma Estrela'

A indústria da fama

Jackson era um músico famoso, mas com um sério problema de alcoolismo e drogas. Ally, por outro lado, é uma jovem garçonete com uma grande paixão pela música, mas que tem que se contentar em atuar em um bar noturno onde divide o palco com drag queens.

Nesse ambiente noturno, os seus caminhos se cruzarão. Jackson se apaixona pela voz de Ally e também pela sua naturalidade e inocência.

Graças a Jackson, Ally alcançará fama, mas ela terá que perder a sua essência, mudar as suas letras, os seus cabelos… Nós tendemos a julgar os artistas que se vendem, que deixam de lado a sua identidade para fazer sucesso. O que geralmente não pensamos é que, às vezes, por mais difícil que pareça, muitos não têm escolha.

Depois, uma vez atingido o seu objetivo, mostram o seu talento natural e a sua verdadeira faceta. Jackson julga Ally; ele não se vendeu como ela, mas caiu em outro dos monstros da fama: os vícios.

Entendendo a fama

É difícil imaginar tudo que ser uma celebridade implica. Nasce Uma Estrela nos aproxima dessa realidade. Destrói o paraíso idílico que querem nos vender e nos envolve em uma história muito humana em um mundo totalmente desumanizado.

A situação de Jackson é a mais trágica: ele tem tudo para ser feliz e, no entanto, está envolvido em um inferno do qual é muito difícil de sair. Ally o apoiará até o final, perdoando o que parecia imperdoável, mas o amor e a compreensão estão acima de tudo.

Ally entende que Jackson está doente, que apesar de tê-la envergonhado publicamente, não merece ser julgado ou condenado por isso.

No entanto, o produtor de Ally não consegue pensar em nada além de seus negócios e diz a Jackson que ele deve se afastar de Ally, porque a única coisa que conseguirá é arruinar a vida e a carreira dela.

Essas palavras, ditas a uma pessoa sem problemas de dependência ou autoestima, podem não provocar um resultado tão dramático. No entanto, Jackson, como disse Ally, estava doente, e essas palavras foram uma punhalada nos vestígios da sua autoestima. Por esse motivo, ele decidiu acabar com a sua própria vida.

Na cena final, vemos que Ally já é uma artista consagrada, não precisa mais de artifícios para demonstrar o seu talento e presta uma homenagem fantástica ao seu falecido marido. Assim, assistimos às duas faces de uma indústria cruel: a objetificação, mas subsequente ascensão de Ally, e a descida aos infernos de Jackson.

Lady Gaga em 'Nasce Uma Estrela'

Conclusão sobre o filme Nasce Uma Estrela

Nasce Uma Estrela apresenta uma história na qual Lady Gaga mostra todo o seu talento. Ela, assim como Ally, começou a cantar em bares até entrar em cena como a artista excêntrica que conhecemos hoje.

No entanto, se revisarmos a sua carreira musical, perceberemos a grande evolução que ela apresentou. Em suas primeiras músicas, a sua voz não era o mais importante, mas nos últimos anos, Gaga se tornou uma artista respeitada e ninguém duvida da sua qualidade como cantora.

Os artistas crescem, se reinventam e evoluem. Gaga não se separou da sua personagem extravagante, mas nos mostrou que há algo mais. Ela não é apenas um rosto bonito nem a garota estranha que quiseram nos vender; Gaga tem um grande talento como cantora e nos surpreendeu agradavelmente em seu papel como atriz.

Nasce Uma Estrela conta uma história cheia de sentimentos, de amor e compreensão. Uma bela história atualizada e adaptada aos novos tempos, apelando para a humanidade que nos tiraram.

“Como você suporta as pessoas falando com você como se você não fosse de carne e osso?”
-Nasce Uma Estrela-