Vamos nos olhar nos olhos para dizer adeus – A mente é maravilhosa

Vamos nos olhar nos olhos para dizer adeus

10, janeiro 2016 em Emoções 0 Compartilhados
Vamos nos olhar nos olhos

Amamos cegamente, amamos com todos os sentidos e com o que alguns chamam de “alma”.

No entanto, um amor cego não é garantia de que um relacionamento floresça até que fiquemos de cabelos grisalhos e o tempo nos traga a calma que muitos casais felizes alcançam, sem ver os anos em suas rugas.

Mas são dias vividos em harmonia e felicidade.

Até agora, ninguém possui a “fórmula mágica” que garanta a felicidade no relacionamento. Enquanto isso, as pessoas continuam se arriscando e se deixam levar percorrendo o complexo caminho dos relacionamentos afetivos.

Você vai concordar conosco que um dos momentos mais difíceis do relacionamento é o adeus. Ao longo da sua vida, você já provou o gosto amargo de “abandonar” e “ser abandonado”.

Vem, vamos nos olhar nos olhos para dizer adeus. Preciso explicar porque estou indo embora, e esclarecer que às vezes o amor não é a resposta para todos os vazios e nem a cura para todos os males. Despeço-me olhando nos seus olhos, porque é assim que devem se despedir as pessoas que um dia se amaram e  que merecem o nosso respeito.
Compartilhar

Cortar os vínculos sempre nos causa dor de alguma forma. De que forma “terminaram” com você? E como você terminou o último relacionamento?

Por telefone? Através de uma mensagem? Afastou-se sem dizer nada?

Não é apropriado e nem saudável emocionalmente dizer adeus dessa forma. É preciso olhar nos olhos, abrir o coração e falar com sinceridade.

“Não é você, sou eu”; evite as falsidades, seja corajoso

Sabemos que não é fácil dizer adeus para uma pessoa com quem compartilhamos emoções, sonhos, sentimentos e projetos. Como dizer que deixamos de amá-la e que não estamos felizes ao seu lado? E que segundas tentativas causarão mais sofrimento?

Não é fácil, mas precisa ser feito. O adeus é como um baú repleto de sentimentos confusos, mas com uma necessidade clara: deixar ir, fechar essa etapa e seguir em frente.

coracao-partido

Nunca devemos usar essa famosa expressão “temos que nos separar, mas o problema não é você, sou eu”. Por trás dessas palavras se escondem vários aspectos:

– Evitar machucar o parceiro, que na realidade deixamos de amar e não queremos magoá-lo dizendo a verdade. Por isso, nos amparamos no “não é você, sou eu”.

– Optamos por assumir a culpa. Ao projetar essa versão falsa e focalizar o problema em nós mesmos, nos vitimizamos e é mais fácil seguir em frente. Evitamos dizer a verdade e agimos de uma forma imatura, uma vez que o nosso parceiro nunca vai entender o que realmente aconteceu.

Para romper o vínculo e fechar essa etapa de forma honesta e madura, não podemos usar mentiras piedosas. A verdade dói, mas temos que enfrentá-la; as dúvidas alimentam as falsas esperanças.
Compartilhar

Formas de administrar um adeus

1- Em primeiro lugar, precisamos estar convencidos de que a separação é definitiva e que é a melhor solução.

2- É possível que o seu parceiro já imaginasse certas coisas. No entanto, algumas pessoas preferem “fechar os olhos” do que enfrentar a realidade. Então temos que dar o primeiro passo e fazer o melhor para ambos.

3- Pense no que vai dizer. Se desejar, prepare-se falando em voz alta. Ao ouvir suas próprias palavras, descarregará suas emoções e então terá mais controle emocional para enfrentar esse momento difícil.

4- Pense nos argumentos que pode usar para se justificar ou se defender.

5- Visualize a despedida, o afastamento. É doloroso, mas ao mesmo tempo é uma libertação, algo que você aborda com maturidade.

Como enfrentar o adeus quando somos abandonados

Deixar alguém pode causar muito sofrimento, mas quando somos abandonados pode ocorrer um tipo diferente de dor que pode ser muito destrutiva: perdemos nossa autoestima, nossa autoconfiança…

Não permita que isto aconteça; não se transforme numa vítima. Tudo pode ser superado. Qual o melhor remédio? O tempo nos ajuda a recuperar o entusiasmo e a alegria de viver.

olhar-nos-olhos

O fato, por exemplo, de ser abandonado pela existência de uma terceira pessoa, ou quando nosso parceiro deixou de nos amar, são situações difíceis de enfrentar e vamos precisar de muita coragem e determinação.

Não importa qual seja o motivo da separação, todos nós merecemos que nos olhem nos olhos e expliquem “o porquê” antes de dizer adeus.

– Não saber o porquê resulta numa grande ansiedade e alimenta falsas esperanças.

– Nos faz perder um tempo precioso, que deve ser usado para nos recuperarmos da perda e escolher um novo caminho para percorrer.

– Os términos que acontecem por meio de terceiros, através de telefonemas ou de um dia para o outro encontrar a casa vazia, é um ciclo difícil de entender e superar.

Toda despedida precisa de um adeus “cara a cara”. Olhar nos olhos, sem mentiras ou desculpas para encerrar um ciclo.

Seja corajoso e exija coragem e maturidade emocional do seu parceiro. A vida é feita de portas que se fecham, ciclos que se complementam e novos começos. Tudo isso deve ser realizado com integridade e sabedoria interior.

Recomendados para você