O amor derruba muralhas - A Mente é Maravilhoso

O amor derruba muralhas

maio 3, 2016 em Psicologia 2 Compartilhados
O amor derruba muralhas

O amor é o sentimento mais poderoso que o ser humano conhece. Muito além do poder da hierarquia ou a capacidade de convencer outras pessoas pela ação da palavra, existe uma emoção que é capaz de mudar as pessoas: o amor.

As muralhas mais altas que o homem criou ao seu redor, sem pensar unicamente nas muralhas físicas, têm sido derrubadas por este poderoso sentimento. O amor tem um poder enorme, capaz de fazer uma mudança profunda e permanente em nós.

As muralhas da incompreensão

A muralha mais alta que o ser humano criou é, sem dúvida, a da incompreensão. Defendendo doutrinas, tradições, costumes, leis e crenças, qualquer pessoa é capaz de se proteger por trás de um tapume de surdez.

Não existe pior surdo do que aquele que não quer ouvir, assim como não há pior cego do que aquele que não quer enxergar. Portanto, por mais palavras sábias e bondosas que você lhe ofereça, uma pessoa presa a um costume antigo ou crença raramente irá ceder frente à razão, porque na sua cabeça nega a possibilidade de trabalhar com ela.

É ai que entra em cena o amor. Porque uma pessoa que levantou – ao seu redor – uma muralha alta e inexpugnável, com base em lugares comuns e ideias preconcebidas, pode encontrar compreensão, carinho e flexibilidade em um sentimento tão sincero e nobre quanto o amor. O amor será a estratégia que dará flexibilidade às muralhas da incompreensão.

O amor revela o seu verdadeiro ser

É curioso como, às vezes, nos enchemos de razões para descrever a nós mesmos. Procuramos ideias daqui e de lá, geralmente criadas por outras pessoas que cremos que nos representam, e não nos preocupamos muito além disso.

mulher que abraçou o amor

Acreditamos que por erguer esta ou outra ideia, que soa coerente e bombástica, não precisamos de mais nada. Precisamente nisto nos protegemos, por trás da muralha de segurança que as crenças, os costumes e os pensamentos alheios que internalizamos nos dão.

Este é um exercício perigoso, porque nos afasta dos caminhos do autoconhecimento. Procurando a segurança e o conforto das ideias alheia só obtemos um longínquo reflexo de quem somos na verdade.

Depois, quando aparecem os terremotos emocionais que mexem com as bases da nossa própria existência, poucas vezes estamos preparados para entendê-los e absorvê-los. Nesta conjuntura, e com um panorama tão desanimador, não aproveitamos grandes oportunidades que a vida nos oferece, já que não somos capazes de enfrentá-las devido a própria incapacidade de entender o coração.

“O verdadeiro amor não é senão o desejo inevitável de ajudar o outro para que seja quem ele é.”
-Jorge Bucay-

O amor derruba as muralhas das crenças

As crenças adquiridas nos afastam de nós mesmos, e nos aproximam do que os outros querem que pensemos. Mas isso não nos torna livres, nem felizes, nem plenos.

Contudo, quando o verdadeiro amor aparece, e sentimos que flutuamos no ar com cada passo que damos pela felicidade que toma conta da alma e do coração, a gente sente que tudo o que aprendeu e adquiriu anteriormente perde o seu conteúdo e importância.

De repente, o amor aparece como um terremoto que desvirtua as suas posses, ideias preconcebidas e lugares comuns. No seu coração arde um sentimento que grita que é mais importante essa pessoa que ama você e que você ama com todas as forças da sua alma.

“Nem a ausência, nem o tempo representam nada quando se ama.”
-Alfred de Musset-

E é ai quando você percebe que jamais deve voltar a ser quem você era. O amor mudou você. O amor derrubou todas as muralhas que você ergueu para se proteger, acreditando que você estava seguro por trás delas.

Contudo, o amor não precisa de muralhas, proteção nem escudos. A sua própria felicidade que invade cada poro da sua pele fará você se sentir a pessoa mais plena e completa do universo, sem a necessidade de procurar ideias alheias.

Aprenda a receber o amor de braços abertos

Contudo, se você não está preparado para receber o amor, haverá momentos de insegurança nos quais você poderá duvidar e sentir medo. Neste caso, pode acontecer deste maravilhoso sentimento se diluir pouco a pouco, fazendo com que você retorne aos seus velhos hábitos de falsa segurança.

mulher pronta para receber o amor

Somente um grande autoconhecimento e um profundo amor pela pessoa que está junto a você, na qual você deve confiar cegamente, permitirão que você saia dos buracos e das poças nos quais eventualmente possa cair. Mesmo que você se encontre nesta situação quase sem querer.

Portanto, não tenha medo algum de abrir o seu coração para o amor. Deixe que ele derrube as muralhas que você construiu ao longo dos anos e que minam a sua capacidade de sentir a verdadeira felicidade e liberdade que expressar as suas verdadeiras emoções traz.

Recomendados para você