Por que o último pensamento do dia é o mais importante?

Deixar que as preocupações influenciem a sua mente enquanto está na cama não apenas piora a qualidade do sono, mas pode levar a mais despertares durante a noite e até à ocorrência de pesadelos.
Por que o último pensamento do dia é o mais importante?

Última atualização: 03 Maio, 2021

O fato de ouvirmos que o último pensamento do dia é o mais importante pode chamar a nossa atenção. No entanto, mais do que esse último raciocínio antes de entrar no universo dos sonhos, o estado mental e emocional com o qual adormecemos é fundamental. Em muitos casos, essa calma psicológica é essencial para desfrutar – ou não – de um descanso verdadeiramente restaurador.

Para entender a importância dessa ideia, daremos um exemplo simples. A maioria de nós sabe o que significa ir para a cama depois de uma discussão com alguém, seja com um parceiro, um membro da família ou alguém conhecido. A mente não para de remoer o que foi dito, o que não foi dito, o que foi pensado e, sobretudo, o que foi sentido.

Esse estado psicológico não apenas dificulta o sono, mas pode aumentar os despertares frequentes e pesadelos. Assim, poucas coisas são tão necessárias quanto cuidar desse estado emocional com o qual relaxamos nossa mente sobre o travesseiro todas as noites.

Mulher dormindo sozinha

Razões pelas quais o último pensamento do dia é o mais importante

Frequentemente, quando nos dão dicas para ter uma boa noite de sono, dizem: “desligue a sua mente". Essa ideia, de desligar a mente, carece de sentido, lógica e veracidade. O cérebro e, consequentemente, a mente humana, nunca para, nunca silencia, e muito menos pode ser desligada. Passar da vigília (consciência) para o sono (mente inconsciente) não implica suspender a mente no vazio absoluto.

Por isso, não faltam especialistas que nos dizem que o universo dos sonhos é uma área porosa onde os pensamentos e emoções do mundo consciente penetram. Isso significa que, em muitos casos, arrastamos o estresse, as preocupações e os medos para a fase REM na qual os sonhos ocorrem. Portanto, o fato de dizermos que o último pensamento do dia é o mais importante não é uma ingenuidade.

O estado hipnagógico (entre a vigília e o sono)

Entre a vigília e o sono, existe uma fronteira muito sutil chamada de estado hipnagógico. Dentro da arquitetura do sono, ele corresponde às fases 1 e 2 do sono profundo. Pois bem, a existência desta fase do repouso noturno nos mostra que existe uma continuidade absoluta entre o mundo consciente e o inconsciente.

É um fluxo harmonioso, como o curso de um rio que corre de uma dimensão para outra. Isso significa que pensamentos de angústia podem fluir do mundo consciente para o inconsciente com facilidade. Implica, acima de tudo, que o estresse e as ideias que temos antes de dormir viajarão conosco nessa passagem do estado hipnagógico até o inconsciente.

O último pensamento do dia é importante porque com ele vem um estado emocional

O último pensamento do dia é o mais importante porque determinará como você acordará na manhã seguinte. Essa ideia pode soar muito direta para nós, mas vale a pena entendê-la melhor:

  • Cada pensamento acarreta um estado emocional. Se você for para a cama pensando na discussão que acabou de ter com o seu parceiro, a ansiedade se instalará no seu corpo e também no seu cérebro.
  • Estudos, como os realizados na Seongnam Medical University (Coréia), por exemplo, nos lembram de que uma das causas da insônia ou de dormir mal são os estados de estresse e ansiedade. Arrastar esse problema por semanas ou meses altera completamente a nossa qualidade de vida.

Portanto, pensamentos de calma, equilíbrio e paz se traduzem em um estado emocional relaxado. Tudo isso se refletirá com mais harmonia no universo onírico, do qual não acordaremos até a manhã seguinte.

Homem dormindo

Como conciliar um estado mental “limpo" e relaxado para ter sonhos claros e sustentados

O último pensamento do dia é o mais importante porque determinará o seu bem-estar físico e psicológico ao acordar. Dizer isso não é um absurdo. No entanto, como bem sabemos, a vida é complicada e os dias, muitas vezes, estressantes. Quando vamos para a cama, é comum que mil preocupações cheguem até nós de uma vez.

A mente é uma fábrica de preocupações. Por isso, é recorrente que, na cama, caiamos nesse labirinto de angústias estressantes, nessa tempestade de angústias que se aderem à esfera dos sonhos e do mundo inconsciente. O que podemos fazer para alcançar um estado mental relaxado que nos permita navegar o oceano dos sonhos com um maior bem-estar?

Dicas para cuidar do último pensamento do dia

Em primeiro lugar, é necessário criar um estado mental “limpo" antes de ir para a cama. Não se trata, portanto, de “desligar" a mente, mas de eliminar dela o que a está obscurecendo. Por isso, é importante começarmos por acalmá-la.

  • Desligar todos os aparelhos tecnológicos duas horas antes de ir para a cama vai nos ajudar. Parar de olhar para o celular e o computador nos permitirá acalmar a mente e o cérebro. Também é ideal relaxarmos lendo um livro.
  • Vamos nos conscientizar de que a mente e o corpo estão intimamente relacionados. Tomar um banho quente antes de ir para a cama ou fazer um exercício de respiração profunda também são medidas adequadas.

Por último, mas não menos importante, devemos nos lembrar de algo: antes de dormir, sempre temos algumas últimas reflexões. Que sejam bons pensamentos, positivos e, acima de tudo, esperançosos. Só assim cruzaremos essa fronteira sutil entre a vigília e o sono navegando com calma suficiente para que o descanso noturno seja harmonioso, limpo e relaxado…

Pode interessar a você...
Ciclos do sono: entenda o seu cérebro para dormir melhor
A mente é maravilhosaLeia em A mente é maravilhosa
Ciclos do sono: entenda o seu cérebro para dormir melhor

Os ciclos do sono constituem um processo tão fascinante quanto vital para o ser humano. Fase REM, fase não-REM, ondas delta, ondas theta, complexos K...



  • Horton C. L. (2017). Consciousness across Sleep and Wake: Discontinuity and Continuity of Memory Experiences As a Reflection of Consolidation Processes. Frontiers in psychiatry8, 159. https://doi.org/10.3389/fpsyt.2017.00159
  • Kahn D. (2019). Reactions to Dream Content: Continuity and Non-continuity. Frontiers in psychology10, 2676. https://doi.org/10.3389/fpsyg.2019.02676
  • Oh, C. M., Kim, H. Y., Na, H. K., Cho, K. H., & Chu, M. K. (2019). The Effect of Anxiety and Depression on Sleep Quality of Individuals With High Risk for Insomnia: A Population-Based Study. Frontiers in neurology10, 849. https://doi.org/10.3389/fneur.2019.00849