Oito dicas para acelerar a sua mente

· outubro 26, 2015

Especialistas dizem que é necessário aprender sempre algo diferente. A boa notícia é que isto é inevitável: todos os dias recebemos muita informação, mas nós não nos damos conta disso. Como diz a frase, “Você sempre aprende algo novo”. De como chegar à uma rua até como preparar um prato, passando por uma palavra em outro idioma ou as regras de um esporte.

Se você prestar atenção nas dicas a seguir e praticar algumas delas, poderá aprender constantemente e também manterá a sua mente ativa na maravilhosa tarefa de explorar e assimilar muitas coisas todos os dias.

Como acelerar a sua mente

1 – Use a mão ‘fraca’: se você é destro, use a mão esquerda, e vice-versa. Passe um dia (ou pelo menos uma hora) fazendo as coisas com a mão “não dominante”. Abra a porta, escreva, use chaves, pegue uma colher, tudo com a mão oposta. Vai ser muito divertido e com estas simples tarefas seu cérebro terá que pensar de forma diferente da habitual, criando novas conexões. Você também precisará “repensar” antes de enviar sinais para os membros superiores e inferiores, algo que muitas vezes não se faz. Isso permitirá exercitar um setor menos utilizado do seu cérebro. Coloque o relógio no outro pulso para se lembrar do resto da mudança de mãos nos seus afazeres domésticos.

2 – Desfrute de jogos mentais: eles são uma ótima maneira de fazer com que o cérebro seja colocado em movimento. Algumas opções são palavras cruzadas, sudoku, jogos eletrônicos, treinamento cerebral, perguntas e respostas, múltipla escolha, sopa de letrinhas, etc… todos estes jogos são super eficientes para o aumento da agilidade mental e, ao mesmo tempo, você desenvolverá a capacidade de armazenar mais informações. Todos se baseiam na lógica e no uso de recursos (matemáticos ou verbais). E não há dúvida de que são divertidos. Deixe a televisão de lado e pegue um jogo cerebral. Isso vai ser uma boa para você e também para o seu cérebro. Os muitos benefícios surgem com apenas 15 minutos de dedicação por dia.

3 – Alimente seu cérebro corretamente: como ocorre com seu corpo, sua mente também precisa estar bem alimentada. Ingira gordura, mas a gordura saudável. Ou seja, aquela que está presentes em peixes (no salmão principalmente), nas castanhas (sobretudo as nozes) e em óleos virgens (como o azeite de oliva). Inclua-os em sua dieta diária e reduza a gordura ruim, ou seja, a gordura saturada. Elimine também as gorduras trans de seu plano de refeição, pois elas são péssimas para o corpo e para o cérebro.

4 – Exercite diferentes caminhos: não faça sempre o mesmo caminho, seja a pé, de carro ou de ônibus. Se possível, explore outros percursos, altere a linha de transporte público, desça antes ou escolha ruas laterais em vez das avenidas. Uma pequena alteração na sua rotina vai servir para muitas coisas, desde evitar aborrecimentos no caminho para o trabalho até contribuir para que o seu cérebro pratique o que é conhecido como “memória espacial”. Você também aprenderá novos endereços e percursos que, caso contrário, não conheceria. Tente mudar até mesmo de calçada e altere a forma como você costuma entrar em uma loja. Em vez de sempre passar por ruas com prédios, busque aquelas que têm casas térreas ou parques.

5 – Adquira uma nova habilidade: isto fará com que suas múltiplas áreas do cérebro sejam colocadas em ação. A memória entrará em jogo, além de outros benefícios. Você vai aprender novos movimentos e, ao mesmo tempo, irá associar dados e informações de várias coisas de uma maneira diferente. Aprender a cozinhar, fazer um curso de línguas, algum tipo de dança, cerâmica, literatura. Se você gosta de ler romances, escolha suspense ou vice-versa. Tudo serve para “desafiar” o cérebro e oferecer coisas novas a ele.

6 – Rompa com a rotina: como eu disse anteriormente, é bom mudar ocasionalmente o que você faz no dia a dia. Quanto mais fizermos uma tarefa, mais ela se torna enraizada e o cérebro não precisa fazer muito esforço para terminá-la ou realizá-la. Se você realmente quer ajudar a sua mente e mantê-la sempre jovem, é necessário que você a exercite com novos desafios. Tudo o que forçar seu cérebro a acordar e a deixar de lado velhos hábitos é bem-vindo.

7 – Aprenda os números de telefone úteis: por causa dos smartphones, as pessoas já não se lembram mais dos números de telefone de seus pais, parceiro ou do melhor amigo. Está tudo nesse dispositivo. Esta é uma atividade maravilhosa para exercitar a mente. Você pode aprender um número novo todos os dias, mas com o cuidado de não se esquecer do anterior.

8 – Faça listas: elas serão realmente úteis porque ajudam a relacionar um fato com outro. Por exemplo, crie uma lista de sites onde você navegou, das refeições mais deliciosas que você já provou, dos melhores presentes que você recebeu, dos possíveis nomes para os seus futuros filhos, etc. Você não precisa escrevê-las no papel, é melhor que elas sejam “salvas” em sua memória, o melhor lugar que existe.