3 pensamentos negativos que você pode estar alimentando sem perceber

Existem certos pensamentos que mantemos quase inconscientemente e que podem nos machucar. São pensamentos negativos que você alimenta sem se dar conta. Com a ajuda que encontrará aqui para conhecê-los mais a fundo, terá a possibilidade de lutar contra eles.
3 pensamentos negativos que você pode estar alimentando sem perceber

Última atualização: 04 Agosto, 2021

Os pensamentos negativos que você alimenta sem perceber podem se tornar seus piores inimigos, aqueles que bloquearão seu crescimento pessoal e que chamarão o desconforto para ser o seu companheiro diário.

O que você diz sobre si mesmo, para o mundo ou para os outros, é mais importante do que você pensa. De alguma forma, isso determina seu dia a dia, sua concepção de vida, e influencia o modo como você se sente. Portanto, é importante identificar que tipo de pensamento negativo você alimenta.

Entretanto, fazer isso às vezes não é tão simples, pois você se acostumou a cultivar um tipo específico de pensamento e o faz automaticamente e inconscientementeQuer dizer, na maioria das vezes você nem percebe o que está dizendo a si mesmo.

Portanto, esta lista de pensamentos negativos que apresentaremos a seguir pode ajudá-lo. Você pode descobrir que alimenta alguns, todos ou nenhum deles. Seja como for, você certamente refletirá sobre o assunto, e isso o ajudará a entender a si mesmo e aos outros. Está preparado?

“Sua mente sempre o lembra do ruim, do difícil, do negativo. Lembre-se da sua grandeza, da sua paixão e da sua força”.
-Jorge Álvarez Camacho-

Os pensamentos negativos que você pode alimentar sem perceber

Lembre-se da sua força

1- “Eu não sou bom o suficiente”

Uma das inseguranças mais comuns é pensar que você não está à altura. Você acha que não é bom o suficiente ou que não é capaz?

Na sociedade atual, há cada vez mais pessoas que se consideram inferiores aos outros e que chegam a pensar que são incapazes de realizar o que se propuseram a fazer. No entanto, essa subvalorização é o resultado de uma cadeia de pensamentos negativos.

Agora, por que você acha que não é bom o suficiente? Segundo alguns especialistas, a sociedade da informação tem muito a ver com isso. Hoje estamos constantemente conectados e sabemos a todo momento, se quisermos, o que os outros estão fazendo e o que está acontecendo em cada parte do mundo.

Assim, dia após dia, podemos saber a frequência com que os outros viajam, o que comem, quais são os seus objetivos alcançados ou quão felizes parecem estar nas suas publicações. O problema é que essas informações, na maioria das vezes tendenciosas, nos influenciam e de alguma forma potencializam o hábito de nos compararmos, seja com nossos amigos ou com influenciadores ou pessoas de sucesso na nossa sociedade. A questão é: para quê?

Em geral, comparar é uma prática que não faz muito sentido, pois cada pessoa tem a sua história, seu jeito de ser, seu passado… As comparações não costumam estar em igualdade de condições, mas ignoramos isso porque nos cegamos para os seus resultados, a maioria deles contra nós.

“Você deve fazer as coisas que pensa que não pode fazer.”
-Eleanor Roosevelt-



  • Calvete, E., & Connor-Smith, J. K. (2005). Automatic Thoughts and Psychological Symptoms: A Cross-Cultural Comparison of American and Spanish Students. Cognitive Therapy and Research, 29, 2, 201-217, available via: http:// dx.doi.org/10.1007/s10608-005-3165-2.
  • Kwon, S. M., & Oei, T. P. S. (1992). Differential causal roles of Dysfunctional Attitudes and Automatic Thoughts in depression. Cognitive Therapy and Research, 16, 3, 309- 328, available via: http://dx.doi.org/10.1007/ BF01183284.