O que fazer quando seu parceiro quer terminar a relação, mas você não?

· maio 16, 2018

As razões para que o amor nasça entre duas pessoas são muitas. Algumas delas nem sequer chegamos a entender realmente. Da mesma maneira, um relacionamento acaba por diversos motivos que, em parte, também não chegamos a compreender totalmente. O complicado ocorre quando um dos dois quer terminar a relação, mas o outro não.

Trata-se de uma situação complexa para ambos, especialmente para quem não quer terminar. No entanto, não se deve entrar em pânico, nem começar a agir desesperadamente. Essa é a primeira coisa que se deve fazer: manter a calma. Não fale e não aja deixando-se levar pelos impulsos.

“O amor não reivindica a posse, e sim dá liberdade”.
-Rabindranath Tagore-

A próxima coisa a fazer é analisar a situação. É preciso examinar as razões que levaram ao outro a querer que a relação acabasse. Verificar se, efetivamente, estão em uma fase final. E então, tomar decisões e agir. Mas vamos ver isso com mais detalhes.

A relação realmente acabou?

Uma relação estável não acaba da noite para o dia, uma instável sim. Deve-se iniciar então classificando tal relação. Havia um compromisso já estabelecido e aceito por ambos? Ou se tratava de um vínculo indefinido, que alternava sinais de aproximação com gestos de distância? No primeiro caso, vale a pena examinar o que aconteceu. No segundo, é melhor não desperdiçar o seu tempo.

Casal brigando

Quando um relacionamento acaba, sempre há sinais que anunciavam o término. Basicamente, são três aspectos que definem se o vínculo é forte ou se já há indícios de que o amor acabou. Esses três elementos são:

  • O compromisso. Tem a ver com a disposição voluntária de compartilhar a vida com o outro. Implica tempo, interesse, escuta e disponibilidade. Se cada um for para o seu lado, se não se compartilha ou se a vida do outro não gera interesse, trata-se de um sinal de que tudo está acabando.
  • A intimidade. Refere-se à confiança, comunicação e aceitação mútuas. Nunca são perfeitas, mas quando algum desses aspectos está quebrado, constitui-se um sinal de que a relação está chegando ao fim.
  • A paixão. Implica uma sexualidade saudável, satisfatória para ambos. Também compreende as demonstrações físicas de afeto. Quando isso não está presente, o relacionamento está com problemas.

Se você examinar a relação e perceber que existem dificuldades nos três aspectos, a melhor opção é reconhecer o fato de que tudo acabou. Por mais difícil que pareça, chegou a um ponto de desgaste que torna muito difícil buscar e encontrar soluções.

Quando somente um dos dois quer terminar a relação

Às vezes também ocorre que o relacionamento tenha problemas, por vezes graves, mas que sobrevivam muitos aspectos fortes nele. Apesar disso, um dos dois quer terminar a relação, enquanto o outro, objetivamente, vê que há possibilidades de repensar as coisas e seguir adiante. O que fazer então?

O fim do relacionamento

Como sempre em um casal, não há nada melhor que o diálogo, assim como nada pode substituí-lo. Pode ser, e costuma acontecer, que esse seja precisamente o aspecto que está falhando. A comunicação foi quebrada, mas o amor continua presente. No entanto, um dos dois pode ser menos tolerante a essa situação e se apressar em acabar tudo.

Sob essas condições, não se pode propiciar um diálogo trivial a qualquer momento. É necessário escolher as circunstâncias adequadas para que possam conversar tranquilamente e sem pressões. Não busque resolver tudo de uma vez, mas sim, a princípio, simplesmente recuperando a possibilidade da conversa. Um jantar especial ou um passeio são bons momentos.

E se não houver mais nada a fazer?

Ocasionalmente, embora ainda haja amor e os dois busquem todos os meios para o diálogo, o outro insiste que quer terminar. Então, não há nada que se possa fazer. Não se pode pressionar o parceiro para que esse veja as coisas de outro modo. Fazer isso gera distâncias e causa um desgaste desnecessário para ambos.

Deve-se deixar ir quem quiser ir. Por mais que não se entenda as razões ou acredite que a pessoa está errada. A permanência em uma relação não é algo a se forçar. Isso é um erro grave que somente leva à deterioração do vínculo. Nesse momento, chegou a hora de se despedir. Não pense no que vai acontecer em uma semana, nem em um mês, nem em um ano. Concentre-se somente no agora.

Mulher observando paisagem

Chegou o momento de você se concentrar em si mesmo, unicamente. Não se culpe, não se antecipe no futuro e não tome decisões. Preocupe-se somente em cuidar de você e em fazer coisas de que gosta. Retome amizades que havia esquecido, mude sua rotina. O amor surgirá em sua vida novamente.