Os pesadelos recorrentes são muito mais do que sonhos ruins

· agosto 24, 2017

Todos, ou pelo menos a grande maioria, já tivemos pesadelos alguma vez. São sonhos que têm um conteúdo aterrorizante. Provocam ansiedade e medo. O normal é a gente acordar subitamente e sentir o coração na mão. A sensação de temor persiste, inclusive depois de acordar. Também podem aparecer sentimentos de confusão e tristeza.

As causas que dão origem a um pesadelo são muitas. Surgem devido à ingestão de determinadas substâncias, ao cansaço, problemas alimentares ou dificuldades emocionais. Qualquer que seja o caso, significam que não há uma boa higiene no sono.

“Quem disse que os sonhos e os pesadelos não são tão reais quanto o aqui e agora?”
-John Lennon-

A situação se complica quando o pesadelo se torna recorrente. Às vezes aparece o mesmo sonho repetidamente, como se estivesse impresso, marcado. Outras vezes muda o contexto, mas o esquema continua sendo basicamente idêntico. É nesses casos que é importante prestar atenção ao que está acontecendo.

Pesadelos pontuais e pesadelos recorrentes

Os pesadelos pontuais são aqueles sonhos de angústia que aparecem esporadicamente. É aceitável ter um pesadelo a cada três meses, isto está dentro da margem que pode ser considerada “normal”. Nestes casos, cada pesadelo tem um contexto diferente dos anteriores.

Pesadelos recorrentes durante a noite

As causas para que este tipo de pesadelo apareça podem ser:

  • Um estado de estresse passageiro.
  • Consumo de álcool.
  • Consumo de psicoativos.
  • Consumo de alguns remédios com efeitos colaterais sobre o sono.
  • Acordar no meio da noite com frequência, causando fadiga.
  • Jantar muito tarde ou de forma exagerada antes de dormir.

Para controlar este tipo de pesadelo basta eliminar o fator que as origina. É importante fazer isso pois, do contrário, podem afetar o descanso. O melhor é jantar cedo e evitar o consumo de bebidas alcoólicas ou outras substâncias pelo menos duas horas antes de deitar.

Os pesadelos recorrentes, por outro lado, surgem quando a pessoa é incapaz de reconhecer um conflito que possui na vida real. Pode ser um sintoma de estresse pós traumático ou a expressão de uma dificuldade para aceitar traços de si mesmo ou de certas situações. Como isso está no inconsciente, só tem a possibilidade de emergir através de sonhos de angústia.

Os conteúdos mais comuns dos pesadelos recorrentes

Existem alguns pesadelos recorrentes cujos conteúdos são muito comuns. Representam conflitos típicos do ser humano, embora somente cada indivíduo possa precisar o seu significado exato. Os conteúdos mais frequentes e o seu significado básico são os seguintes:

Pesadelos recorrentes e assustadores

  • Perseguições. Representa a dificuldade de aceitar uma parte de nós mesmos que, inconscientemente, julgamos como sombria ou reprovável.
  • Quedas. Expressa temor de se sentir abandonado ou sem apoio.
  • Alta velocidade. Tem a ver com a sensação de estar fora de controle.
  • Provas. O pesadelo se relaciona com ser reprovado, chegar tarde ou sem preparo. Faz alusão à falta de segurança em si mesmo com relação a uma situação que deve ser enfrentada no presente ou futuro imediato.
  • Paralisia. Está relacionado com o sentimento de estar estancado, a falta de metas genuínas e a dificuldade de expressar as emoções.
  • Nudez. Geralmente a pessoa sonha estar nua em público sem que os outros percebam. Tem a ver com insegurança em algum aspecto da vida, no qual existe uma sensação de sufoco ou falta de capacidade.
  • Mutilação. São pesadelos onde a pessoa perde os dentes, um braço, uma perna, etc. Falam de uma parte da vida que foi ignorada ou maltratada.
  • Estar preso. Se relaciona com aspectos da vida que estão reprimidos ou bloqueados.
  • Afogamento. Geralmente existem grandes marés ou águas turbulentas. Tem a ver com uma explosão de emoções, que não podem ser expressas ou mesmo reconhecidas.
  • Bebê ou animalzinho pedindo atenção. Fala de um aspecto da infância, ou um elemento vulnerável da personalidade que reclama atenção.

Embora os pesadelos recorrentes sejam desagradáveis e às vezes muito aterrorizantes, na verdade precisam ser vistos como um elemento positivo e valioso. É um jeito que o inconsciente tem de enviar uma mensagem sobre algum assunto que tem sido ignorado e que precisa ser olhado.

Capturar os pesadelos recorrentes

O ideal é que o conflito com nós mesmos, que aparece durante o pesadelo recorrente, encontre um meio de solução. O normal é que se isso acontecer, o sonho se apresente com conteúdo semelhante, mas com desfecho positivo. Isso indica que a angústia foi dissipada e que os sonhos terríveis já não são necessários.

Imagens cortesia de Douglas Girard.