Por que um casal apaixonado se separa?

15 Setembro, 2020
O amor precisa de complementos para que o relacionamento funcione. Não somos mais felizes nem resolvemos melhor os problemas do dia a dia pelo fato de estarmos apaixonados. Inclusive, muitos casais acabam se separando apesar do afeto e da paixão continuarem vivos.
 

Por que um casal apaixonado se separa? Vemos isso acontecer diariamente. E mais, podemos até mesmo ter passado por essa experiência de deixar quem amamos, dizer adeus para sempre a quem poderia ser tudo e no final, deu em nada. São rompimentos que escondem algo mais do que uma simples incompatibilidade, o peso da rotina ou os problemas de comunicação.

Há ainda aqueles que se amam e passam por muitas idas e vindas antes de proceder ao rompimento final. Há distanciamento e recomeços, há muitos “isso não funciona, é melhor darmos um tempo” ou “vamos tentar de novo, mas vamos acertar desta vez”. Apesar disso, nada parece ajudar, porque o amor nessa fase final machuca e as medidas tomadas só aumentam a ferida.

Françoise Sagan destaca que amar não é apenas querer, mas sim compreender, ser capaz de se conectar com a realidade do outro. Talvez este seja um dos principais motivos pelos quais deixamos ir as pessoas que amamos, para sermos nós mesmos e não nos diluirmos em um sofrimento eterno.

Casal se separando

Razões pelas quais um casal apaixonado se separa

Durante grande parte de nossas vidas (especialmente quando somos mais jovens), consideramos que o amor é a cola que mantém tudo unido.

 

Sentimo-nos felizes por encontrar alguém para amar e, acima de tudo, para sermos amados. No entanto, ao longo dos anos e das experiências, descobrimos com alguma decepção que o amor não pode tudo, nem é a fórmula mágica dos relacionamentos felizes.

Para entender o motivo da estabilidade ou as causas mais comuns de separações entre casais, costuma-se revisar os estudos clássicos de John Gottman. Nos últimos 40 anos, ele e o professor de psicobiologia da UC Berkeley, Robert Levenson, estudaram essa dinâmica relacional por meio de acompanhamentos, terapias, entrevistas e relatórios pessoais.

Assim, embora alcançar um relacionamento feliz e duradouro pareça quase tão complexo quanto resolver o cubo de rubik, na realidade não é tanto. Não será complicado se soubermos quais são aqueles fatores que nos permitem entender, por exemplo, por que um casal apaixonado se separa. Essa circunstância é, talvez, a mais marcante e delicada. Vamos investigar as razões.

Você é de Marte e eu de Saturno: diferentes projetos de vida

Podemos estar unidos a uma pessoa por muitos pontos. Paixão, atração, amizade, cumplicidade e até aquela magia capaz de tornar qualquer situação transcendente. Porém, há um abismo que não se fecha, um sofrimento que não vai embora.

Esse algo costuma ser o projeto de vida de cada um. Talvez, para você, o seu trabalho seja decisivo, aquele objetivo em que você coloca os seus planos para o futuro. No entanto, o seu parceiro não vê essa aspiração de maneira favorável. Também pode acontecer de um querer ter uma família e o outro não estar preparado.

 

A falta de harmonia nesses objetivos pessoais configura um fator decisivo na estabilidade de um casal.

Eu te amo, mas não te compreendo

A compreensão requer, basicamente, se colocar no lugar do outro e, ao mesmo tempo, ser você mesmo para se conectar com uma realidade alheia. Trata-se de algo que, à primeira vista, parece básico e essencial, mas não é um fato que se consegue com tanta frequência em um relacionamento. Às vezes, o amor não sabe nem quer entender.

Por que um casal apaixonado se separa? Você não me valoriza como eu mereço

Uma das razões pelas quais um casal apaixonado se separa geralmente é a falta de valorização. Há ocasiões em que o tempo nos prejudica e o faz de uma maneira muito específica. É muito comum começar a tomar muitas coisas como certas: as ações do outro, os esforços, os detalhes, as vontades, as virtudes…

É verdade que não é necessário que nos glorifiquem pelo que somos ou fazemos, mas dentro de um relacionamento de casal, esse reconhecimento e validação para com o outro são necessários.

Você me ouve, mas não me escuta (problemas de comunicação)

A qualidade da comunicação é um dos elementos mais decisivos para que uma relação tenha futuro. Saber ouvir, falar assertivamente, saber argumentar sem que as emoções nos dominem e chegar a acordos é muito importante em qualquer vínculo afetivo.

Portanto, outra explicação para a separação de um parceiro que se ama está, em muitos casos, nesse problema.

Homem preocupado com o seu relacionamento
 

Quando a vida nos testa e desistimos

O casal não é uma entidade isolada, não está protegido por uma esfera que o separa dos acontecimentos e circunstâncias vitais. A família ou os pais, por exemplo, podem influenciar um dos membros a ponto de restringir a relação, de colocar impedimentos diante dos quais nada se faz.

Há o ambiente de trabalho e até o social, dimensões que podem testar um casal de várias maneiras. Pode haver infidelidades ou até tentativas, fatos que geram desconfiança em um relacionamento.

Da mesma forma, também podem surgir acontecimentos diante dos quais, de repente, vemos como o parceiro realmente é: uma doença, um problema jurídico… Ver como ele reage pode significar descobrir que talvez ele não seja como pensávamos.

Para concluir, às vezes pode ser difícil entender por que um casal apaixonado se separa. No entanto, mais uma vez, devemos estar cientes de que um relacionamento não surge e não é sustentado apenas pelo amor.

Uma relação é construída, é trabalhada como um artesanato delicado que precisa de muitos elementos para se manter firme, bonito e duradouro…

 
  • Gottman, J. M., & Gottman, J. S. (2015). Gottman couple therapy. Clinical Handbook of Couple Therapy, 5th Ed. The Guilford Press.