Por que damos risada? - A Mente é Maravilhosa

Por que damos risada?

12, julho 2015 em Curiosidades 1 Compartilhados
risada

Historicamente, a ciência psicológica dedicou muito tempo e esforço estudando os aspectos patológicos e negativos do ser humano, tais como a ansiedade, o estresse, a depressão, etc., subestimando, geralmente, o estudo daqueles aspectos mais positivos, como são a criatividade, a inteligência emocional, a sabedoria, a resiliência e o humor. O impulsor determinante para que a psicologia positiva se constituísse como ciência foi o Prof. Martin Seligman, da Universidade da Pennsylvania, e antigo Diretor da Associação Americana de Psicologia.

A pergunta essencialmente é: por que as pessoas são felizes? Uma pergunta tão simples e complexa ao mesmo tempo deu espaço aos estudos sobre a origem da felicidade em vez da doença.

Dois dos elementos fundamentais para proporcionar bem estar a nossa vidas são o senso do humor e a risada. Tal como demonstram inúmeros estudos de caráter científico, a risada é uma reação única do ser humano que as outras espécies não tem. A risada é uma das sensações mais prazerosas que podemos experimentar.

Entendendo a parte mais emocional do humor, ou seja, o humor como estado de ânimo, tal como definido por Seligman, trata-se de uma capacidade para experimentar ou estimular reações muito específicas. O senso de humor é uma força do nosso caráter que nos proporciona ferramentas para enfrentar as dificuldades com uma atitude mais saudável

A risada é incrível… nos torna positivos, amáveis e, o mais importante, é contagiante!

Por que a risada contagia?

A risada contagia porque existem os denominados neurônios espelho, que nos impulsionam a sorrir. Podemos observar que, quando sorrimos para um bebê, este, desde muito novo, devolve-nos o sorriso. Isso se deve ao fato de que o nosso cérebro está preparado para favorecer a interação, a empatia e demonstra uma tendência inata para mostrar e receber emoções positivas.

Quais os benefícios da risada?

1. Diminui o nível de colesterol no sangue, já que equivale a um exercício aeróbico.

2. Favorece a digestão, ao aumentar as contrações dos músculos abdominais.

3. Contribui para aplacar a raiva.

4. Contribui para uma mudança de atitude mental que favorece a diminuição de doenças, já que aumenta o ritmo cardíaco e o pulso; quando rimos, liberamos endorfinas (hormônios da felicidade).

5. Diminui a glicose no sangue.

6. Faz-nos liberar emoções negativas como o medo e a angústia.

7. Potencializa as relações sociais.

Podemos praticar a risada?

A risada vem de fora para dentro. Se nos treinarmos e criarmos uma pré-disposição para rir, conseguiremos nos sentir mais sorridentes por dentro, e ao mesmo tempo contagiaremos os demais a nossa volta. Podemos fazer isso iniciando cada dia com um sorriso diante do espelho; o sorriso é a forma mais simples e econômica de melhorar nosso aspecto, em qualquer idade.

É uma prática simples: sorrir para nós mesmos! Sair de casa com o sorriso no rosto fará com que, desde o primeiro momento, as pessoas a nossa volta percebam que o nosso estado de ânimo é amável. Portanto, é muito mais provável que nos tratem de um modo mais agradável e isso faça com que o nosso sorriso vá sendo cada vez mais real e verdadeiro, e que nos acompanhe em nossas próximas interações.

Como dizia Oscar Wilde: A vida é muito importante para ser levada a sério.