A regra Goldilocks para se manter motivado

· novembro 20, 2018

Como você se apega aos seus sonhos e mantém a sua motivação? James Clear, um empresário norte-americano, oferece uma resposta simples e apoiada pela ciência para essa questão. Tudo o que você precisa fazer é simplesmente seguir uma regra: a regra Goldilocks, também conhecida como a Regra de Cachinhos Dourados.

Clear explica que, apesar de ainda haver muito a aprender, uma das descobertas mais consistentes é que talvez a melhor maneira de se manter motivado seja trabalhar em tarefas de “dificuldade administrável”.

Se você enfrentar um desafio muito simples, ficará entediado; se enfrentar um grande desafio, se sentirá desencorajado. Você precisa de um desafio que vai um pouco além do que você alcançou até agora, o suficiente para não ficar entediado e não desanimar. Esse fenômeno é o que James Clear chama de A Regra de Cachinhos Dourados, a regra Goldilocks.

A regra Goldilocks afirma que os seres humanos experimentam uma motivação máxima quando trabalham em tarefas que estão no limite de suas capacidades atuais. Não deve ser muito difícil e nem muito fácil. Simplesmente a dificuldade adequada”.
-James Clear-

Encontrar este ponto de dificuldade não só o manterá motivado, mas também o fará mais feliz. Clear cita o psicólogo Gilbert Brim para apoiar este ponto. “Uma das fontes importantes da felicidade humana é trabalhar em tarefas com um nível adequado de dificuldade, nem muito difícil e nem muito fácil.”

Como se manter motivado usando a regra Goldilocks

Clear usa o exemplo de jogar tênis contra alguém que é igual a você. Conforme o jogo avança, você ganha alguns pontos e perde outros. Se você se empenhar, terá a chance de ganhar o jogo. Neste ponto, o seu foco é reduzido, as distrações desaparecem e você está completamente envolvido na sua tarefa.

O desafio que você enfrenta é “simplesmente administrável”. Embora a vitória não seja garantida, é possível. Clear explica que são esses tipos de tarefas que nos manterão mais motivados a longo prazo, segundo a ciência.

“Os seres humanos amam os desafios, mas apenas se estiverem dentro da zona ideal de dificuldade. As tarefas que estão significativamente abaixo das suas habilidades atuais são entediantes. As tarefas que estão significativamente além das suas habilidades atuais são desmotivantes. Mas as tarefas que estão à beira do sucesso e do fracasso são incrivelmente motivadoras para os cérebros humanos. Não queremos nada mais do que dominar uma habilidade além do nosso horizonte atual”.
-James Clear-

Como se manter motivado no esporte

Clear diz que trabalhar em tarefas que se encaixam na regra de Cachinhos Dourados é uma das chaves para manter a motivação a longo prazo. Encontrar uma maneira de levar as suas tarefas ao limite das suas habilidades, ao ponto de se sentir desafiado, mas, ao mesmo tempo, capaz de fazê-lo, é a chave para manter a motivação.

Alcançar a motivação máxima: avalie o seu progresso

A combinação de felicidade e desempenho máximo é chamada de fluxo, diz Clear. O fluxo, como um estado de motivação máxima, é o estado mental que você experimenta quando está tão focado na tarefa que precisa executar que o restante do mundo desaparece, explica ele.

Os pesquisadores descobriram que um fator relacionado aos estados de fluxo é se eles estão ou não seguindo a regra de Goldilocks, explica Clear. Se você está trabalhando em desafios de dificuldade adequada, então não estará apenas motivado, mas também experimentará um impulso de felicidade.

No entanto, para alcançar este estado de desempenho máximo, você não só precisa trabalhar em desafios no grau correto de dificuldade, mas também avaliar o seu progresso imediato. Como o psicólogo Jonathan Haidt explica, uma das chaves para alcançar um estado de fluxo é obter informações imediatas sobre como você está indo em cada etapa. Nesse sentido, diz Clear, a avaliação é um fator-chave na motivação.

“Enfrentar um desafio adequado e receber feedback imediato sobre o seu progresso em relação a esse desafio são dois dos componentes mais importantes da motivação máxima”.
-James Clear-

Motivação para seguir em frente

Conclusão

Para terminar, uma curiosidade: a regra de Cachinhos Dourados recebeu o nome da história infantil ‘Cachinhos Dourados e os Três Ursos’. Na história, ela  entra na casa dos três ursos e prova tudo o que lhe interessa, até descobrir o que gosta: não se esforça para comer a sopa muito quente, nem ficar na poltrona muito pequena ou deitar em uma cama muito baixa. Embora o final da história tenha pouca aplicação na regra Goldilocks, como inspiração é, sem dúvida, interessante.